×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 27 de novembro de 2021

Preço das principais hortaliças sobe em outubro no atacado, diz Conab

Preço das principais hortaliças sobe em outubro no atacado, diz ConabFoto: Reprodução Pixabay gratuita

No caso do tomate, os preços continuam em níveis elevados e a oferta do fruto em outubro foi a menor do ano, com quedas desde junho.

Estadão Conteúdo - 18/11/2021 - 10:42:42

Os preços das principais hortaliças registraram aumento na maioria das Centrais de Abastecimento, no mês de outubro, com destaque para as altas do tomate e da batata. "As chuvas em grande parte do País comprometeram o ritmo de colheita, reduzindo a disponibilidade dos produtos nos mercados", informa a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), no 11º Boletim do Programa Brasileiro de Modernização do Mercado Hortigranjeiro (Prohort), divulgado nesta quinta-feira, 18.


No caso do tomate, os preços continuam em níveis elevados e a oferta do fruto em outubro foi a menor do ano, com quedas desde junho.

"As chuvas prejudicaram a colheita e as temperaturas mais amenas seguraram o amadurecimento do fruto, reduzindo sua disponibilidade aos mercados", informou em nota a gerente de Estudos do Mercado Hortigranjeiro da Conab, Joyce Fraga. "Com relação à batata, o movimento altista de preços vem ocorrendo desde julho, influenciado também por fatores climáticos que prejudicam a colheita. Em outubro, houve menor oferta a partir de São Paulo e pressão de demanda pelo produto oriundo de outras regiões."

No caso da cenoura, houve aumento de 4% na oferta a partir de Minas Gerais. Chuvas favoreceram a qualidade da hortaliça em Minas, mas dificultaram a colheita em outras regiões. Segundo a Conab, a volta às aulas presenciais deve provocar aumento da demanda para alimentação escolar.


A estatal informa que o mercado de cebola apresentou movimento de reversão de quedas nos preços, contudo ainda em níveis baixos. Segundo a Conab, chuvas no Sudeste e no Centro-Oeste prejudicaram a colheita, ocasionando aumentos nos preços. "A tendência é de continuidade da alta das cotações", estima.


Em contrapartida, as cotações da alface tiveram movimento preponderante de queda. Conforme a Conab, temperaturas amenas reduziram a demanda por folhosas. Chuvas causaram prejuízos em algumas regiões produtoras e a tendência é de alta neste mês.


A pesquisa da Conab considera as cinco hortaliças (batata, cenoura, cebola, tomate e alface) com maior representatividade na comercialização nas principais Ceasas do País e que registram maior destaque no cálculo do índice de inflação oficial (IPCA).


Frutas

No segmento de frutas, o estudo da Conab também levou em conta os alimentos com maior participação na comercialização e no cálculo da inflação (banana, laranja, maçã, mamão e melancia).


Segundo o estudo, mesmo com o início das chuvas, o preço da laranja mostrou aumento em todas as Centrais de Abastecimento analisadas. Segundo a Conab, a produção da laranja brasileira ainda enfrenta os efeitos das precipitações abaixo da média nos meses de julho e agosto, e ocorrência de geadas em importantes regiões produtoras.

O preço da banana registrou queda na maioria dos mercados atacadistas em outubro. Segundo a Conab, a demanda diminuiu em decorrência da piora na qualidade, provocada por chuvas, e dos feriados ao longo do mês.


A oferta de maçãs mostrou-se estável ao longo do mês, em virtude da possibilidade de controle por meio do uso de câmaras frias. No caso do mamão, houve em outubro maior oferta da variedade papaia e menor disponibilidade do formosa. "Chuvas dificultaram o ritmo de colheita, logística de distribuição e ocasionaram o aparecimento de doenças", comenta a estatal.

Já os preços da melancia tiveram variações para cima e para baixo. "No geral, houve redução de 8,2% na oferta, explicada pelo pico da produção goiana no mês de setembro", conclui a Conab.


fonte: Estadão Conteudo

Comentários para "Preço das principais hortaliças sobe em outubro no atacado, diz Conab":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Black Friday da crise dá força a sites de produtos da China

Black Friday da crise dá força a sites de produtos da China

"Existe desconfiança do brasileiro em relação a efetividade das promoções da Black Friday no País. Com essa super digitalização do processo de compra, é mais fácil comparar e ver os preços que são praticados lá fora", diz a fundadora da Wiz & Watcher, Cíntia Gonçalves.

O impacto da Black Friday na indústria de iGaming no Brasil

O impacto da Black Friday na indústria de iGaming no Brasil

A Black Friday é um dos eventos mais relevantes do calendário comercial das empresas

Novo seguro contra hackers oferece proteção digital para pessoas e famílias

Novo seguro contra hackers oferece proteção digital para pessoas e famílias

Quem nunca teve seu computador infectado por um vírus ou recebeu mensagens e e-mails com links maliciosos?

Alto preço do combustível é 'puxado' pelo preço do barril do petróleo

Alto preço do combustível é 'puxado' pelo preço do barril do petróleo

A explicação, conforme a equipe de analistas do Sindifiscal/MS, está no 'Fator Petrobrás'

Empresas da Zona Franca de Manaus faturam R$ 116,59 bilhões em 2021

Empresas da Zona Franca de Manaus faturam R$ 116,59 bilhões em 2021

Resultado é do período de janeiro a setembro deste ano

Próximo sorteio no DF do Nota Legal será em 24 de dezembro

Próximo sorteio no DF do Nota Legal será em 24 de dezembro

Mais uma vez, serão distribuídos R$ 3 milhões em prêmios, que vão de R$ 100 a R$ 500 mil

Relação comercial Brasil-Reino Unido pós-Brexit: 'Há muito a explorar e a resgatar', diz economista

Relação comercial Brasil-Reino Unido pós-Brexit: 'Há muito a explorar e a resgatar', diz economista

Esta semana, o Reino Unido apresentou novas propostas para alavancar a economia, focadas no setor de exportações. A Sputnik Brasil conversou com analista para entender os novos planos e se o Brasil pode se beneficiar com os mesmos.

Setor de eventos e turismo prevê forte retomada para 2022

Setor de eventos e turismo prevê forte retomada para 2022

A previsão é de um acréscimo de 0.9% na comparação entre este ano e o ano passado.

Presidente do BC aponta piora “quantitativa e qualitativa” da inflação

Presidente do BC aponta piora “quantitativa e qualitativa” da inflação

O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto (foto), disse na terça-feira (16) que diante de um cenário de piora “quantitativa e qualitativa” da inflação, a autoridade monetária do país terá um trabalho difícil e desafiador, em um cenário de alta nos preços de alimentos, combustíveis e de energia.

Últimos dias para resgatar prêmios do Nota Legal no DF

Últimos dias para resgatar prêmios do Nota Legal no DF

Contribuintes sorteados têm até o dia 21 para indicar a conta habilitada a receber a premiação

De olho nos custos, grandes bancos fecham 1,8 mil agências em 12 meses

De olho nos custos, grandes bancos fecham 1,8 mil agências em 12 meses

Antes da pandemia, os caixas do Bradesco nas agências faziam 1 milhão de autenticações por dia, seja de um boleto, seja de uma conta. Hoje, esse número caiu para 112 mil.