×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 05 de dezembro de 2021

Pesquisadores encontram óleo em corais e sedimentos no fundo do mar no Roi Grande do Norte

Pesquisadores encontram óleo em corais e sedimentos no fundo do mar no Roi Grande do NorteFoto: Patrícia Eichler

Pesquisadores ligados à UFRN (Universidade Federal do Rio Grande do Norte) encontraram manchas de óleo em corais e em sedimentos marinhos nos parrachos de Pirangi do Sul, no litoral leste do estado.

Carlos Madeiro - Uol Notícias - 22/10/2019 - 20:38:07

Os parrachos são um conjunto de recifes de coral que formam piscinas naturais, com águas transparentes. A presença de óleo foi identificada em corais a três metros de profundidade. "Foram coletadas 30 amostras e em 28 delas havia indícios de óleo", diz a pesquisadora Patrícia Eichler, professora visitante de geologia na UFRN e da pós-graduação em ciências ambientais da Unisul (Universidade do Sul de Santa Catarina), que comandou o levantamento.

Coral com manchas de óleo em Pirangi do Sul - Patrícia Eichler

Coral com manchas de óleo em Pirangi do Sul

Imagem: Patrícia Eichler

A descoberta do óleo foi feita durante a visita da equipe do Laboratório de Geologia e Geofísica Marítima e Monitoramento Ambiental da UFRN no último dia 16. As amostras foram coletadas do estuário do rio Pium (berçário das espécies) a até 5 km mar adentro.

O óleo encontrado vai ser analisado quimicamente. Ainda não é possível afirmar que seja o mesmo que aparece na costa do Nordeste desde o dia 30 de agosto. Entretanto, Eichler afirma que visitou o local entre 2013 e 2014 e não havia qualquer vestígio do material.

Contaminação profunda

Segundo as amostras, havia a presença do óleo nas camadas superficial e interna do fundo dos corais. Para ela, o material pode impedir trocas gasosas e provocar alterações no pH essencial para a vida no local.

"Houve uma penetração nas camadas mais internas do solo marinho. O que isso acarreta é que não mata apenas a epifauna —que vive sob o fundo do mar—, mas também a infauna —que vive dentro do sedimento marinho a até a 10 cm [de profundidade]. É um impacto ambiental violento", explica ela.

Eichler conta que, ao entrar em contato com a água, o óleo libera ácido sulfídrico, aumentando a acidez do fundo marinho e prejudicando toda a cadeia ambiental.

"Os consumidores primários são feitos com carbonato de cálcio. Em contato com o óleo, isso acidifica e é dissolvido. Ou seja, você tem uma dissolução dos consumidores primários e secundários da cadeia alimentar. Vai faltar alimento para camarão, caranguejo, peixe."

Outro problema é como o deve se comportar o mar após o desaparecimento das manchas. "Há uma tendência de 30% desse óleo derramado ir para o fundo do mar. O que cair no solo fará a acidez continuar alta por anos", diz a especialista.

Petróleo retirado de praias do Nordeste é transformado em carvão

Comentários para "Pesquisadores encontram óleo em corais e sedimentos no fundo do mar no Roi Grande do Norte":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Museu da República no Distrito Federal exibe três mostras simultaneamente

Museu da República no Distrito Federal exibe três mostras simultaneamente

Cecília Lima, Raíssa Studart e Cléber Cardoso Xavier apresentam trabalhos produzidos durante residência artística em Olhos D’Água

Natal no Cerrado une espírito festivo e meio ambiente

Natal no Cerrado une espírito festivo e meio ambiente

Ação de conscientização ambiental acontece, simultaneamente, nos parques ecológicos Sucupira e Riacho Fundo

Dezembro começa com eventos culturais on-line e presenciais no DF

Dezembro começa com eventos culturais on-line e presenciais no DF

Bruna Mendez atração do Festival

Semana Nacional de Ciência e Tecnologia começa hoje em Brasília

Semana Nacional de Ciência e Tecnologia começa hoje em Brasília

Evento tradicional desperta curiosidades e instiga saber científico

Trânsito é liberado aos domingos e feriados na W3 Sul a partir de 5 de dezembro

Trânsito é liberado aos domingos e feriados na W3 Sul a partir de 5 de dezembro

A avenida volta a ter circulação de veículos

Chargista visita escola militarizada que sofreu censura em mural sobre racismo

Chargista visita escola militarizada que sofreu censura em mural sobre racismo

Trabalho de estudantes para o Dia da Consciência Negra recebeu pressão de militares para ser retirado

Proximidades: Inscrições estarão abertas entre 1º de fevereiro e 16 de março

Proximidades: Inscrições estarão abertas entre 1º de fevereiro e 16 de março

Mostras serão exibidas em quatro Promotorias de Justiça

Natal no Cerrado celebra meio ambiente no Distrito Federal

Natal no Cerrado celebra meio ambiente no Distrito Federal

Ações de conscientização ambiental começam na sexta (3) nos parques ecológicos do Riacho Fundo e Sucupira, em Planaltina, e vão até 6 de janeiro

Agricultoras do DF ensinam a fazer árvore de Natal e arranjos

Agricultoras do DF ensinam a fazer árvore de Natal e arranjos

São duas oficinas para ensinar a produzir arranjos natalinos

O que abre e o que fecha nesta terça-feira, Dia do Evangélico

O que abre e o que fecha nesta terça-feira, Dia do Evangélico

Torre de TV estará aberta das 9h às 17h45

Hortos medicinais reúnem mais de 80 espécies de plantas no Distrito Federal

Hortos medicinais reúnem mais de 80 espécies de plantas no Distrito Federal

Meta é produzir medicamentos fitoterápicos para complementar diversos tratamentos de usuários da rede pública de saúde