×
ContextoExato
Responsive image

PCDF prende em Goiânia golpista que se passava pelo governador Ibaneis

PCDF prende em Goiânia golpista que se passava pelo governador IbaneisFoto: Jacqueline Lisboa - Metrópoles

O homem é vigilante de escolta armada e foi detido dentro uma empresa de segurança. Os agentes ainda procuram mais dois suspeitos

Carlos Carone Celimar De Meneses - Metrópoles - 05/01/2021 - 06:20:29

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu, nesta segunda-feira (4/1), um dos homens responsáveis por se passar pelo governador Ibaneis Rocha (MDB) com a intenção de aplicar golpes.

O estelionatário preso em flagrante é vigilante de escolta armada e foi detido dentro uma empresa de segurança em Goiânia (GO) pela Delegacia de Repressão a Crimes Cibernéticos (DRCC), que investiga o caso. Os policiais civis ainda procuram mais dois suspeitos na cidade.

Os investigadores apreenderam cartões com dados de vítimas. O segundo suspeito não foi localizado e o terceiro é tem várias passagens pela polícia. Segundo o Delegado-Geral da PCDF, Robson Cândido, a ação rápida da DRCC viabilizou a prisão em flagrante.

“As equipes conseguiram localizar o principal suspeito. Os outros dois já foram identificados e deverão ser presos em seguida. A resposta rápida da PCDF é fundamental para coibir esse tipo de crime”, afirmou.

Segundo revelado pelo Metrópoles, os criminosos pegaram uma foto do governador na internet e usaram um número de telefone com prefixo 061, do Distrito Federal, e tiveram acesso aos contatos pessoais do chefe do Executivo local.

Com os números em mãos, passaram a enviar mensagens fingindo ser Ibaneis Rocha e pedindo para que fossem efetuados depósitos em uma conta bancária. Familiares do governador chegaram a receber o pedido. De acordo com o delegado-chefe da DRCC, Giancarlos Zuliani, o preso irá permanecer em Goiânia. “Fizemos o flagrante por estelionato na capital goiana e o preso passara por audiência de custódia no Tribunal de Justiça da cidade e não virá para o DF”, explicou.

Perguntado sobre o caso na tarde de hoje, o governador demonstrou irritação : “É cada bandido…”, indignou-se. No início da tarde, o chefe do Executivo local disparou mensagens aos contatos mais próximos e da estrutura do Palácio do Buriti com o intuito de alertar sobre o crime.

“Boa tarde. Um perfil falso foi criado com o meu nome. Estão remetendo mensagens e fazendo pedidos falsos. Recebendo-os, favor desconsiderar”, escreveu. No mesmo texto, o governador encaminha o print da tela com o número usado pelo estelionatário.

Reprodução /WhatsApp
Governador alertou contatos sobre possibilidade de golpe com o nome dele
Outros casos

Durante 2020, muitos parlamentares foram vítimas de golpes semelhantes ao aplicado contra o governador do Distrito Federal. Entre eles os deputados federais Israel Batista (Partido Verde), Carla Zambelli (PSL-SP), Luisa Canziani (PTB-PR) e Filipe Barros (PSL-PR).

Esse tipo de crime segue crescendo na capital federal. Em média, foram três ocorrências registradas, por dia, no ano passado.

Comentários para "PCDF prende em Goiânia golpista que se passava pelo governador Ibaneis":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório