×
ContextoExato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 23 de outubro de 2018


Novo modelo de estudo das ondas gravitacionais poderá resolver o maior mistério da vida

Novo modelo de estudo das ondas gravitacionais poderá resolver o maior mistério da vida

Cientistas australianos criaram um mecanismo computorizado que permite escutar melhor o som produzido pelas ondas gravitacionais. Acreditam que a técnica, no futuro, poderá ajudar a compreender o mistério da criação do Universo.

Por Jornal De Notícias/ Foto Divulgação - 15/04/2018 - 12:09:06

O choque entre buracos negros provoca uma agitação no espaço, conhecida como ondas gravitacionais, identificada por Albert Einstein, há mais de 100 anos, e validada cientificamente em 2015.

 

Agora, cientistas da Universidade de Monash, em Melbourne, na Austrália, desenvolveram uma forma de escutar os choques de buracos negros. Segundo explicam, a fusão das ondas gravitacionais produz um som inconfundível, por isso, esta nova técnica poderia revelar a existência de milhares de buracos negros ocultos

 

Segundo o investigador Eric Thrane, ocorrem mais de 100 mil eventos de ondas gravitacionais todos os anos que são demasiado fracos para serem detetados pelos aparelhos existentes. Mas as ondas gravitacionais produzidas por estes eventos menos barulhentos criam uma onda gravitacional de fundo, uma espécie de zumbido.

 

Ante a dificuldade de "escutar" individualmente os fenómenos que contribuem para este zumbido, a equipa de Thrane desenvolveu uma técnica computorizada mais sensível para analisar o zumbido que é produzido, "escutando" cada choque.

 

"Medir a fundo as ondas gravitacionais vai permitir-nos estudar populações de buracos negros a grandes distâncias", disse Thrane, com os olhos postos no maior mistério do universo.

 

"Algum dia, a técnica permitirá ver as ondas gravitacionais do Big Bang, escondidas atrás das ondas gravitacionais dos buracos negros e das estrelas de neutrões", argumenta aquele investigador.

Comentários para "Novo modelo de estudo das ondas gravitacionais poderá resolver o maior mistério da vida":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório