×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 27 de novembro de 2021

Policias de Goiás e do Mato Grosso do Sul apreendem 2,5 toneladas de maconha

Policias de Goiás e do Mato Grosso do Sul apreendem 2,5 toneladas de maconhaFoto: Divulgação

A apreensão trouxe prejuízo estimado em R$ 2,5 milhões ao tráfico de drogas.

Estação Da Notícia - 19/10/2021 - 10:28:00

Uma operação integrada entre as forças de segurança de Goiás e do Mato Grosso do Sul resultou na apreensão de 2,5 toneladas de maconha, neste domingo (17/10). A droga, oriunda do Paraguai, foi interceptada em Ponta Porã (MS), após troca de informações entre as equipes policiais. Ao todo, quatro pessoas foram presas em flagrante. A apreensão trouxe prejuízo estimado em R$ 2,5 milhões ao tráfico de drogas.

“Temos uma segurança pública integrada, com a pura capacidade de inteligência, com um nível de profissionalismo ímpar e que é referência nacional. Tenho orgulho de ser comandante-em-chefe da melhor polícia do país”, assinala o governador Ronaldo Caiado. “De uma coisa eu tenho certeza: bandido não cresce em Goiás”, completa o chefe do Executivo Estadual.

O secretário de Estado da Segurança Pública (SSP-GO), Rodney Miranda, também comemorou a apreensão. “Hoje, está cada vez mais difícil achar droga na rua. Isso é fruto de um trabalho de inteligência, de esforço e de integração entre as nossas polícias”, pontua. Na análise do titular da pasta, apreensões como essa contribuem não apenas para a descapitalização de organizações criminosas, mas, principalmente, para interromper o ciclo criminoso. “Isso torna as quadrilhas cada dia menores e mais desorganizadas”, afirma.

A ação integrada contou com a participação da Polícia Militar de Goiás (PMGO), por meio do Grupo de Radiopatrulha Aérea (Graer) e do Batalhão de Operações Especiais (Bope). O trabalho também teve apoio de equipes do Serviço Aéreo do Estado de Goiás (Saeg) e do Batalhão de Choque da Polícia Militar do Mato Grosso do Sul (PMMS).

Apreensão
De acordo com o Comandante do Graer, Tenente Coronel Ricardo Ferreira de Bastos, o grupo criminoso já era monitorado pelo serviço de inteligência da PM-GO. “Nós tivemos as informações desse carregamento porque um dos criminosos já havia sido preso aqui em Goiás, em 2017, por tráfico e associação para o tráfico. A partir daí, nós compartilhamos com a Polícia Militar do Mato Grosso do Sul, que nos apoiou nessa operação”, explicou.

Segundo as informações levantadas durante a ação, os ilícitos eram oriundos da cidade de Capitan Bado, no Paraguai e tinham como destino os estados de Goiás e Maranhão. Assim que os carregamentos entraram no Brasil, passaram a ser monitorados. “No momento em que foi realizada a abordagem, eles já estavam descarregando a droga dos veículos para ficar um tempo em uma casa e posteriormente ser distribuída”, disse.

Ao todo, quatro pessoas foram presas em flagrante. Os suspeitos (dois brasileiros e dois paraguaios) eram integrantes de uma facção criminosa. Eles foram levados, junto aos entorpecentes e veículos usados no crime, à Delegacia de Polícia Federal de Ponta Porã (MS). Os quatro indivíduos foram autuados pelos crimes de tráfico internacional de drogas e associação para o tráfico.

Comentários para "Policias de Goiás e do Mato Grosso do Sul apreendem 2,5 toneladas de maconha":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Vale, Tüv Süd e 19 pessoas são indiciadas pela Polícia Federal pela tragédia de Brumadinho

Vale, Tüv Süd e 19 pessoas são indiciadas pela Polícia Federal pela tragédia de Brumadinho

Inquérito segue agora para o MPF; gestores e diretores das empresas multinacionais estão entre os indiciados

Brasil ‘não pode ser atraente para o turismo antivacina’, diz diretor da Anvisa

Brasil ‘não pode ser atraente para o turismo antivacina’, diz diretor da Anvisa

“Agora, o Brasil não pode ser atraente para o turismo antivacina. Isso não é razoável, não é aceitável, e nós iremos às ultimas consequências defendendo as nossas posições embasadas em ciência para proteger o nosso cidadão”, complementou o diretor da Anvisa.

Campanha Natal Sem Fome do MST arrecada recursos para doação de alimentos; Saiba como ajudar

Campanha Natal Sem Fome do MST arrecada recursos para doação de alimentos; Saiba como ajudar

Para contribuir com a campanha, é possível doar recursos financeiros que irão auxiliar na produção das cestas

Decisão do STJ impede obra de resort em Restinga de Maricá no Rio

Decisão do STJ impede obra de resort em Restinga de Maricá no Rio

A ação suspende qualquer empreendimento nesta área ambiental

Banco Central regulamenta Pix Saque e Pix Troco

Banco Central regulamenta Pix Saque e Pix Troco

Novas modalidades estarão disponíveis na próxima segunda-feira

Senado aprova BR do Mar, projeto que visa impulsionar navegação em portos nacionais

Senado aprova BR do Mar, projeto que visa impulsionar navegação em portos nacionais

A proposta foi aprovada pelos senadores, mas voltará à Câmara dos Deputados uma vez que o texto sofreu alteração. Posteriormente, segue para sanção do presidente, Jair Bolsonaro.

Justiça trava dados de gastos do cartão da Presidência

Justiça trava dados de gastos do cartão da Presidência

Decisão do Supremo de novembro de 2019 derrubou o artigo do decreto militar que garantia pouca transparência às compras do presidente, mas mesmo assim o governo mantém os dados sob sigilo ignorando a decisão judicial.

Garimpeiros em rio na Amazônia falam em tocaia contra a polícia

Garimpeiros em rio na Amazônia falam em tocaia contra a polícia

Os garimpeiros no local trocaram ontem áudios, obtidos pelo Estadão, que mostram que parte do grupo defende que alguns deles façam tocaias na floresta para surpreender agentes de fiscalização em caso de abordagem. A ideia é "largar bala" na polícia.

Professores dão dicas para segundo dia de provas do Enem

Professores dão dicas para segundo dia de provas do Enem

Matemática e ciências da natureza serão exames de domingo (28)

Operação investiga fazendeiros por sonegação fiscal nos municípios que mais produzem soja em MT

Operação investiga fazendeiros por sonegação fiscal nos municípios que mais produzem soja em MT

Ao longo de todo o ano de 2019, por exemplo, estima-se que todo o agronegócio brasileiro tenha pago apenas R$ 16,3 mil em impostos sobre a exportação

Sem dinheiro, governo deixa auxílio-diesel para caminhoneiros só no papel

Sem dinheiro, governo deixa auxílio-diesel para caminhoneiros só no papel

A ajuda aos caminhoneiros deveria ser de R$ 400 por mês até dezembro de 2022. A medida terá um custo de cerca de R$ 4 bilhões e seria paga coma PEC dos Precatórios.