×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 04 de dezembro de 2021

Para 57% dos brasileiros, investir no social é o melhor jeito de conter a violência, segundo Datafolha

Para 57% dos brasileiros, investir no social é o melhor jeito de conter a violência, segundo DatafolhaFoto:

Pesquisa aponta que para a maioria dos brasileiros o investimento em áreas sociais é mais importante do que aumentar o número de policiais

último Segundo - 30/12/2019 - 16:57:46

A maioria dos brasileiros acredita que o governo deve investir mais em áreas sociais , como educação e criação de empregos , do que em segurança para combater a violência . Pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda-feira pelo jornal "Folha de S. Paulo" aponta que para 57% dos entrevistados o investimento no social é mais importante do que aumentar o número de policiais treinados e equipados nas ruas, opinião representada por 41%. Outros 2% não souberam responder.

O índice da quem acha melhor priorizar o social é alto até entre os apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que, historicamente, defende investimentos na estrutura das polícias e uma política de segurança mais dura para combater a violência no país. Para 51%, dos que avaliam o governo como ótimo ou bom, a prioridade deve ser nas áreas sociais, contra 47% que acreditam que se deve valorizar mais as polícias.

Recorte

Segundo o levantamento, o que mais influencia essa percepção é idade, escolaridade e renda dos entrevistados. Quanto menor a idade, maior o índice dos que acreditam que o investimento deve ser prioridade nas áreas sociais . Já os entrevistados mais pobres e menos escolarizados tendem a defender o investimento nas polícias.

O Datafolha ainda fez um corte por regiões do país. No Sudeste está o maior índice dos que apoiam mais investimentos no social para conter a violência : são 63% contra 35% daqueles que defendem priorizar as polícias. No Nordeste, o cenário é de 50% a 47%, respectivamente.

Medo de sair à noite

O Datafolha perguntou ainda aos entrevistados se eles têm medo de sair pela cidade depois de anoitecer. Setenta e dois por cento responderam que têm medo, e 28% não. Do total, 50% disse ter muito medo, e 22% ter um pouco de medo.

Link deste artigo: https://ultimosegundo.ig.com.br/2019-12-30/datafolha-para-57-investir-no-social-e-o-melhor-jeito-de-conter-a-violencia.html

Fonte: Último Segundo - iG @ https://ultimosegundo.ig.com.br/2019-12-30/datafolha-para-57-investir-no-social-e-o-melhor-jeito-de-conter-a-violencia.html

Comentários para "Para 57% dos brasileiros, investir no social é o melhor jeito de conter a violência, segundo Datafolha":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Estação Plural da Bienal do Livro do Rio destacará vozes LGBTQIAP+

Estação Plural da Bienal do Livro do Rio destacará vozes LGBTQIAP+

Diversidade sexual e identidade de gênero estarão em debate no evento

Campanha sobre HIV/Aids disponibiliza testagem gratuita no DF

Campanha sobre HIV/Aids disponibiliza testagem gratuita no DF

Stand montado na Rodoviária do Plano Piloto tem distribuição gratuita de preservativos e de auto-teste para HIV / Geoavana Albuquerque/Agência Saúde-DF

Idosos reivindicam visibilidade e enfrentamento ao preconceito

Idosos reivindicam visibilidade e enfrentamento ao preconceito

Martins Machado defendeu a conscientização sobre as formas de preconceito e violência contra a pessoa idosa

“UNA-SE pelo Fim da Violência contra as Mulheres até 2030”

“UNA-SE pelo Fim da Violência contra as Mulheres até 2030”

ONU Mulheres aborda o potencial do esporte para o empoderamento de meninas na campanha “UNA-SE pelo Fim da Violência contra as Mulheres até 2030”

Menina tem as tranças cortadas por colega em escola de Santa Catarina

Menina tem as tranças cortadas por colega em escola de Santa Catarina

A polícia encara o caso, denunciado no último dia 16 de novembro, como ato infracional análogo ao crime de injúria racial. O episódio ocorreu no dia 3 de novembro.

O racismo joga em todas posições no futebol

O racismo joga em todas posições no futebol

Na semana passada, Adriana, do time feminino do Corinthians, foi vítima de racismo por uma jogadora do Nacional de Montevidéu e recebeu, ainda em campo, a solidariedade das colegas

Aprenda para nunca mais dizer: 3 frases que parecem ingênuas, mas alimentam o racismo

Aprenda para nunca mais dizer: 3 frases que parecem ingênuas, mas alimentam o racismo

O Dia da Consciência Negra é uma tentativa de, ao menos uma vez no ano, estimular um debate sobre as desigualdades e celebrar a contribuição do povo negro para a cultura, a ciência, a economia e a política do Brasil

Crianças e jovens com TEA lançam vídeo no Cine Brasília

Crianças e jovens com TEA lançam vídeo no Cine Brasília

A música cantada no vídeo, música From now on, fala sobre o desenvolvimento do potencial de pessoas autistas

Juízes fazem caminhada contra o racismo e a desigualdade

Juízes fazem caminhada contra o racismo e a desigualdade

Evento foi organizado pela Associação dos Magistrados Brasileiros

Senado aprova projeto que classifica injúria racial como racismo; texto segue para a Câmara

Senado aprova projeto que classifica injúria racial como racismo; texto segue para a Câmara

O projeto retira a menção à raça e etnia do item específico do Código Penal (art. 140) e insere novo artigo na Lei de Crimes Raciais, definindo pena de multa e prisão de dois a cinco anos

20 de novembro: Negue a brancura da consciência

20 de novembro: Negue a brancura da consciência

Ao internalizar o racismo mutilamos os nossos sonhos, não vivemos em plenitude, submetemo-nos às humilhações dos brancos e reproduzimos o racismo contra outros negros