×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 29 de janeiro de 2022

Participantes de audiência debatem falta de segurança e de manutenção na Rodoviária de Brasília

Participantes de audiência debatem falta de segurança e de manutenção na Rodoviária de BrasíliaFoto: Silvio Abdon/CLDF

Recente decisão do governo de retornar a administração da rodoviária para a Secretaria de Transportes e Mobilidade foi bem recebida pelos participantes do debate proposto pelo deputado Chico Vigilante

Franci Moraes - Agência Cldf - 08/12/2021 - 16:32:44

Falta de segurança e de manutenção na Rodoviária de Brasília foram problemas apontados por participantes de audiência pública da Câmara Legislativa na manhã desta quarta-feira (8), no plenário, transmitida ao vivo pela TV Câmara Distrital (canal 9.3) e Youtube.

O mediador do debate, deputado Chico Vigilante (PT), descreveu a situação “dramática de abandono e descaso” na Rodoviária do Plano Piloto. No espaço, “que já foi um dos cartões de visita da cidade, hoje está difícil até de comer o tradicional pastel com caldo de cana” devido à ocupação desordenada, pontuou. Segundo o parlamentar, o desafio é encontrar mecanismos para que a rodoviária volte a ser um local seguro e satisfatório para a população.

Durante o evento, foi apresentado um vídeo feito pela Associação dos Usuários da Rodoviária de Brasília (AURB), em que a usuária Maria de Jesus mostra os problemas da área, como vazamentos no teto, sujeira nos banheiros e instalações elétricas deterioradas. Ela acrescentou o problema social e a falta de segurança, a exemplo de moradores de rua, circulação de traficantes de drogas e ocorrências até de assassinatos na área. Frente ao descaso. Ela destacou ainda que no local transitam em torno de quinhentas mil pessoas diariamente.“A rodoviária é o marco zero de Brasília, no traço do arquiteto que sonhou a cidade com essa estrutura de mobilidade”, afirmou Maria de Jesus, que apelou pelo cuidado do espaço. Ela também participou da audiência no plenário e rechaçou a privatização como solução.

De acordo com o presidente da AURB, Keeslew Caixeta Lobo, o cenário de dificuldades no local teve início na gestão do ex-governador Rodrigo Rollemberg, quando começaram as obras no local, “mal planejadas e mal executadas”, sendo que, no atual governo, a situação de abandono é total. “Pedimos uma mobilização das secretarias do DF para uma atuação conjunta dos órgãos”, afirmou. Ele reivindicou orçamento próprio para a rodoviária, como já aconteceu em gestões anteriores, e alegou que “a população tem o direito de passar pelo local para fazer seu lanche por custo baixo e seguir a vida para o trabalho”.

Lobo protestou contra o descaso do governo Ibaneis Rocha pelo espaço e disse que sua “crítica construtiva” visa mudar a situação. Nesse sentido, ele adiantou que a AURB pode fazer parceria com o governo para reverter o quadro.

“Sou mãe solteira e consegui criar e formar dois filhos vendendo hambúrguer a um real na rodoviária”, narrou a comerciante Domingas, há vinte anos no local. Ela protestou contra a falta de limpeza, fiscalização e segurança no espaço. “Eu amo a rodoviária e é tão triste olhar a situação hoje porque não consigo sequer levar meu sobrinho de cinco anos ao banheiro porque tem sexo ao vivo dentro dos banheiros da rodoviária”, contou. “Trabalhamos de seis às dez da noite, e pedimos respeito”, frisou, ao reclamar ainda dos resultados das reformas que foram feitas no local. “A rodoviária pede socorro”, concluiu.

Mudanças

Em resposta aos problemas apontados, representantes do GDF se manifestaram no evento, entre eles o administrador da Rodoviária do Plano Piloto, Josué Martins de Oliveira. “A situação social é crítica na área”, afirmou, ao defender a retirada de camelôs e ambulantes da região. Ele justificou que o atual governo encontrou o espaço sucateado, com “reformas paradas”, mas que busca mudanças desde que assumiu.

Por sua vez, o chefe do departamento de Edificações da Novacap, Carlos Alberto Spies, um dos órgãos responsáveis pela manutenção e zeladoria da rodoviária, disse “estar preocupado com a parte de segurança e pânico de incêndio”. Ele apontou ainda problemas de infiltração em reservatórios de água, em elevadores e escadas, entre outras questões estruturais. Contudo, ele adiantou que estão sendo feitos novos projetos voltados à reforma e manutenção dos espaços.

