×
ContextoExato
Responsive image

O "erro" não exime o presidente de responder

O Foto: O Antagonista/Jornal Extra reprodução

A pergunta ainda está sem resposta

O Antagonista - 24/08/2020 - 09:51:11

Um ministro de Jair Bolsonaro disse a O Antagonista que o presidente “errou” ao chamar um repórter de “safado” e dizer que tinha vontade de “encher a boca [do repórter] de porrada”.

Mas logo tentou justificar recorrendo ao discurso de “jeito espontâneo” do presidente.

É claro que o presidente “errou” e a reação dele nada tem a ver com “espontaneidade”.

Leia também:

Líder do PSD no Senado: "É imperdoável tentar intimidar a imprensa"

Responda, Bolsonaro

"Dia de tentar pacificar as coisas"

O Centrão silencia

Bolsonaro cercado

Mas a pergunta ainda está sem resposta:

“Presidente Jair Bolsonaro, por que sua esposa recebeu R$ 89 mil de Fabrício Queiroz?”

Leia mais: EXCLUSIVO: SAQUES DE QUEIROZ, DEPÓSITOS PARA FLÁVIO BOLSONARO

Comentários para "O "erro" não exime o presidente de responder":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório