×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 27 de outubro de 2021

ONU marca Dia Internacional em Memória e Tributo às Vítimas do Terrorismo

ONU marca Dia Internacional em Memória e Tributo às Vítimas do TerrorismoFoto: Ocha/Charlotte Cans

O bairro de Faj Attan, no Iêmen, é regularmente atingido por ataques aéreos. A maior parte da população foi embora

Portal Onu News De Noticias - 21/08/2021 - 21:51:43

Contato social e emocional em tempos de pandemia são destaques em “Conexões”, o tema de 2021, o segundo ano em que as cerimônias são feitas a distância por causa da crise de saúde global.

As Nações Unidas comemoram, neste 21 de agosto, o Dia Internacional em Memória e Tributo às Vítimas de Terrorismo. Este é o quarto ano em que a ONU organiza eventos para lembrar as pessoas que perderam a vida ou perderam parentes e amigos, além daqueles que ficaram feridos em atos de terrorismo pelo mundo.

Apoio

Com a pandemia desde o ano passado, os eventos são realizados pela internet. Desta vez, o tema é “Conexões” para destacar a importância do contato social e emocional em épocas de confinamento.

Por causa da Covid-19, muitas vítimas do terrorismo sofrem com falta de recursos e ações que defendam seus direitos e promovam apoio.

Muitas pessoas ficaram afastadas da família, dos amigos e comunidades.

Segundo a ONU, os atos de terrorismo seguem propagando uma série de ideologias de ódio que continuam ferindo, prejudicando e matando milhares de pessoas inocentes todos os anos.

A organização afirma que muitos países mantiveram o apoio às vítimas.

Segundo a ONU, os atos de terrorismo seguem propagando uma série de ideologias de ódio que continuam ferindo, prejudicando e matando milhares de pessoas inocentes todos os anos

Minusma/Gema Cortes

Segundo a ONU, os atos de terrorismo seguem propagando uma série de ideologias de ódio que continuam ferindo, prejudicando e matando milhares de pessoas inocentes todos os anos

Maratona de Boston

Num dos eventos este ano, que contou com a participação do secretário-geral António Guterres, e do chefe do Escritório de Contraterrorismo, Vladimir Voronkov, sobreviventes desses atentados se reuniram com autoridades e os co-presidentes do Grupo de Amigos das Vítimas de Terrorismo. Como este 21 cai num sábado, as comemorações foram antecipadas para a véspera.

Participaram os embaixadores da Espanha e do Afeganistão na ONU e duas vítimas: uma do Quênia e outra da Noruega. O Escritório também preparou a exibição do curta-metragem “Sobrevivendo ao Terrorismo: o Poder das Conexões”, que retrata as vítimas e os que sobreviveram ao redor do mundo.

A discussão interativa teve sobreviventes do terrorismo em países como Iraque, Marrocos, Canadá e Reino Unido e foi moderada por Amy O’Neill vítima do ataque terrorista contra os participantes da Maratona de Boston, em 2013.

Covid-19 destacou vulnerabilidades “a formas novas e emergentes de terrorismo

Minusma/ Harandane Dicko

Covid-19 destacou vulnerabilidades “a formas novas e emergentes de terrorismo".

Terapia

O filme foi seguido de um debate sobre o impacto da pandemia na vida deles e formas de fortalecimento da comunidade internacional em apoio às vítimas. Para a ONU, as vítimas continuam com dificuldade de serem ouvidas e receberem o apoio do qual precisam. Ainda para se recuperarem, elas precisam de apoio físico e emocional, terapia e outros recursos para se reerguerem do trauma de ser atacado desta forma.

A data foi estabelecida pela Assembleia Geral em 2017. As ações são resultado da Estratégia Global de Contraterrorismo, aprovada em 2006.

O evento sobre o Dia Internacional em Memória e Tributo às Vítimas do Terrorismo pode ser visto na TV Web das Nações Unidas.

Secretário-geral lembrou que os países-membros têm, pela resolução aprovada pela Assembleia Geral, um incentivo para apoiar e assistir quem sobrevive ao ataque terrorista

Governo Federal / Guido Bergmann

Secretário-geral lembrou que os países-membros têm, pela resolução aprovada pela Assembleia Geral, um incentivo para apoiar e assistir quem sobrevive ao ataque terrorista

11 de setembro

Ao discursar, no evento de sexta-feira, na sede da ONU, o secretário-geral António Guterres lembrou os atentados de 11 de setembro contra os Estados Unidos, que farão 20 anos no próximo mês. Quase 3 mil pessoas foram assassinadas na destruição das torres gêmeas do World Trade Center em Nova Iorque.

O secretário-geral disse que o ataque foi motivo de horror e revolta em todo o mundo. Desde então, milhares de pessoas foram mortas ou feridas, famílias destruídas e sociedades destroçadas com o avanço do terrorismo.

O chefe da ONU citou causas como extremismo político e religioso, xenofobia, racismo e outras razões para o terrorismo. Às vítimas desses ataques hediondos, Guterres expressou solidariedade e disse que elas não estão sós.

Ainda que a luta contra o terrorismo tenha obtido sucessos importantes, a ameaça terrorista permanece e se diversifica

Unodc

Ainda que a luta contra o terrorismo tenha obtido sucessos importantes, a ameaça terrorista permanece e se diversifica

Congresso Global em 2022

O secretário-geral lembrou que os países-membros têm, pela resolução aprovada pela Assembleia Geral, um incentivo para apoiar e assistir quem sobrevive ao ataque terrorista especialmente àqueles que também são vítimas de violência sexual e baseada em gênero.

Para Guterres, lembrar significa honrar aos que perderam suas vidas e também compreender a responsabilidade de evitar que esses atentados se repitam causando mais mortes.

Em 2022, a ONU organizará o primeiro Congresso Global de Vítimas do Terrorismo.

Comentários para "ONU marca Dia Internacional em Memória e Tributo às Vítimas do Terrorismo":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Golpe de Estado no Sudão: Premiê é liberado, Alemanha deixará de prestar ajuda ao país africano

Golpe de Estado no Sudão: Premiê é liberado, Alemanha deixará de prestar ajuda ao país africano

China diz que Taiwan não tem 'direito nenhum de se juntar às Nações Unidas'

Biden será 1º presidente dos EUA a participar da cúpula da ASEAN em 4 anos

Biden será 1º presidente dos EUA a participar da cúpula da ASEAN em 4 anos

Erdogan muda de ideia quanto a expulsão de embaixadores após escândalo diplomático

Ministério Público da Argentina recomenda suspensão de trigo transgênico discutido no Brasil

Ministério Público da Argentina recomenda suspensão de trigo transgênico discutido no Brasil

Iniciativas tentam barrar o trigo transgênico no Brasil e na Argentina; trigo HB4 já é cultivado em cinco províncias do país vizinho.

China vai defender paz mundial, diz presidente Xi no aniversário do retorno à ONU

China vai defender paz mundial, diz presidente Xi no aniversário do retorno à ONU

Ministros e líderes partidários são detidos no Sudão

Rússia bate novo recorde de mortes por Covid-19

Rússia bate novo recorde de mortes por Covid-19

A Rússia foi o primeiro país do mundo a autorizar uma vacina contra covid-19 com o lançamento do Sputnik V em agosto de 2020

Moscou adotará medidas de lockdown para conter alta da Covid-19

Moscou adotará medidas de lockdown para conter alta da Covid-19

Regras entram em vigor a partir do dia 28

130ª Feira de Cantão: China continua a abertura e compartilha oportunidades com o mundo

130ª Feira de Cantão: China continua a abertura e compartilha oportunidades com o mundo

Em sua carta, Xi observou que a feira fez contribuições significativas para facilitar o comércio internacional, o intercâmbio externo-interno e o desenvolvimento econômico desde sua criação em 1957

Paraguai reforça segurança na fronteira com Brasil

Paraguai reforça segurança na fronteira com Brasil

Congressistas americanos pedem recuo na relação com Brasil

Desenvolvimento é a força motriz da erradicação da pobreza na China

Desenvolvimento é a força motriz da erradicação da pobreza na China

Entre 1990 e 2010, no contexto da arrancada industrial, proporção de população pobre chinesa passou de 66,3% para 11,2%, de acordo com o Banco Mundial

China emite selos comemorativos da COP15

China emite selos comemorativos da COP15

Foto tirada em 11 de outubro de 2021 mostra os detalhes de um selo comemorativo para a 15ª reunião da Conferência das Partes da Convenção das Nações Unidas sobre Diversidade Biológica (COP15) realizada em Kunming, Província de Yunnan, sudoeste da China.

ONG austríaca denuncia Jair Bolsonaro a tribunal internacional por 'crimes contra a humanidade'

ONG austríaca denuncia Jair Bolsonaro a tribunal internacional por 'crimes contra a humanidade'

O tribunal não tem obrigação de julgar todos os casos apresentados.