Na avaliação do secretário das Cidades do DF, Valmir Lemos Oliveira, a rodoviária soma questões de transporte, infraestrutura, assistência social, saúde pública e fiscalização. “A rodoviária é um patrimônio de todos nós”, considerou, ao concordar com muitos dos problemas apontados. Segundo ele, o governo tem realizado ações para a recuperação do local, mas elas “ainda não se tornaram perceptíveis” para a comunidade. Ele acredita que a situação vai melhorar com a recente decisão do governo de retornar a administração da rodoviária para a Secretaria de Transportes e Mobilidade.

Ao se dizer “satisfeito” em saber que esta pasta vai “assumir o terminal rodoviário”, o deputado Chico Vigilante solicitou ao secretário de Transportes, Valter Casimiro, esclarecimentos sobre a questão dos permissionários.

Nesse aspecto, Casimiro explicou que o processo licitatório de concessão da Rodoviária não visa exploração comercial das lojas, mas sim dar condições de segurança e manutenção dos equipamentos públicos. A intenção é preservar os permissionários legais hoje existentes, informou, ao anunciar que está sendo elaborado um projeto que contemplará fontes de receita, como a cobrança de estacionamento, para a gestão da área. “Não vamos aguardar o processo licitatório para fazer melhorias e queremos dar velocidade às ações na rodoviária já no início do próximo ano”, adiantou.

Para averiguar as possíveis mudanças e situação da rodoviária, o deputado Chico Vigilante anunciou que será realizada uma nova audiência pública na segunda quinzena de março do ano que vem.


Comentários para "Participantes de audiência debatem falta de segurança e de manutenção na Rodoviária de Brasília":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Recebimento de entulhos no Distrito Federal será restrito a cadastrados

Recebimento de entulhos no Distrito Federal será restrito a cadastrados

A partir de 14 de fevereiro, só quem estiver habilitado no sistema Destino Rápido terá acesso à unidade do SLU que recebe resíduos da construção civil

Governo do DF regulamenta reserva de vagas para pessoas negras

Governo do DF regulamenta reserva de vagas para pessoas negras

Desde julho de 2019, quando foi publicada a Lei nº 6.321, 20% das vagas em concursos púbicos no DF são destinadas a candidatos negros

Semana tem recorde de casos de Covid-19 no Distrito Federal

Semana tem recorde de casos de Covid-19 no Distrito Federal

Com recordes de casos de covid-19 no DF, ocupação de leitos públicos de UTI chega perto dos 100%

De olho nas eleições, PRTB tem novo comando no DF

De olho nas eleições, PRTB tem novo comando no DF

Segundo Bira, a presidente Aldinéa Fidélix virá à Brasília, em breve, e aproveitará a ocasião para apresentar a nova executiva do partido no DF ao Vice-Presidente Hamilton Mourão, principal exponente do PRTB na atualidade

Professores alertam sobre superlotação nas escolas em volta às aulas no DF

Professores alertam sobre superlotação nas escolas em volta às aulas no DF

De acordo com a Secretária de Educação do DF, as aulas da rede pública do DF estão mantidas para início em 14 de fevereiro, presencialmente.

UnB aprova exigência de passaporte da vacina para acesso à universidade

UnB aprova exigência de passaporte da vacina para acesso à universidade

Ingresso nas dependências da UnB só será possível mediante apresentação do passaporte da vacina contra a covid-19

Governador Ibaneis Rocha é reeleito presidente do Consórcio Brasil Central

Governador Ibaneis Rocha é reeleito presidente do Consórcio Brasil Central

Até o final de 2022, o governador Ibaneis Rocha será o presidente do Consórcio Brasil Central, que reúne o DF e os estados do Maranhão, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rondônia e Tocantins

Detran-DF começa a exigir biometria para categoria B

Detran-DF começa a exigir biometria para categoria B

O procedimento de coleta e armazenamento da biometria tem o objetivo de garantir mais segurança e eficácia no processo de habilitação, pois reduz a possibilidade de fraudes e erros

Projeto capacitará agricultores para a venda de alimentos

Projeto capacitará agricultores para a venda de alimentos

No sistema da CSA, o agricultor deixa de vender seus produtos por meio de intermediários e conta com participação das pessoa para o financiamento e escoamento da sua produção, os chamados coagricultores

Justiça anula licitação para prestação de serviços funerários no DF

Justiça anula licitação para prestação de serviços funerários no DF

Cabe recurso

Casos de SRAG tendem a crescer no DF e em 24 estados, diz Fiocruz

Casos de SRAG tendem a crescer no DF e em 24 estados, diz Fiocruz

Rondônia e Espírito Santo são as exceções