×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 26 de outubro de 2021

Por 6 meses. Brasil assume presidência do Mercosul na área cultural

Por 6 meses. Brasil assume presidência do Mercosul na área culturalFoto: Pixabay

Para Osmar Terra, os países do Mercosul devem fortalecer o intercâmbio cultural de forma articulada e avançar em parcerias estratégicas com a Aliança do Pacífico e a União Europeia.

Por Marieta Cazarré - Agência Brasil Montevidéu - 29/06/2019 - 10:38:17

O Brasil assumiu, pelos próximos 6 meses, a liderança das atividades culturais do Mercosul. De acordo com um sistema de rotatividade por ordem alfabética, a Argentina passou o comando para o Brasil, que assume a presidência pró-tempore na área cultural.

O ministro da Cidadania, Osmar Terra, recebeu ontem (27), na 45ª Reunião de Ministros da Cultura do Mercosul, em Buenos Aires, a liderança do setor do governo argentino. Terra disse que os países membros do Mercosul vão procurar estimular ao máximo o intercâmbio cultural na América do Sul.

"Uma das coisas que vamos fazer é estimular a integração dos povos das missões jesuítas. É como o Caminho de Santiago [de Compostela], para fazer um turismo cultural, religioso, que vai integrar os 30 povos das missões, que engloba Uruguai, Argentina, Paraguai, Bolívia e Brasil".

Para o ministro, a aproximação entre os países do bloco é importante para a definição de políticas sociais e para a articulação e desenvolvimento de ações que tragam benefícios à população. Ele defendeu ainda a união com outras esferas do Mercosul, em especial a área social.

Para Osmar Terra, os países do Mercosul devem fortalecer o intercâmbio cultural de forma articulada e avançar em parcerias estratégicas com a Aliança do Pacífico e a União Europeia.

“Estamos discutindo como trabalhar em conjunto as questões culturais, desenvolver o mercado cultural e também exportar essas atividades, a nossa história, a nossa cultura, a nossa música, a nossa dança, o teatro e o cinema".

Troca de experiências

Para Henrique Pires, secretário especial da Cultura, o trabalho conjunto é fundamental para solucionar problemas comuns a todos os países da região. “É possível encontrar soluções nessas conversas multilaterais, no sentido de trocar experiências e aproximar as nossas comunidades”. Ele acompanhou a agenda e representa o Brasil, hoje (28), na segunda edição da Cúpula Cultural das Américas.

O secretário de Cultura da Argentina, Pablo Avelluto, ressaltou a capacidade de coordenação que o Brasil tem no setor cultural. “O debate das alianças, os novos entornos digitais, o desenvolvimento das indústrias criativas, o desenvolvimento dos patrimônios materiais e imateriais são assuntos que o Brasil tem plenas condições de coordenar", disse Avelluto.

Para a diretora do escritório da Unesco na Argentina, Lidia Brito, a fala do ministro brasileiro fortalece a continuidade dos acordos de cooperação. “Como vimos, hoje o Brasil tem muito a trazer para esses desafios que são comuns para toda a região. Portanto, o que nós esperamos é um reforço da nossa colaboração com nossos estados-membros e com o Brasil, em particular, pela sua presidência.”

Também estiveram presentes representantes das delegações da Argentina, Bolívia, Chile, Paraguai, Uruguai, Peru e Colômbia.

Saiba mais

Edição: Fernando Fraga

Comentários para "Por 6 meses. Brasil assume presidência do Mercosul na área cultural":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Biden será 1º presidente dos EUA a participar da cúpula da ASEAN em 4 anos

Biden será 1º presidente dos EUA a participar da cúpula da ASEAN em 4 anos

Erdogan muda de ideia quanto a expulsão de embaixadores após escândalo diplomático

Ministério Público da Argentina recomenda suspensão de trigo transgênico discutido no Brasil

Ministério Público da Argentina recomenda suspensão de trigo transgênico discutido no Brasil

Iniciativas tentam barrar o trigo transgênico no Brasil e na Argentina; trigo HB4 já é cultivado em cinco províncias do país vizinho.

China vai defender paz mundial, diz presidente Xi no aniversário do retorno à ONU

China vai defender paz mundial, diz presidente Xi no aniversário do retorno à ONU

Ministros e líderes partidários são detidos no Sudão

Rússia bate novo recorde de mortes por Covid-19

Rússia bate novo recorde de mortes por Covid-19

A Rússia foi o primeiro país do mundo a autorizar uma vacina contra covid-19 com o lançamento do Sputnik V em agosto de 2020

Moscou adotará medidas de lockdown para conter alta da Covid-19

Moscou adotará medidas de lockdown para conter alta da Covid-19

Regras entram em vigor a partir do dia 28

130ª Feira de Cantão: China continua a abertura e compartilha oportunidades com o mundo

130ª Feira de Cantão: China continua a abertura e compartilha oportunidades com o mundo

Em sua carta, Xi observou que a feira fez contribuições significativas para facilitar o comércio internacional, o intercâmbio externo-interno e o desenvolvimento econômico desde sua criação em 1957

Paraguai reforça segurança na fronteira com Brasil

Paraguai reforça segurança na fronteira com Brasil

Congressistas americanos pedem recuo na relação com Brasil

Desenvolvimento é a força motriz da erradicação da pobreza na China

Desenvolvimento é a força motriz da erradicação da pobreza na China

Entre 1990 e 2010, no contexto da arrancada industrial, proporção de população pobre chinesa passou de 66,3% para 11,2%, de acordo com o Banco Mundial

China emite selos comemorativos da COP15

China emite selos comemorativos da COP15

Foto tirada em 11 de outubro de 2021 mostra os detalhes de um selo comemorativo para a 15ª reunião da Conferência das Partes da Convenção das Nações Unidas sobre Diversidade Biológica (COP15) realizada em Kunming, Província de Yunnan, sudoeste da China.

ONG austríaca denuncia Jair Bolsonaro a tribunal internacional por 'crimes contra a humanidade'

ONG austríaca denuncia Jair Bolsonaro a tribunal internacional por 'crimes contra a humanidade'

O tribunal não tem obrigação de julgar todos os casos apresentados.

Veja o que dizem os presidentes latino-americanos flagrados com empresas em paraísos fiscais

Veja o que dizem os presidentes latino-americanos flagrados com empresas em paraísos fiscais

As Ilhas Virgens Britânicas são consideradas um dos principais paraísos fiscais do mundo, possuem apenas 152km² e 400 mil empresas registradas, recebendo cerca de US$ 60 bilhões anualmente