×
ContextoExato
Responsive image

Programa Cidadania e Justiça na Escola encerra 19ª edição

Programa Cidadania e Justiça na Escola encerra 19ª ediçãoFoto: Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios – TJDFT

A organização do evento premiou magistrados voluntários, os professores presentes e os alunos autores das melhores redações sobre cidadania e justiça com notebooks e tablets. Por fim, foi servido um lanche às crianças.

Tribunal De Justiça Do Distrito Federal E Dos Territórios – Tjdft - 11/12/2019 - 17:01:01

O TJDFT sediou, na manhã desta quarta-feira, 11/12, a cerimônia de encerramento das atividades da 19ª edição do Programa Cidadania e Justiça na Escola. O evento aconteceu no auditório do Tribunal do Júri de Brasília e reuniu autoridades, professores e dezenas de alunos de escolas da rede pública de ensino do Distrito Federal.

A mesa de honra da solenidade contou com o Presidente do TJDFT, desembargador Romão C. Oliveira; o juiz Fábio Esteves, Presidente da Associação dos Magistrados do Distrito Federal – Amagis-DF; a juíza Geilza Fátima Cavalcanti Diniz, coordenadora do Programa Cidadania e Justiça na Escola; o Secretário de Estado de Educação do DF, João Pedro Ferraz dos Passos; e a Consultora Adjunta da Fundação Habitação do Exército e da Poupex, Viviana Todero Martinelli.

Em sua palavra de abertura, o Presidente do TJDFT, desembargador Romão C. Oliveira, lembrou um caso de honestidade de uma criança que encontrou uma bolsa com dinheiro e se esforçou para devolvê-la ao dono. Com base na atitude do garoto, que ganhou as manchetes dos jornais à época, destacou a importância de se viver uma vida baseada na honestidade, simplicidade, mansidão, humildade e caridade. Mesmo com a agenda cheia com os afazeres do cargo, o Presidente fez questão de comparecer ao evento para levar uma mensagem de renascimento, por ocasião do Natal, aos estudantes: “cada um de nós podemos fazer o nosso milagre, basta que queiramos abandonar o fardo".

O Presidente da Amagis-DF, juiz Fábio Esteves, agradeceu o envolvimento de escolas, professores e alunos, além dos juízes que participaram do Programa. Ele fez um apelo aos alunos para que “continuem acreditando na justiça e continuem acreditando na capacidade que têm de transformar o mundo”. Para o juiz Fábio Esteves, os alunos aprenderam sobre cidadania e direitos, mas também ensinaram muito aos magistrados que estiveram nas escolas. “Eu queria que vocês soubessem que a partir do momento que nós passamos pelas escolas, nós aprendemos, melhoramos a nossa forma de fazer justiça. Muitos dos juízes que voltaram das escolas neste projeto aprenderam a fazer melhor a justiça e isso foi por vocês e por causa da interação com vocês”, afirmou.

Também participaram do evento o Secretário de Estado de Educação do DF, João Pedro Ferraz dos Passos, e a consultora adjunta da Fundação Habitação do Exército e da Poupex, Viviana Todero Martinelli, que reforçou a alegria que a Poupex tem em patrocinar há tanto tempo o Programa.

A organização do evento premiou magistrados voluntários, os professores presentes e os alunos autores das melhores redações sobre cidadania e justiça com notebooks e tablets. Por fim, foi servido um lanche às crianças.

Cidadania e Justiça na Escola

O Programa Cidadania e Justiça na Escola foi desenvolvido em 1999 pela Associação dos Magistrados Brasileiros –AMB, com o objetivo de aproximar os estudantes do 5º ano do ensino fundamental do Judiciário. A iniciativa foi adotada por diversas Associações de Magistrados do país. Em 2001, foi firmada parceria entre o TJDFT, AMAGIS/DF e Secretaria de Educação do Distrito Federal para a execução do projeto no DF, que hoje é patrocinada pela POUPEX e já atendeu milhares de alunos das escolas públicas do DF.

Nesta edição o programa atendeu cerca de seis mil estudantes da rede pública de ensino do DF. Escolas de onze regionais de ensino recebem desde setembro visitas de magistrados do TJDFT, esta edição contou com a participação de 27 juízes e um desembargador.

O Cidadania e Justiça na Escola busca viabilizar o contato direto dos estudantes com o Poder Judiciário, buscando conscientizar os alunos sobre a forma de exercer seus direitos e, com isso, prepará-los para agirem de forma consciente como futuros cidadãos. A partir da conscientização das crianças, bem como dos professores e coordenadores, o Programa visa, ainda, torná-los multiplicadores dos conhecimentos dentro das comunidades em que se encontram.

Clique aqui para acessar o álbum de fotos do evento.

Fotos: Samuel Figueira - Proforme/Divulgação TJDFT

Comentários para "Programa Cidadania e Justiça na Escola encerra 19ª edição":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório