×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 25 de junho de 2022

Oficiais da PM do DF resistem ao reajuste da Polícia Civil sem um valor idêntico para a corporação

Oficiais da PM do DF resistem ao reajuste da Polícia Civil sem um valor idêntico para a corporaçãoFoto:

Áreas estratégicas ainda sem chefia

Por Ana Maria Campos - Eixo Capital - 14/12/2018 - 09:45:12

Novos capítulos

A guerra nos bastidores entre policiais civis e militares é grande. Oficiais da PM resistem ao reajuste da Polícia Civil sem um valor idêntico para a corporação. Esse embate não é novo. Começou nas negociações entre o governo Rollemberg e os sindicatos da Polícia Civil, em 2016. PMs reagiram e o governador garantiu que qualquer aumento seria igual para todas as forças de segurança, o que tornou a medida inviável financeiramente. Agora, a novela segue quente. Mas Ibaneis Rocha faz as contas com relação aos vencimentos das forças, para que um reajuste igual acabe tornando os salários líquidos dos policiais militares mais altos do que os dos civis.

Áreas estratégicas ainda sem chefia

Entre os órgãos ainda sem chefia no próximo governo, há algumas áreas estratégicas. Ainda não há definição para a direção-geral do Serviço de Limpeza Urbana (SLU), que administra os contratos milionários de coleta de lixo. Também não há anúncio sobre quem ficará responsável pela gestão dos presídios, como subsecretário do Sistema Penitenciário (Sesipe). Essa é uma área mais do que delicada, considerando-se que já houve denúncias de favorecimento a presos ilustres, como Luiz Estevão, José Dirceu e outros condenados no mensalão.

Em análise

O governador Ibaneis Rocha (MDB) confirmou à coluna que ainda analisa se deverá ou não extinguir a Casa Militar do DF. Mas acredita que, caso decida manter o órgão, poderá também criar o Gabinete de Segurança Institucional (GSI). As duas pastas funcionariam concomitantemente. De qualquer forma, tudo ainda está em análise.

Proporcional

O projeto de criação do GSI prevê quatro secretarias vinculadas ao órgão, com a maioria comandada por militares, num contraponto à chefia estar vinculada a um civil, o deputado Laerte Bessa (PR/DF).

Comentários para "Oficiais da PM do DF resistem ao reajuste da Polícia Civil sem um valor idêntico para a corporação":

    • Cristina

      Domingo, 16 de Dezembro de 2018 -

      O salário do Civil de terceira classe e que se equipara a um Praça é de 8.698,78. Sendo que o Praça tem além desse salário divulgado aí, auxílio alimentação que é o dobro de um Civil, a possibilidade de engordar o salário com serviços extras, não precisa tirar do salário para pagar plano de saúde, porque a PM tem uma policlinica equipada e com várias especialidades, além de um plano de saude pago pela instituição, não precisam tirar do bolso para comprar uniforme e ainda recebem um auxílio moradia. Fora isso, o Praça paga uma alíquota reduzida de IR. Como disse um oficial essa semana: o Civil ganha mais no bruto, mas no líquido é o PM quem ganha mais e é o líquido que importa, pois é ele que entra na conta.

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
China pede solidariedade e abertura à medida que o mundo enfrenta mudanças

China pede solidariedade e abertura à medida que o mundo enfrenta mudanças

A comunidade internacional deve defender a Carta das Nações Unidas e se esforçar para manter a paz em um mundo volátil, disse ele.

Vitória de Gustavo Petro fortalece avanço da esquerda na América do Sul

Vitória de Gustavo Petro fortalece avanço da esquerda na América do Sul

Segundo analistas, trata-se de uma "mudança de maré" provocada pelo descontentamento com governantes anteriores.

Major Carvalho, apelidado de 'Pablo Escobar' brasileiro, é preso na Hungria

Major Carvalho, apelidado de 'Pablo Escobar' brasileiro, é preso na Hungria

A Polícia Federal brasileira informou que a prisão decorreu das investigações desenvolvidas no âmbito da Operação Enterprise

Itamaraty parabeniza Gustavo Petro por vitória eleitoral na Colômbia

Itamaraty parabeniza Gustavo Petro por vitória eleitoral na Colômbia

Jair Bolsonaro na abertura do Fórum de Investimentos Brasil 2022, em 14 de junho de 2022 © Alan Santos / Palácio do Planalto / CCBY 2.0

222 milhões de crianças afetadas pela crise precisam urgentemente de assistência educacional

222 milhões de crianças afetadas pela crise precisam urgentemente de assistência educacional

A Educação Não Pode Esperar

Ball Corporation avança em investimentos na América do Sul com nova fábrica de latas de alumínio no Peru

Ball Corporation avança em investimentos na América do Sul com nova fábrica de latas de alumínio no Peru

A empresa, líder global em embalagens sustentáveis de alumínio, anunciou abertura que vai gerar mais de 100 empregos diretos e 300 indiretos.

ACNUR solicita apoio urgente para ajudar quase 16 mil pessoas forçadas a se deslocar em Burkina Faso

ACNUR solicita apoio urgente para ajudar quase 16 mil pessoas forçadas a se deslocar em Burkina Faso

Milhares de burquinenses que se deslocaram pelo massacre em Seytenga encontraram segurança além da fronteira com o Níger.

Estados Unidos alertaram sobre projeto de bagagem gratuita vetado por Bolsonaro

Estados Unidos alertaram sobre projeto de bagagem gratuita vetado por Bolsonaro

Acordo foi assinado em março de 2011, no governo Dilma Rousseff, e entrou em vigor em maio de 2018, na gestão de Michel Temer, após aprovação pelo Congresso.

Liderança da UE diz que crime no AM é fruto da postura de Bolsonaro; aliados criticam presidente

Liderança da UE diz que crime no AM é fruto da postura de Bolsonaro; aliados criticam presidente

Aliados de Bolsonaro acham que presidente errou

FC Barcelona e Acnur formam parceria para apoiar crianças refugiadas

FC Barcelona e Acnur formam parceria para apoiar crianças refugiadas

O logotipo do Acnur é apresentado, pela primeira vez, no uniforme dos jogadores da principal equipe masculina e feminina do time espanhol

Cartéis de Miami, Medellín e Sinaloa sustentam um Estado paralelo na Amazônia

Cartéis de Miami, Medellín e Sinaloa sustentam um Estado paralelo na Amazônia

Apesar de toda a movimentação militar em Atalaia, amigos de Pelado continuam entrando e saindo de terras indígenas com embarcações que levam freezers para pescados