×
ContextoExato
Responsive image

Procuradoria denuncia ‘juiz dos ingleses’ por corrupção, peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa

Procuradoria denuncia ‘juiz dos ingleses’ por corrupção, peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosaFoto: Estadão

O juiz Leonardo Safi de Melo

Estadão Conteúdo - 04/08/2020 - 20:07:48

Leonardo Safi de Melo, da 21.ª Vara Cível Federal, foi investigado na Operação Westminster por cobrar propinas em troca de decisões favoráveis em processos de precatórios milionários

O Ministério Público Federal apresentou denúncia nesta segunda, 3, contra o juiz federal Leonardo Safi de Melo, da 21.ª Vara Cível Federal, investigado na Operação Westminster por cobrar propinas em troca de decisões favoráveis em processos de precatórios milionários. Se o caso for aceito pela Justiça, o magistrado responderá por corrupção passiva, peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Além de Leonardo Safi, foram denunciados o diretor da Secretaria da 21ª Vara Cível Federal Divannir Ribeiro Barile, e outros seis advogados e peritos que integravam o esquema. A denúncia foi apresentada pela Procuradoria Regional da República da 3.ª Região (PRR3).

A Procuradoria denunciou a organização liderada por Safi por crimes cometidos em dois processos: ‘Caso Empreendimentos Litorâneos’ e ‘Caso Avanhandava’. Apesar disso, relatório final das investigações identificou outros 18 processos em que foram encontrados indícios da atuação do grupo criminoso. Com isso, o Ministério Público Federal pediu à Justiça que autorizasse abertura de inquéritos para apurar cada um dos casos.

Segundo o Ministério Público Federal, o juiz escolhia processos milionários, se aproximava de uma das partes da ação e pedia uma ‘comissão’ para expedir os precatórios. Uma das ações judiciais investigadas, sobre um processo de desapropriação de imóveis rurais pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) que se arrasta há décadas, a organização criminosa teria solicitado vantagens indevidas para expedir um precatório no valor de R$ 700 milhões.

A articulação das negociações teria ficado a cargo do secretário Divannir Ribeiro Barile. Segundo as investigações, Divannir teria chegado a afirmar que falava em nome dos ‘ingleses’, em referência ao juiz Leonardo Safi. A menção batizou a operação de Westminster, distrito na cidade de Londres.

COM A PALAVRA, A DEFESA DO JUIZ LEONARDO SAFI DE MELLO
O advogado Leonardo Massud, que defende o juiz Leonardo Safi de Melo, informou que vai se manifestar sobre a denúncia quando seu cliente for notificado oficialmente.

COM A PALAVRA, OS CRIMINALISTAS RUBENS DE OLIVEIRA E RODRIGO CARNEIRO MAIA, DEFENSORES DE DEISE MENDRONI DE OLIVEIRA
“Trata se de denúncia recente, o qual esta defesa técnica ainda não teve conhecimento, bem como ainda não foi alvo de recepção pelo E. TRF-3”

Comentários para "Procuradoria denuncia ‘juiz dos ingleses’ por corrupção, peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório