×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 26 de outubro de 2021

Pandemia faz turismo brasileiro acumular prejuízo de R$ 261,3 bilhões de março a dezembro

Pandemia faz turismo brasileiro acumular prejuízo de R$ 261,3 bilhões de março a dezembroFoto: Reprodução

Segundo cálculos da CNC, setor só deve voltar ao nível de geração de receitas pré-pandemia no fim de 2022

Por Daniela Amorim, Estadão Conteúdo - 14/01/2021 - 10:22:31

As atividades turísticas acumulam prejuízo de R$ 261,3 bilhões desde o agravamento da pandemia de covid-19 no País, em março de 2020. O setor chegou ao fim do ano passado operando com apenas 42% da sua capacidade mensal de geração de receitas, calcula a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

O setor turístico só deve recuperar o nível médio de geração de receitas mensais do pré-pandemia ao fim de 2022, prevê o economista Fabio Bentes, da CNC.

“Estamos vendo um recrudescimento da pandemia, com ações sendo tomadas para frear essa disseminação pelo menos até a chegada da vacina. Ainda não sabemos quando afinal de contas esse plano (de imunização) será implementado. O turismo brasileiro não trabalha só com o público doméstico, recebe muito turista do exterior também”, lembrou Bentes.

As perdas mensais de faturamento do turismo brasileiro cresceram de R$ 13,38 bilhões em março para R$ 36,94 bilhões em abril, até o pico de R$ 37,47 bilhões em maio. Houve melhora discreta desde então, descendo a um prejuízo de R$ 34,18 bilhões em junho, R$ 31,87 bilhões em julho, R$ 29,02 bilhões em agosto, R$ 24,98 bilhões em setembro, R$ 20,73 bilhões em outubro, R$ 16,91 bilhões em novembro e R$ 15,83 bilhões em dezembro.

“No comércio, quando você não vende determinado produto, você consegue estocar e vender lá na frente. No turismo não existe estocagem do serviço, então é tempo que foi perdido mesmo”, disse Fabio Bentes.

Mais da metade (51,2%) do prejuízo apurado até agora pelo setor ficou concentrado nos Estados de São Paulo (R$ 94,12 bilhões) e Rio de Janeiro (R$ 39,77 bilhões). A estimativa da CNC considera o que o turismo deixou de arrecadar desde a segunda quinzena de março até o fim de dezembro, tendo como base informações das pesquisas conjunturais e estruturais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) , além de séries históricas referentes aos fluxos de passageiros e aeronaves nos 16 principais aeroportos brasileiros.

A queda na arrecadação afetou o emprego no setor. Os dados mais recentes do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) da Secretaria do Trabalho mostram que 437,9 mil postos de trabalho formais em atividades turísticas foram eliminados de março a novembro de 2020, uma redução de 12,5% da força de trabalho do setor.

Os maiores cortes de vagas ocorreram nos segmentos de bares e restaurantes (-244,1 mil vagas), transporte rodoviário (-88,1 mil vagas) e hospedagem (-65,4 mil vagas).

O agregado especial de atividades turísticas cresceu 7,6% em novembro ante outubro, segundo os dados da Pesquisa Mensal de Serviços, divulgados nesta quarta-feira, 13, pelo IBGE. O resultado representa a sétima taxa positiva seguida, período em que acumulou um ganho de 120,8%. No entanto, o volume de serviços turísticos prestados ainda precisa avançar 42,8% para retornar ao patamar de fevereiro, no pré-pandemia.

Comentários para "Pandemia faz turismo brasileiro acumular prejuízo de R$ 261,3 bilhões de março a dezembro":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Bonito, no Mato Grosso do Sul, sedia primeiro museu subaquático de água doce do Brasil

Bonito, no Mato Grosso do Sul, sedia primeiro museu subaquático de água doce do Brasil

Localizado a quatro metros de profundidade, novo atrativo integra turismo, meio ambiente e arte com a natureza

Mais de dois terços dos brasileiros planejam viajar em breve, aponta pesquisa

Mais de dois terços dos brasileiros planejam viajar em breve, aponta pesquisa

Avanço da vacinação no país aumenta confiança dos viajantes e tem efeitos positivos na retomada econômica do setor de turismo

Gestores do turismo poderão realizar curso em turismo gastronômico

Gestores do turismo poderão realizar curso em turismo gastronômico

Formação online é resultado de parceria entre o Ministério do Turismo e o Instituto Federal de Brasília e oferecerá 300 vagas

Manaus: Os 352 anos da porta de entrada da Amazônia brasileira

Manaus: Os 352 anos da porta de entrada da Amazônia brasileira

Viaje com a gente e saiba um pouco mais sobre o rico e diversificado turismo na capital do Amazonas

Ministério do Turismo institui Fórum de Segurança Turística

Ministério do Turismo institui Fórum de Segurança Turística

Colegiado terá a missão de formular políticas e iniciativas que promovam a segurança nos destinos nacionais.

Capital de Goiás, Goiânia completa 88 anos

Capital de Goiás, Goiânia completa 88 anos

Goiânia completa 88 anos no domingo (24.10).

No Rio, Museu do Pontal inaugura neste domingo horta/jardim sensorial

No Rio, Museu do Pontal inaugura neste domingo horta/jardim sensorial

Espaço servirá para cultivar ervas e realizar eventos educativos

Rio das Ostras Jazz & Blues Festival será evento-teste com 30 shows presenciais

Rio das Ostras Jazz & Blues Festival será evento-teste com 30 shows presenciais

Em virtude dos impactos gerados pela covid-19, o festival também é um fator fundamental para a recuperação econômica do Município e de toda a região da Costa do Sol, fomentando uma de suas principais atividades: o turismo.

Belo Horizonte pode ganhar parque em mata de 200 mil m² de Mata Atlântica, após 12 anos de luta

Belo Horizonte pode ganhar parque em mata de 200 mil m² de Mata Atlântica, após 12 anos de luta

Câmara aprovou projeto que reconhece valor ecológico, paisagístico, cultural e comunitário da Mata do Planalto

Pesquisa revela que turistas preferem viajar de carro

Pesquisa revela que turistas preferem viajar de carro

Segundo Bruno Mantovani, empresário e dono de uma empresa de turismo receptivo, a preferência pelo interior se dá pelo motivo dos turistas buscarem experiências ligadas ao bem-estar e contato com a natureza.

"Viagem" à pré-história: Sítios arqueológicos com pinturas rupestres viram atração em Alagoas

Os 43 sítios arqueológicos do Assentamento Nova Esperança guardam pinturas cujo significado ainda é um mistério para os pesquisadores