×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 09 de dezembro de 2021

Perigo de interdição às praias atingidas por mancha de óleo no Rio de Janeiro

Perigo de interdição às praias atingidas por mancha de óleo no Rio de JaneiroFoto: Correio Braziliense

Derramamento chegou antes ao Nordeste, como na Praia de São José da Coroa Grande, na divisa entre PE e AL

Bernardo Bittar-correio Braziliense - 25/11/2019 - 08:35:03

Autoridades do Rio avaliam fechar o acesso às praias atingidas por mancha de óleo que já se espalhou por 11 estados

Após a confirmação de que o vazamento de óleo que atingiu a costa brasileira chegou ao litoral Rio de Janeiro, o Ministério Público do estado informou que avalia a necessidade de interdição da Praia de Grussaí, onde foram detectados os fragmentos de óleo. Segundo o MP, que instaurou um procedimento administrativo para acompanhar o avanço da mancha, a medida visa proteger banhistas e a população local do risco de contaminação.


A necessidade de interdição será avaliada pela 2ª Promotoria de Justiça de São João da Barra, junto à Secretaria de Estado do Ambiente e Sustentabilidade e à Defesa Civil. No último sábado, pequenos fragmentos do óleo derramado na costa nordestina foram encontrados em São João da Barra, no litoral do Rio de Janeiro, segundo o Grupo de Acompanhamento e Avaliação (GAA), formado pela Marinha do Brasil (MB), Agência Nacional de Petróleo (ANP) e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA). O órgão informou que mais ou menos 300 gramas do chamado “petróleo cru” foram detectados e removidos da orla fluminense.


O material foi analisado pelo Instituto de Estudo do Mar Almirante Paulo Moreira (IEAPM) e constatado como “compatível com o óleo encontrado no litoral da região Nordeste e Espírito Santo”, afirmou o grupo no texto. Desde o fim de semana, um grupamento de militares da MB se encontra no local para monitorar e limpar a área atingida, com a colaboração de servidores do Ibama.


O avanço da mancha de óleo em águas nacionais motivou um comentário do presidente Jair Bolsonaro. No sábado, ele disse que não há como saber quanto de óleo foi derramado próximo à costa brasileira.Para o presidente, é preciso preparar-se para o pior cenário. “Gostaríamos muito de que fosse identificado quem, no meu entender, cometeu esse ato criminoso. Agora, não sabemos quanto de óleo tem no mar. Na pior hipótese, um petroleiro, caso tenha jogado no mar toda sua carga, menos de 10% chegou à nossa costa, ainda. Nos preparemos para o pior. Pedimos a Deus que isso não aconteça”, disse durante evento na Vila Militar do Rio de Janeiro.


Regiões afetadas
Segundo o monitoramento do Ibama, o derramamento de óleo atingiu 720 municípios do litoral brasileiro. O desastre foi identificado inicialmente nas praias do estado da Paraíba em agosto. Em seguida, espalhou-se em grandes quantidades pelo Nordeste. No início de novembro, a mancha chegou ao estado do Espírito Santo (Sudeste) e ao norte do Rio. Assim, subiu para onze o número de estados brasileiros atingidos pelo poluente.

Comentários para "Perigo de interdição às praias atingidas por mancha de óleo no Rio de Janeiro":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Uma pista novinha para os skatistas de Águas Claras

Uma pista novinha para os skatistas de Águas Claras

Com a ajuda de aprendizes do RENOVADF, a pista de skate da quadra 107 ganha manutenção; outros 27 equipamentos na cidade passarão por reformas

UnB aprova título de Doutor Honoris Causa para o líder indígena Aílton Krenak

UnB aprova título de Doutor Honoris Causa para o líder indígena Aílton Krenak

Líder indígena e ambientalista Aílton Krenak receberá o título de Doutor Honoris Causa pela Universidade de Brasília (UnB)

MST comercializa cesta de natal com produtos da reforma agrária

MST comercializa cesta de natal com produtos da reforma agrária

O período de entrega ou retirada das cestas será entre os dias 14 e 23 de dezembro.

Começa a 54ª edição do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro

Começa a 54ª edição do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro

Festival de Brasília do Cinema Brasileira será totalmente online e vai de 7 a 14 de dezembro; filmes poderão ser vistos de forma gratuita pela internet.

De olho na natureza, crianças participam do Natal no Cerrado

De olho na natureza, crianças participam do Natal no Cerrado

A ação contou com exposição de fotos, plantação de sementes e contação de história

Rede pública de ensino do DF amplia oferta de idiomas

Rede pública de ensino do DF amplia oferta de idiomas

Sofia de Souza, de 15 anos, pretende cursar alemão no Cemi Gama e conhecer a Alemanha

Grafite muda a paisagem da avenida W3 Sul

Grafite muda a paisagem da avenida W3 Sul

Douglas Retok conta que muitas vezes percorreu a W3 Sul em busca de um muro que servisse de suporte para sua arte

Artesãos brasilienses participam de feira em Belo Horizonte

Artesãos brasilienses participam de feira em Belo Horizonte

A artesã Tânia Rodrigues com a secretária de Turismo, Vanessa Mendonça

Trânsito é liberado aos domingos e feriados na W3 Sul

Trânsito é liberado aos domingos e feriados na W3 Sul

A avenida volta a ter circulação de veículos

Museu da República no Distrito Federal exibe três mostras simultaneamente

Museu da República no Distrito Federal exibe três mostras simultaneamente

Cecília Lima, Raíssa Studart e Cléber Cardoso Xavier apresentam trabalhos produzidos durante residência artística em Olhos D’Água

Jardim Zoológico de Brasília recebe ursa ameaçada de extinção

Jardim Zoológico de Brasília recebe ursa ameaçada de extinção

Liz veio da Bahia especialmente para encontrar Ney. Expectativa é que o casal contribua para a preservação da espécie, ameaçada de extinção.