×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 12 de agosto de 2022

Ômicron desafia retomada do turismo internacional

Ômicron desafia retomada do turismo internacional

Foto: corporativo.kennedyviagens.com br/

Como ficam as viagens corporativas

Por Dino - Estadão Conteúdo - 05/01/2022 - 16:57:09

Passada a fase mais crítica da pandemia de Covid-19, as portas do mundo estavam reabrindo quando, de forma súbita, a variante Ômicron virou notícia em novembro. Em uma tentativa de reverter as decisões de diversos governos que optaram por restringir ou interromper a retomada das viagens, a Iata (Associação Internacional de Transportes Aéreos) veio a público para destacar uma recomendação da OMS (Organização Mundial de Saúde). Segundo o texto, “a proibição geral das viagens não impedirá a disseminação internacional e representa um fardo aos meios de subsistência do setor”.


Na última semana, por exemplo, a França anunciou que vai proibir as viagens não essenciais para o Reino Unido por conta da nova variante. Leonardo Bastos, CEO da Kennedy Viagens, empresa que atua com viagens corporativas, destaca que a decisão do governo francês representa um golpe contra as viagens de negócios entre os dois países e para o segmento de viagens corporativas como um todo.


Bastos analisa de forma positiva a recomendação, por parte da Iata, de que os governos suspendam as restrições de viagens decorrentes do surgimento da Ômicron. “É preciso considerar que a grande maioria da população está vacinada e, como diz a OMS, decisões, como a da França, de restringir as viagens gera impactos negativos para a indústria e só desacelera a retomada da indústria do turismo”.


Com efeito, o impacto econômico do setor em 2020, primeiro ano da pandemia, gerou uma baixa de US$ 94 bilhões (R$ 533,81 bilhões) apenas no PIB (Produto Interno Bruto) da América Latina e Caribe, de acordo com indicativos da Iata.


“No Brasil, o setor sofreu um prejuízo de R$ 453 bilhões em atividades turísticas desde março do ano passado até outubro deste ano”, destaca o empresário, citando dados da CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo).

Como ficam as viagens corporativas?

O CEO da Kennedy Viagens afirma que o surgimento da nova variante e as novas restrições já têm impactado as viagens empresariais ao exterior.


“Desde março de 2020, as viagens internacionais não se recuperaram e, com essa nova incerteza, a tendência é de queda. Já as viagens nacionais, em nossa análise, ultrapassaram o período pré-pandemia, razão pela qual acreditamos que essa variante não terá impacto de curto prazo para as viagens domésticas”, afirma

Na visão de Bastos, para as viagens corporativas - neste contexto de pandemia, com o avanço da vacinação e o surgimento de novas variantes -, torna-se importante a adoção de programas de monitoramento para facilitar a identificação do colaborador e de planos de duty of care.



“Por mais que a viagem seja programada e bem planejada, existem imprevistos que podem ocorrer durante o percurso”, afirma. “Dessa forma, caso o viajante tenha qualquer problema, a empresa consegue ajudá-lo, abrindo um plano de risco para resolver a situação. Com cuidados básicos, acreditamos que o segmento de viagens corporativas pode - e deve - retomar”, conclui

Para mais informações, basta acessar: https://corporativo.kennedyviagens.com br/

Website: https://corporativo.kennedyviagens.com br/


Comentários para "Ômicron desafia retomada do turismo internacional":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Últimas Notícias
Casas sustentáveis: Entenda como esse modelo de residência gera economia

Casas sustentáveis: Entenda como esse modelo de residência gera economia

Trabalho remoto é o futuro na área da tecnologia

Trabalho remoto é o futuro na área da tecnologia

Alexandre diz que atos por democracia reforçam 'orgulho do sistema eleitoral'

Alexandre diz que atos por democracia reforçam 'orgulho do sistema eleitoral'

Celso de Mello: Manifesto representa 'severa advertência ao presidente Bolsonaro'

Celso de Mello: Manifesto representa 'severa advertência ao presidente Bolsonaro'

"Carta bate com o que faço aqui", diz professor que levou documento para Londres

Jovens ainda sofrem com recuperação lenta do mercado de trabalho, diz OIT

Jovens ainda sofrem com recuperação lenta do mercado de trabalho, diz OIT

José Carlos Dias destaca união do capital e trabalho e lê carta da Fiesp

José Carlos Dias destaca união do capital e trabalho e lê carta da Fiesp

Ação contra fraude notifica cinco postos de combustível no DF

Ação contra fraude notifica cinco postos de combustível no DF

Saiba o que são e como preparar as PANCs, plantas alimentícias não convencionais

Saiba o que são e como preparar as PANCs, plantas alimentícias não convencionais

Alvaro Vargas Llosa: 'O idiota latino-americano se reinventou'

Alvaro Vargas Llosa: 'O idiota latino-americano se reinventou'

'Os manifestos geram poder para a resistência', afirma Celso Lafer

'Os manifestos geram poder para a resistência', afirma Celso Lafer

No DF, políticos e militantes de esquerda têm sido vítimas de violência nas ruas

No DF, políticos e militantes de esquerda têm sido vítimas de violência nas ruas

DF é condenado a indenizar aluno que sofreu reação alérgica após ingerir alimento

DF é condenado a indenizar aluno que sofreu reação alérgica após ingerir alimento

MPDFT apoia criação de Frente Nacional de Combate a Cartéis

MPDFT apoia criação de Frente Nacional de Combate a Cartéis

Deputados distritais derrubam veto e demitidos da CEB recuperam emprego

Deputados distritais derrubam veto e demitidos da CEB recuperam emprego

Janaina Paschoal diz que Bolsonaro tenta 'destruí-la' e que carta é 'pró-Lula'

Janaina Paschoal diz que Bolsonaro tenta 'destruí-la' e que carta é 'pró-Lula'

Djavan volta com 'uma ode ao amor e à esperança'

Djavan volta com 'uma ode ao amor e à esperança'

BNDES leva a leilão antigo edifício-sede em Brasília

BNDES leva a leilão antigo edifício-sede em Brasília

Lideranças indígenas, testemunhas do crime contra Bruno e Dom, pedem proteção oficial

Lideranças indígenas, testemunhas do crime contra Bruno e Dom, pedem proteção oficial

Marinha suspende exercício em Alcatrazes após protestos de ambientalistas

Marinha suspende exercício em Alcatrazes após protestos de ambientalistas

Guedes minimiza comércio Brasil-França e avisa: 'É melhor nos tratarem bem ou vamos ligar o f***-se'

Guedes minimiza comércio Brasil-França e avisa: 'É melhor nos tratarem bem ou vamos ligar o f***-se'