×
ContextoExato

Polícia Federal afirma que DEM teve a maior candidatura laranja de 2018, diz jornal

Polícia Federal  afirma que DEM teve a maior candidatura laranja de 2018, diz jornalFoto: Câmara dos Deputados

Segundo reportagem publicada nesta segunda-feira pela "Folha de S. Paulo", o caso ocorreu no Acre e envolve R$ 240 mil

Do Valor - 25/11/2019 - 10:13:04

Uma investigação da Polícia Federal (PF) apontou fortes indícios de que a verba eleitoral pública do DEM foi desviada no maior esquema de candidatura laranja nas eleições de 2018, segundo reportagem publicada nesta segunda-feira pelo jornal "Folha de S. Paulo".

De acordo com a notícia, a policial militar Sonia de Fátima Silva Alves que oficialmente concorreu pelo DEM no Acre a deputada estadual recebeu R$ 240 mil do Diretório Nacional da sigla. Ainda segundo o jornal, ela declarou ter contratado 46 pessoas para atividades de mobilização de rua, além de aluguel de 16 automóveis, confecção de santinhos e contratação de anúncios, recebendo ainda R$ 39.500 em material eleitoral doado.

Apesar do aparato, de acordo com a "Folha", a policial militar obteve apenas seis votos, tornando-se a candidata com o voto mais caro do país, com um gasto de R$ 46,6 mil de verba por apoiador.

O jornal diz que, segundo o inquérito da PF, Sonia foi usada como candidata laranja para desvio das verbas para beneficiar o deputado federal Alan Rick (AC), presidente do Diretório Estadual do DEM e membro de Executiva Nacional do partido.

O deputado federal Alan Rick (DEM-AC) fala no plenário da Câmara  — Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

O deputado federal Alan Rick (DEM-AC) fala no plenário da Câmara — Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

O delegado que apontou os indícios, segundo a "Folha", comparou a candidatura suspeita do DEM com o suposto esquema do PSL, ex-partido do presidente Jair Bolsonaro, e disse que "os fatos narrados na presente investigação [a do DEM] são muito mais graves". "Os desvios foram maiores e operacionalizados de forma muito visível (inclusive com reportagens sérias publicadas em fevereiro de 2019), tornando necessário medidas proporcionais", escreveu Jacob Guilherme da Silveira Farias de Melo, delegado da Polícia Federal responsável pelo caso e citado pela "Folha".

Em reposta ao jornal, o deputado Alan Rick afirmou que Sonia foi escolhida já perto da eleição para a vaga de uma candidata que havia desistido e que o expressivo repasse de verbas, decidido pela Executiva Estadual, ocorreu para que ela pudesse reverter a situação de desvantagem. Ainda em resposta à "Folha", Rick afirmou que a verba empregada "nem sempre traz o resultado desejado para o candidato e para o partido, mas é certo que os resultados servem para o aprimoramento das escolhas futuras em novos pleitos".

Em nota encaminhada ao Valor, o diretório nacional do DEM afirmou que instaurou procedimento interno para acompanhar as denúncias de desvio. No comunicado, o diretório nacional também diz que punirá "exemplarmente" os eventuais responsáveis e afirma que não teve responsabilidade em irregularidades, já que a indicação de quais candidatas receberão recursos é de exclusividade dos diretórios estaduais.

Comentários para "Polícia Federal afirma que DEM teve a maior candidatura laranja de 2018, diz jornal":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório