×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 09 de agosto de 2022

Para ajudar pais a cuidarem dos cabelos cacheados dos filhos, cabeleireira em Brasília cria curso gratuito pela internet

Para ajudar pais a cuidarem dos cabelos cacheados dos filhos, cabeleireira em Brasília cria curso gratuito pela internet

Foto: G1DF

Dona de salão, Adriana recorria ao alisamento e se inspirou na própria história para montar workshop 'Mães que Curam'; veja como participar.

Por Maria Ferreira*-g1df - 23/05/2019 - 08:49:51

Da cabeça de onde saem vários caracóis enroladinhos também surge um produto chamado rejeição. "O preconceito em relação aos cabelos crespos e cacheados faz com que as crianças acabem querendo alisar as madeixas desde pequenas."

Quem afirma é a cabeleireira Adriana Ribeiro, que desde menina alisava o cabelo. Mas a experiência de quem também usou muita química nas clientes, ao longo da profissão, fez com que a moradora do Distrito Federal descobrisse que não precisava anular suas raízes para sentir-se bonita.

"O adulto é quem cria o preconceito, ele não se aceita e passa isso para a criança. Como vou cultivar uma coisa que eu não gosto?"

Foi para dividir o que aprendeu sobre a beleza do próprio cabelo que Adriana criou o “Workshop Mães que Curam”, um mini-curso gratuito pela internet (saiba mais abaixo).

Durante os encontros online, os pais aprendem desde os cuidados que devem ter com os cabelos cacheados dos filhos, até noções de autoaceitação e de como lidar com o preconceito. O workshop também é aberto para quem quer aprender mais sobre tratamentos e aceitação dos fios.


Preconceito enraizado

Segundo a pesquisadora e doutora em Comunicação pela Universidade de Brasília (UnB) Kelly Quirino, o preconceito está enraizado na cultura social e tem base em um padrão europeu de beleza. "Tudo que é diferente deste padrão, é feio", afirma a professora.

“Entender que o nariz largo, a pele escura e o cabelo cacheado são belos é fundamental para que o empoderamento ocorra.”

Fernanda Silva conta que encontrou na filha, Sophia, de 4 anos, os motivos para esse empoderamento. Foi por causa da menina que ela deixou de alisar o cabelo.

O resultado foi que Sophia ama seus cachos. Com um sorriso no rosto, a pequena fala sobre o cabelo, cheia de orgulh.

Mãe e filha se empoderam por meio do cabelo cacheado no DF

Mãe e filha se empoderam por meio do cabelo cacheado no DF


Novas gerações


Para a pesquisadora Kelly Quirino, além do racismo, o cabelo crespo é percebido como um enfrentamento. "Alguns sentem-se até agredidos", diz a professora quando se refere, principalmente, às novas gerações que assumem seus "cabelos armados".

“O empoderamento que se tem dado para a nova geração é o que tem feito com que ela enfrente o sistema.”


O processo de aceitação ou não do cabelo passa de mãe para filha, afirma a especialista. "Muitas vezes as mães não aprenderam a perceber a beleza do próprio cabelo. Mas quando elas começam a entender esse processo – por meio da leitura ou de atrizes negras em que elas se veem representadas – os padrões começam a mudar".


Mães que Curam

A cabeleireira Adriana Ribeiro percebeu, por experiência própria, a necessidade de atuar diretamente com as mães. Como ela alisava os cabelos, a filha caçula também quis usar produtos químicos e ficar igual a mãe.

"Ela estava sofrendo porque queria um cabelo que nunca ia ter. Então, entramos juntas em um processo de transição. Pra mim, ela é uma referência de liberdade."

A empresária conta que outra motivação para criar o workshop veio da infância. A mãe de Adriana tinha dificuldade na hora de cuidar dos cachos da filha. Por isso, explica, vieram os problemas com a auto-estima pelo "cabelo ruim".

Adriana ainda afirma que a "cura" tem que partir dos pais e de quem está próximo da criança.


Programe-se

Workshop Mães Que Curam


Leia mais notícias sobre a região no G1 DF.

Sob supervisão de Maria Helena Martinho*

Comentários para "Para ajudar pais a cuidarem dos cabelos cacheados dos filhos, cabeleireira em Brasília cria curso gratuito pela internet":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Últimas Notícias
Quais são os principais riscos da automedicação?

Quais são os principais riscos da automedicação?

São Paulo e Portugal sediam concurso internacional de azeites extravirgens

São Paulo e Portugal sediam concurso internacional de azeites extravirgens

Mulheres ganham 24% menos no setor da saúde

Mulheres ganham 24% menos no setor da saúde

Inscrições abertas para a Semana Universitária de 2022

Inscrições abertas para a Semana Universitária de 2022

MPDFT vistoria administrações para verificar cumprimento de decisão judicial

MPDFT vistoria administrações para verificar cumprimento de decisão judicial

Operação Res Capta: MPF denuncia 27 pessoas por corrupção, associação criminosa e crimes ambientais

Operação Res Capta: MPF denuncia 27 pessoas por corrupção, associação criminosa e crimes ambientais

Ministro suspende novo decreto que reduziu IPI de produtos que concorrem com os produzidos na ZFM

Ministro suspende novo decreto que reduziu IPI de produtos que concorrem com os produzidos na ZFM

“O TSE não está só, porque a sociedade não tolera o negacionismo eleitoral”, afirma Fachin

“O TSE não está só, porque a sociedade não tolera o negacionismo eleitoral”, afirma Fachin

Estudo mostra alta da pobreza em regiões metropolitanas

Estudo mostra alta da pobreza em regiões metropolitanas

60 anos da psicologia é marcada por manifestações em defesa da democracia

60 anos da psicologia é marcada por manifestações em defesa da democracia

Roubo de celular vira ‘porta de entrada’ para invasão a contas e cartões

Roubo de celular vira ‘porta de entrada’ para invasão a contas e cartões

Por que as eleições deste ano podem ser as mais atípicas já vistas no Brasil?

Por que as eleições deste ano podem ser as mais atípicas já vistas no Brasil?

“É mito que o álcool faz bem para a saúde”, diz médica da Opas

“É mito que o álcool faz bem para a saúde”, diz médica da Opas

TSE e Kwai estreiam Central das Eleições

TSE e Kwai estreiam Central das Eleições

Preso sob acusação de matar Marielle é condenado por tráfico de armas

Preso sob acusação de matar Marielle é condenado por tráfico de armas

UnB divulga nota à comunidade sobre a doença Monkeypox

UnB divulga nota à comunidade sobre a doença Monkeypox

Internautas cobram cassação do registro de Damares por fake news contra Lula

Internautas cobram cassação do registro de Damares por fake news contra Lula

Prazos processuais judiciais voltam a fluir no TJDFT

Prazos processuais judiciais voltam a fluir no TJDFT

MPDFT apresenta resultados da aplicação de medidas alternativas em 2021

MPDFT apresenta resultados da aplicação de medidas alternativas em 2021

Golpes bancários disparam e devem gerar prejuízos de R$ 2,5 bilhões neste ano

Golpes bancários disparam e devem gerar prejuízos de R$ 2,5 bilhões neste ano

Ministério da Saúde lança Campanha Nacional de Vacinação

Ministério da Saúde lança Campanha Nacional de Vacinação