×
ContextoExato

Quase 70% dos japoneses não consideram o casamento como essencial

Quase 70% dos japoneses não consideram o casamento como essencialFoto: IpcDigital

O levantamento é realizado desde 1973 em intervalos de 5 anos.

Por Leandro Nisishima - Ipcdigital - Nhk Web News - 10/01/2019 - 10:07:44

Uma pesquisa conduzida pela rede estatal NHK revelou que cerca de 70% dos japoneses não consideram se casar algo como essencial em suas vidas.

O levantamento é realizado desde 1973 em intervalos de 5 anos. A última pesquisa foi feita entre junho e julho de 2018 com 2751 pessoas acima dos 16 anos.

Um total de 68% dos entrevistados responderam não considerar o casamento como necessário em suas vidas. Em contrapartida, apenas 27% dos japoneses enxergam o casamento como “óbvio”.

A quantidade de pessoas que não vê necessidade em se casar atingiu o maior patamar desde 1993. Em relação ao levantamento anterior, realizado em 2013, o número aumentou em 5%.

A faixa etária que menos se importa com o casamento é a de 30 a 39 anos, com 88%. O menor percentual é entre os idosos com mais de 70 anos. Um total de 43% não vê necessidade no casamento.

Já quanto a se casar e ter filhos, um total de 60% dos japoneses não acreditam que seja preciso ter filhos depois de casar, enquanto 33% consideram ter uma criança como óbvio.

A professora da Universidade Nacional de Yokohama, Yumiko Ehara, creditou os resultados a mudanças no estilo de vida e pensamento da população japonesa. Segundo as palavras dela:

“Acredito que o número de pessoas que pretendem casar caso encontrem um bom parceiro ainda é superior aos que não querem se casar ou as pessoas que enxergam de forma negativa o casamento”.

A professora seguiu dizendo que: “Os resultados refletem a difusão do pensamento de que cada pessoa é livre para escolher o seu próprio estilo de vida”.

Fonte: NHK WEB NEWS

Comentários para "Quase 70% dos japoneses não consideram o casamento como essencial":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório