×
ContextoExato

Os livros mais vendidos de 2018 no Brasil

Os livros mais vendidos de 2018 no BrasilFoto:

Autoajuda lidera ranking dos livros mais vendidos

Estadão Conteúdo/foto: Pixabay - 24/12/2018 - 07:08:12

A Sutil Arte de Ligar o F*ofa-se, de Mark Mason, foi o livro mais vendido no Brasil em 2018

O ano ainda não terminou, mas a lista de livros mais vendidos no Brasil em 2018, feita pela Nielsen, deve permanecer como segue abaixo, com A Sutil Arte de Ligar o F*da-se (Intrínseca), de Mark Mason ( foto ), como o grande best-seller do ano. 2018 foi também o ano do ‘poder’ da ação, do hábito, da autorresponsabilidade, do agora.

Apesar da crise das livrarias Cultura e Saraiva, as vendas, segundo a Nielsen, no fim das contas, devem ser levemente positivas.

Os 21 livros mais vendidos em 2018

1º A Sutil Arte de Ligar o F*oda-se, de Mark Mason (Intrínseca)
2º As Aventuras na Netoland com Luccas Neto, de Luccas Neto (Nova Fronteira)
3º O Milagre da Manhã, de Hal Elrod (Best-Seller)
4º Álbum da Copa – Rússia 2018 (Panini)
5º Seja Foda!, de Caio Carneiro (Buzz)
6º O Poder da Ação: Faça sua Vida Ideal Sair do Papel, de Paulo Vieira (Gente)
7º O Poder do Hábito, de Charles Duhigg (Objetiva)
8º Sapiens – Uma Breve História da Humanidade, de Yuval Noah Harari (L&PM)
9º O Poder da Autorresponsabilidade, de Paulo Vieira (Gente)
10º Propósito, de Sri Prem Baba (Sextante)
11º Me Poupe!, de Nathalia Arcuri (Sextante)
12º Textos Crueis Demais Para Serem Lidos Rapidamente, vários autores (Globoalt)
13º Vade Mecum Tradicional, vários autores (Saraiva)
14º Ainda Sou Eu, de Jojo Moyes (Intrínseca)
15º Felipe Neto – A Vida Por Trás das Câmeras, de Felipe Neto (Nova Fronteira)
16º Os Segredos da Mente Milionária, de T. Harv Eker (Sextante)
17º Origem, de Dan Brown (Arqueiro)
18º Extraordinário, de R. J. Palacio (Intrínseca)
19º Outros Jeitos de Usar a Boca, de Rupi Kaur (Planeta)
20º Mais Escuro, de E.L. James (Intrínseca)
21º O Poder do Agora, de Eckhart Tolle (Sextante)

EDITORA
Venda direta
A FTD Educação inaugura, na segunda quinzena de janeiro, seu e-commerce. É sua primeira tentativa de falar diretamente com o consumidor final – ela já tinha um site para venda de livros, mas ele era voltado para escolas. Nesse novo portal, estará à venda, com frete grátis, todo seu catálogo de didáticos, paradidáticos, literatura, dicionário, etc. (menos materiais de sistemas de ensino). A empresa tem um crédito de R$ 4,8 milhões com a Saraiva e de R$ 1,7 milhão com a Cultura.

*
Quem também acaba de lançar um e-commerce é a Darkside, que, como a FTD e outras, vem sofrendo com os calotes das livrarias. Vai vender seus livros e produtos colecionáveis.

INTERNET
Editora youtuber
Criada em 2009 para divulgar seus booktrailers, a TV Boitempo foi mudando à medida que o público ia chegando – e hoje apresenta conteúdo exclusivo em diversos formatos (webcursos, palestras, reflexões sobre a conjuntura, entrevistas, leituras comentadas, séries temáticas com autores da casa e convidados, etc.). Com mais de 100 mil inscritos, seu canal no YouTube é o maior do País entre os canais de editoras e um dos maiores do gênero no mundo.

AUTOPUBLICAÇÃO
Ranking independente
Maior plataforma de autopublicação do Brasil, o Clube de Autores acaba de criar um ranking mensal com os 10 livros que mais se destacaram. A seleção leva em conta fatores como existência de ISBN, avaliações de leitores, qualidade técnica do texto (revisão, diagramação, etc.), qualidade técnica das capas e desempenho comercial.

DIREITOS
Em espanhol
Três livros da Faro acabam de ter os direitos vendidos para a Casa Editorial El Tiempo: O Vale dos Mortos e Elevador 16 , que integram a saga As Crônicas dos Mortos , de Rodrigo de Oliveira, e O Garoto Quase Atropelado , título para jovens adultos de Vinicius Grossos. A ideia é que outros autores da casa brasileira sejam lançados pelo grupo com sede na Colômbia e distribuição nos países de língua espanhola de toda a América Latina.

FICÇÃO – 1
Pescador beat
Volta às livrarias, em janeiro, pela José Olympio, Pescar Truta na América . O romance metaliterário e sem sequência temporal de Richard Brautigan percorre a infância do autor no noroeste dos EUA; a vida adulta em São Francisco; e uma viagem com a família no verão de 1961.

FICÇÃO – 2
Literatura russa
A Lasca , obra de 1923 de Vladímir Zazúbrin (1895-1938) que ficou inédita até 1989, sai ano que vem pela Carambaia com tradução de Irineu Franco Perpetuo. Em 1992, Aleksandr Rogójkin transformou-a no filme O Tchekista (que significa membro da Tcheká, o primeiro órgão de repressão da URSS).

Comentários para "Os livros mais vendidos de 2018 no Brasil":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório