×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 27 de novembro de 2021

PGR segura 330 processos e emperra decisões do STF com Aras no comando do órgão

PGR segura 330 processos e emperra decisões do STF com Aras no comando do órgãoFoto: STF arquivo

A PGR, todavia, contesta que esteja sob poder de 20 ações de 2019 e 2020, afirmando que são apenas dois desse período

Estação Da Notícia - 18/10/2021 - 15:53:10

A Procuradoria-Geral da República (PGR) está “segurando” 330 processos do Supremo Tribunal Federal (STF), atrasando assim, em alguns casos, a tramitação e o julgamento das causas. O levantamento é do portal UOL a partir de dados do STF. Na lista, existem 20 ações que foram repassadas à PGR entre 2019 e 2020. O restante é deste ano. A PGR, todavia, contesta que esteja sob poder de 20 ações de 2019 e 2020, afirmando que são apenas dois desse período.

Em agosto deste ano, o procurador-geral da República, Augusto Aras (foto), enviou ao presidente do STF, Luiz Fux, ofício sobre o cumprimento de prazos processuais por parte da PGR. No documento, Aras reafirma a necessidade de que prazos não previstos em lei sejam fixados com razoabilidade, tendo em vista o grande volume de processos analisados pela PGR. No documento, o procurador-geral recorda que, segundo o regimento interno do STF, o prazo geral para manifestações da PGR é de 15 dias. Essa regra é aplicada quando a legislação processual ou o regimento não fixam prazo específico, dependendo da classe processual e do rito adotado. Augusto Aras assumiu como procurador-geral da República em 26 de setembro de 2019, sendo aprovado pelo Senado Federal com 68 votos favoráveis e dez contrários.

Vaga no STF

O procurador-geral da República afirmou em entrevista à emissora Band no domingo (17) que “tem tido conversas” sobre a possibilidade de ocupar o cargo de ministro do STF. Contudo, Augusto Aras negou que tenha se candidatado ao posto.

“Eu admito que a conversa sempre ocorra, inclusive nos encontros fortuitos ou não, nos jantares ou encontros em um corredor, em uma seção. Todavia, eu não me candidatei a ministro do Supremo. Estou em um cargo de procurador da República [...] se em algum momento da minha vida eu for distinguido pelo presidente da República com a indicação, será uma grande honra”, afirmou, acrescentando que não houve convite do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) até o momento.

Aras concluiu dizendo que quem quer ser ministro do Supremo “não pode ser PGR e vice-versa. O cargo de procurador-geral da República é extremamente conflituoso”. Em julho, Bolsonaro indicou ao STF o ex-advogado-geral da União André Mendonça, que enfrenta resistências no Senado. (Sputnik Brasil)

Comentários para "PGR segura 330 processos e emperra decisões do STF com Aras no comando do órgão":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Patrícia Vanzolin: 'Eleição da OAB foi uma quebra de paradigmas'

Patrícia Vanzolin: 'Eleição da OAB foi uma quebra de paradigmas'

Patrícia considera que sua vitória é também do gênero.

Brasil fechará fronteiras aéreas para seis países da África, diz ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira

Brasil fechará fronteiras aéreas para seis países da África, diz ministro da Casa Civil, Ciro Nogueira

Pela manhã, a apoiadores em frente ao Palácio da Alvorada, Bolsonaro minimizou o impacto de um fechamento de fronteira aérea para conter a covid-19. "Não vai vedar, rapaz. Que loucura é essa? Fechou o aeroporto o vírus não entra? Já está aqui dentro", declarou o presidente, ao ser questionado sobre a chance de restringir a entrada de estrangeiros no País.

Greve na EBC afeta cobertura do Enem e jornalismo factual

Greve na EBC afeta cobertura do Enem e jornalismo factual

Mais de 70% dos trabalhadores da EBC aderiram à greve, que começou nesta sexta-feira (26)

Simone Tebet: Mais um nome na disputa da terceira via

Simone Tebet: Mais um nome na disputa da terceira via

Anúncio da candidatura de Simone Tebet aumenta opções em 2022

Ida de Santos Cruz ao Podemos sinaliza divisão dos militares entre Moro e Bolsonaro

Ida de Santos Cruz ao Podemos sinaliza divisão dos militares entre Moro e Bolsonaro

Bate-papo com Hélio Doyle

'O Brasil cometeu o equívoco de minimizar a questão do desmatamento', diz Kátia Abreu em entrevista

'O Brasil cometeu o equívoco de minimizar a questão do desmatamento', diz Kátia Abreu em entrevista

'O Brasil cometeu o equívoco de minimizar a questão do desmatamento', diz Kátia Abreu à Sputnik

Justiça do DF nega indenização por charge com informação equivocada sobre herança de Mariza Leticia

Justiça do DF nega indenização por charge com informação equivocada sobre herança de Mariza Leticia

Turma nega indenização por charge com informação equivocada sobre herança de ex-primeira dama

Congresso tem sessão solene pelo fim da violência contra as mulheres

Congresso tem sessão solene pelo fim da violência contra as mulheres

Sessão marcou o início da campanha dos "16 Dias de Ativismo"

Pesquisa aponta partidos políticos como ambientes hostis às mulheres

Pesquisa aponta partidos políticos como ambientes hostis às mulheres

Ato simbólico da bancada feminina em prol da aprovação de cotas para mulheres no Congresso

Itamaraty troca seu alto escalão e revê políticas de Ernesto Araújo

Itamaraty troca seu alto escalão e revê políticas de Ernesto Araújo

Mudanças na entidade ainda dependem de indicações formais do presidente Jair Bolsonaro para a chefia de embaixadas.

Repressão a movimentos populares é

Repressão a movimentos populares é "calcanhar de aquiles" de Mendonça em sabatina no Senado

Indicação de Mendonça deve ser levada à CCJ na próxima semana; data ainda não foi definida