×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 27 de junho de 2022

Número de feminicídios é o mais alto em quatro anos no DF. Casos cresceram 62% desde 2016

Número de feminicídios é o mais alto em quatro anos no DF. Casos cresceram 62% desde 2016Foto: Pixabay

Veja quem foram as vítimas no ano que termina.

Por Afonso Ferreira, G1 Df - 27/12/2019 - 09:02:21

Levantamento feito pelo G1 mostra que o DF registrou 34 ocorrências de feminicídio de janeiro a dezembro de 2019.

O ano de 2019 termina com uma triste estatística: os feminicídios no Distrito Federal tiveram um aumento de 62%, em quatro anos. De 5 de janeiro até 26 de dezembro, o G1apontou 34 casos (veja abaixo quem foram as vítimas).

Desde 2016, quando o assassinato por questões de gênero passou a ser tipificado como feminicídio, 101 crimes do tipo foram registrados em Brasília.

  • 2016: 21 registros
  • 2017: 18 registros
  • 2018: 28 registros
  • 2019: 34 registros (até 26 de dezembro)

Feminicídios no DF

Dados consideram janeiro a dez de 2018 e 2019.

Fonte: Secretaria de Segurança Pública do DF/ Polícia Civil

Segundo a psicóloga e pesquisadora do Grupo Saúde Mental e Gênero da Universidade de Brasília (UnB) Maisa Campos Guimarães, a lei do feminicídio é um marco jurídico e ajudou na construção de um outro olhar sobre os assassinatos de mulheres. Mas ela afirma que é preciso fazer mais.

"Essa revindicação por igualdade, por direito, tem sido atacada e o resultado disso é o aumento dos feminicídios. É importante pensar em uma cultura de igualdade de gênero como prevenção a esse crime."



Número de feminicídios é o mais alto em quatro anos no DF — Foto: Arte/G1

Veja quem foram as vítimas de feminicídio na capital em 2019:


5 de janeiro


  • Nome: Vanilma dos Santos
  • Idade: 30 anos
  • Região: Gama
  • Autor do crime: Thiago de Souza Joaquim, marido da vítima


28 de janeiro





30 de janeiro



  • Nome: Veigma Martins
  • Idade: 56 anos
  • Região: Asa Norte
  • Autor do crime: José Bandeira da Silva, marido da vítima


11 de março





17 de março





29 de março





31 de março





14 de abril:



  • Nome: Luana Bezerra da Silva
  • Idade: 28 anos
  • Região: Sobradinho
  • Autor do crime: Luiz Filipe Alves de Souza, marido da vítima


21 de abril



  • Nome: Elaine Maria Sousa
  • Idade: 49 anos
  • Região: Gama
  • Autor do crime: Josué Pereira da Silva Filho, cunhado da vítima


6 de maio





9 de maio





9 de maio





20 de maio





12 de junho





12 de julho:





22 de julho



  • Nome: Joyce Oliveira Azevedo
  • Idade: 21 anos
  • Região: Taguatinga
  • Autor do crime: Lucas Lisboa Dutra, namorado da vítima


8 de agosto





20 de agosto





23 de agosto





26 de agosto





29 de agosto



  • Nome: Cristiane Mendes de Sá
  • Idade: 41 anos
  • Região: Samambaia
  • Autor do crime: Antônio Carlos da Silva, marido da vítima


1º de setembro





12 de setembro





15 de setembro





26 de setembro





29 de setembro





30 de setembro





17 de outubro





1º de novembro





14 de novembro





15 de novembro





23 de novembro





17 de dezembro





21 de dezembro




Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.

Comentários para "Número de feminicídios é o mais alto em quatro anos no DF. Casos cresceram 62% desde 2016":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Luiza Trajano: A pandemia acelerou o processo de igualdade para a mulher

Luiza Trajano: A pandemia acelerou o processo de igualdade para a mulher

Segundo a empresária, a pandemia foi responsável por acelerar o processo de transformação nas companhias.

Gravidez após os 40 anos: o que toda mulher deve saber

Gravidez após os 40 anos: o que toda mulher deve saber

Realidade no Brasil, Europa e EUA, o adiamento da maternidade não é isento de riscos. Médica ginecologista da clínica Origen BH fala sobre o envelhecimento ovariano e o desafio de equilibrá-lo com as aspirações femininas e as transformações sociais da atualidade

Elas batalham pela inclusão de mais mulheres na astronomia

Elas batalham pela inclusão de mais mulheres na astronomia

A proposta inicial de acompanhar as garotas de forma próxima se manteve. “Fazemos o acompanhamento individual de cada menina, auxiliando nas atividades e interagindo”

Quem é Francia Márquez, a primeira mulher negra vice-presidenta na Colômbia?

Quem é Francia Márquez, a primeira mulher negra vice-presidenta na Colômbia?

Francia Elena Márquez Mina foi a mulher mais votada na história das eleições colombianas

'Meu repúdio por qualquer discriminação', diz Xuxa sobre homofobia de religiosos

'Meu repúdio por qualquer discriminação', diz Xuxa sobre homofobia de religiosos

A loira afirmou que está indignada com os discursos e por ver que existem pessoas que apoiam esse pensamento.

Relacionamentos abusivos: o que você precisa saber para mudar esse padrão e se libertar

Relacionamentos abusivos: o que você precisa saber para mudar esse padrão e se libertar

Uma em cada três mulheres sofre violência ao longo da vida, de acordo com relatório divulgado pela OMS. Entenda como o autoconhecimento pode ser um dos caminhos para evitar que os relacionamentos cheguem a este ponto

“A ressignificação da velhice é imprescindível”, destaca juíza do TJ do DF em lançamento de cartilha sobre a pessoa idosa

“A ressignificação da velhice é imprescindível”, destaca juíza do TJ do DF em lançamento de cartilha sobre a pessoa idosa

Conheça a Cartilha Quem Nunca? - Reflexões sobre o preconceito em razão da idade.

'Errei e não há justificativa', diz Talitha Morete após ser acusada de racismo no 'É de Casa'

'Errei e não há justificativa', diz Talitha Morete após ser acusada de racismo no 'É de Casa'

No final do programa, Talitha passou o prato para a convidada e pediu para que ela servisse todos que estavam no estúdio.

Bia Haddad celebra melhor ranking em simples e em duplas; Medvedev vira número 1

Bia Haddad celebra melhor ranking em simples e em duplas; Medvedev vira número 1

Confira abaixo os rankings de simples masculino e feminino

Bia Haddad vence Riske na grama em Nottingham e conquista 1º WTA 250 da carreira

Bia Haddad vence Riske na grama em Nottingham e conquista 1º WTA 250 da carreira

Bia Haddad Maia ainda disputará a final das duplas ao lado da chinesa Zhang Shuai no início da tarde deste domingo. Elas enfrentarão a americana Caroline Dolehide e a romena Monica Nicuslescu.

Abertas as inscrições para interessadas em atuar como embaixadoras do Programa Mães do Brasil

Abertas as inscrições para interessadas em atuar como embaixadoras do Programa Mães do Brasil

Prazo para se inscrever vai até o dia 28 de junho. Entre os requisitos necessários, consta experiência em atividades destinadas à proteção integral da mulher no exercício da maternidade