×
ContextoExato
Responsive image

Previsão de calor e chuva. Os extremos de Águas Emendadas

Previsão de calor e chuva. Os extremos de Águas EmendadasFoto: CorreioWeb

Lucas Pereira, morador de Planaltina que pedala na unidade de conservação

Thais Umbelino - Correioweb - 11/10/2020 - 06:54:13

Durante os períodos de calor e de frio, local que abriga uma das estações meteorológicas do DF tem apresentado os recordes de temperaturas. Quem visita área ou trabalha por lá sente que, em 2020, os dias quentes castigaram mais do que em anos anteriores

Durante período intenso de calor no Distrito Federal, Águas Emendadas foi a região que se destacou como a mais quente, com temperaturas chegando a até 37,7ºC em 2020. Nos últimos anos, o local também foi o que mais apareceu no ranking de medições extremas — 37,3ºC em 2017 e 5,2ºC em 2013. Especialistas explicam que fatores como altitude e vegetação influenciam nesses registros.


Situada próximo da Região Administrativa de Planaltina, a cerca de 50km de Brasília, Águas Emendadas é uma Unidade de Conservação sob gestão do Instituto Brasília Ambiental (Ibram), com 10.547 hectares, destinados à proteção do ambiente natural, realização de pesquisas básicas e educação ambiental.


“Como a estação do Inmet que mede a temperatura no local é mais nova do que a de outras regiões da capital, não podemos afirmar que Águas Emendadas sempre apresentou temperaturas maiores e menores do que as outras, mas, de acordo com os registros mais recentes, ela tem se destacado”, afirma o meteorologista do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) Olívio Bahia. “Fatores como a altitude, vegetação, tipos de construção no local e direções do vento podem ditar um acréscimo ou decréscimo nos valores das variáveis meteorológicas”, completa.


Quem trabalha no local ou mora próximo à região sente na pele a situação de extremos. É o caso de Lucas Pereira, 39 anos, morador há mais de 30 anos do bairro Jardim Roriz, em Planaltina. Desde o ano passado, ele costuma ir com um grupo de ciclistas pedalar em trajeto perto da Estação Ecológica do Ibram. “Costumamos praticar o esporte umas quatro vezes na semana e percebo que nessa época o calor está ainda mais intenso este ano. Águas Emendadas, com certeza, é uma região de temperaturas extremas, porque, em outros locais da capital, a sensação térmica é diferente”, opina o servidor público.


Para o técnico ambiental do Ibram Alípio Pires, 36 anos, trabalhar na região é mais difícil a partir de setembro, quando o calor aumenta. Isso porque uma das tarefas realizadas por ele é a de vistoriar todo o terreno da estação ecológica. “São mais de 10 mil hectares. Mesmo com o uso do protetor solar e do boné, a incidência solar é muito intensa durante o trabalho de campo”, conta.

Sob o Sol forte, o técnico ambiental do Ibram Alípio Pires vistoria todo o terreno da estação ecológica (Ed Alves/CB/D.A Press)
Sob o Sol forte, o técnico ambiental do Ibram Alípio Pires vistoria todo o terreno da estação ecológica


No escritório, ele também tem dificuldades para trabalhar. “Como sou muito alérgico, prefiro não ligar o ventilador. O jeito é passar calor mesmo”, diz. Outra solução é ingerir mais água e se alimentar com comidas leves. “Tive que adotar hábitos alimentares mais saudáveis e essa alteração tem me motivado ainda mais no calor”, relata. Há mais de oito anos de trabalho na região, o ambientalista também percebe uma baixa intensa na umidade. “Acredito que o período de seca e calor estão maiores este ano, apesar ser uma época do ano sempre mais quente por aqui”, observa.


A mudança do turno noturno para o vespertino também trouxe novos desafios para o vigilante Daniel Gomes, 41 anos. Há três meses no novo horário ele tem buscado alternativas para aliviar o calor. “Comecei justo no tempo mais quente”, conta, rindo. “Antes, no horário da noite, era bem mais fresco fazer ronda pelo local. Agora, confesso que está mais sofrido”, comenta. O vigia percorre, durante o expediente, 50 quilômetros de moto na Estação Ecológica de Águas Emendadas. “Agora, tenho buscado comer comidas mais leves, como salada, legumes e frutas, além de beber uma maior quantidade de água.”

Sem ventilador no local onde trabalha, o vigia João Climaco, 40, tenta amenizar o calor como pode. “Antes de sair de casa, coloco gelo na água e quando tento ficar embaixo de alguma árvore para refrescar”, relata. Há mais de três anos de atuação no local, o funcionário acredita que este ano é o mais quente de todos. “Nessa época do ano sempre faz calor, mas, acho que 2020 está fora do comum”, avalia.

O vigilante Daniel Gomes percorre, durante o expediente, 50 quilômetros de moto na estação ecológica (Ed Alves/CB/D.A Press)
O vigilante Daniel Gomes percorre, durante o expediente, 50 quilômetros de moto na estação ecológica


Medição

A temperatura no Distrito Federal é fornecida oficialmente pelo Inmet, que possui medidores (estações meteorológicas) em cinco regiões: Plano Piloto, Brazlândia, Águas Emendadas, Gama e Paranoá. “Para ter um estudo completo e mais detalhado do comportamento das temperaturas nas diversas regiões da cidade, seria necessário um maior número de estações meteorológicas, o que daria uma visão do microclima de cada bairro ou setor da cidade”, explica o meteorologista Olívio Bahia. Os gastos com os equipamentos, porém, dificultam a possibilidade de uma análise mais profunda. “É oneroso, pois os medidores precisam passar por uma manutenção constante”, acrescenta.


A análise pelo instituto começou na década de 1960, porém, em algumas regiões, a medição é mais recente, como Águas Emendadas (2008), Gama (2014) e Brazlândia (2017). “Do ponto de vista científico, para se conhecer a climatologia (conhecimento das condições atmosféricas) de cada localidade, é necessário registro de dados ao longo de, pelo menos, 30 anos ininterruptos”, esclarece Bahia. Por isso, para ele, uma região que se destaca bastante calorenta é o Gama, segundo local com maior registro de temperaturas mais altas nos últimos anos.



Recordes nos últimos anos no DF

Calor


1º 37,7ºC, em Águas Emendadas 9/10/2020
2º 37,3ºC, em Águas Emendadas 15/7/2017
3º 37,3ºC, no Gama 8/10/2020
4º 37,1ºC, em Águas Emendadas 28/10/2008
5º 37,1ºC, em Águas Emendadas 8/10/2020

Frio*

1º 5,2ºC, em Águas Emendadas 4/8/2013
2º 5,5ºC, em Águas Emendadas 19/8/2010
3º 5,7ºC, no Gama 7/7/2019
4º 5,7ºC, em Águas Emendadas 3/8/2017
5º 5,7ºC, em Águas Emendadas 5/9/2011

*A mínima histórica medida no Plano Piloto em 18/7/1975 foi de 1,6ºC.
Antes de 2000, não havia estações meteorológicas em outras localidades do DF
Fonte: Inmet

Saiba mais...

Previsão de calor e chuva

Comentários para "Previsão de calor e chuva. Os extremos de Águas Emendadas":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório