×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 18 de maio de 2022

Quatro hábitos que prejudicam a audição

Quatro hábitos que prejudicam a audiçãoFoto: Divulgação

Alguns hábitos que fazem parte do seu dia a dia podem prejudicar mais a sua audição do que você imagina

Redação Com Colaboradores - 20/12/2019 - 10:16:11

As pessoas costumam reclamar que você fala alto demais? Tem aumentado frequentemente o volume da televisão para ouvir melhor? Ouve música com fone de ouvido e o som nas alturas? Alguns hábitos que fazem parte do seu dia a dia podem prejudicar mais a sua audição do que você imagina.

É muito comum realizar exames de vistas, como aqueles de enxergar as letrinhas no fundo do quadro para verificar a visão. Mas e para a sua audição? Você tem procurado o médico para descobrir se está tudo bem?

No Brasil, uma pesquisa revelou que os problemas de audição, de forma geral, são muito prevalentes e variam de acordo com faixa etária, atividade profissional e até mesmo questões socioeconômicas. “A perda auditiva pode ocorrer gradativamente ou de forma súbita. Por isso, vale lembrar que ao notar qualquer mudança na audição, você deve procurar o médico”, afirma Ariane Gonçalves, fonoaudióloga da AudioFisa.

Se você não quer que isso aconteça ou se já tem uma dificuldade de audição e não quer que isso evolua, separamos alguns hábitos que afetam a audição, mas quase sempre passam despercebidos.

Quais são os hábitos devo evitar?

Usar fones de ouvido

Mesmo que não seja muito alto, utilizar os fones frequentemente pode atrapalhar sua audição com o tempo. “Vale lembrar que ouvir música, mesmo sem fone de ouvido, em um volume acima de 80 decibéis por mais de uma hora, pode ser extremamente prejudicial para a audição”, destaca Ariane.

Ver televisão com o volume alto

Preste atenção no volume da TV, principalmente quando você assiste em um ambiente fechado e diariamente. Essa recomendação também é válida para quem escuta rádio.

Fumar

“O fumo possui ligação direta com os problemas auditivos, já que o cigarro possui cerca de 5 mil substâncias tóxicas que atrapalham além da audição, o olfato e o paladar”, explica a fonoaudióloga.

Convívio frequente com barulho em excesso, seja em ambiente profissional (máquinas, festas)

Use protetores auriculares e faça acompanhamento com um médico pelo menos uma vez ao ano. Identificar alguma perda auditiva, mesmo que mínima, pode evitar que ela evolua.

Estes são apenas alguns hábitos. É importante cuidar e procurar acompanhamento médico ao notar qualquer mudança. Dores, incômodos ou somente o fato de não entender direito uma conversa, podem demonstrar muito sobre a audição.

Quer saber mais? Acesse https://bit.ly/2qAk2se e baixe gratuitamente o e-book “Labirintite e Perda Auditiva”

AudioFisa

Fundada em 2014 no Distrito Federal, a AudioFisa Aparelhos Auditivos é uma empresa especializada em proporcionar qualidade de vida a seus clientes por meio da venda de aparelhos auditivos. Com uma ampla linha de equipamentos que possuem tecnologia de ponta, trabalha somente com as melhores marcas do mercado e disponibiliza aparelhos que atendem a pacientes com diferentes níveis de perdas auditivas. Para mais informações, acesse www. audiofisa.com.br

Comentários para "Quatro hábitos que prejudicam a audição":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Polícia investiga uso de estudantes de Medicina como 'mulas' do tráfico

Polícia investiga uso de estudantes de Medicina como 'mulas' do tráfico

Segundo o delegado, os traficantes pagam por volta de R$ 20 mil por quilo para comprar a droga e passam a comercializá-la no Brasil

"Democracia latino-americana está envenenada", afirma ex-presidente uruguaio Pepe Mujica

Em evento no Uruguai, o político aposentado cobrou uma união da população para barrar governos autoritários

Dia Internacional das Famílias destaca impacto da urbanização sobre os lares

Dia Internacional das Famílias destaca impacto da urbanização sobre os lares

A ONU marca em 15 de maio o Dia Internacional das Famílias com foco na urbanização e como melhorar a vida das pessoas nas cidades

Coreia do Norte confirma 21 novas mortes suspeitas de Covid-19

Coreia do Norte confirma 21 novas mortes suspeitas de Covid-19

Apesar das medidas restritivas para evitar a circulação de pessoas entre cidades, as descrições da mídia estatal norte-coreana indicam que a população não está confinada.

Espera de entrevista para visto norte-americano chega a 354 dias em SP

Espera de entrevista para visto norte-americano chega a 354 dias em SP

Nos demais consulados no país a demora é menor

"Sem Caribe, não há América": campanha busca visibilizar a necessidade da integração regional

Economista haitiano propõe uma "pedagogia das revoluções" como estratégia contra o domínio imperialista em toda a região

Filmes, livros e contos são recursos para quem quer saber mais sobre o Japão

Filmes, livros e contos são recursos para quem quer saber mais sobre o Japão

Conhecer alguns termos e palavras principais na língua japonesa também é uma forma de saber mais sobre o país, além de ajudar a se sentir mais próximo da cultura

Profissionais de MSF seguem detidos injustamente há 4 meses em Camarões

Profissionais de MSF seguem detidos injustamente há 4 meses em Camarões

Organização pede libertação imediata de enfermeira e motorista presos após socorrerem ferido

Norma internacional previne acidentes e incidência de doenças no trabalho

Norma internacional previne acidentes e incidência de doenças no trabalho

Campanha Abril Verde busca estimular a notificação de acidentes e doenças ocupacionais no país.

EUA: Republicanos ameaçam isenção fiscal da Disney por oposição a leis anti-LGBT

EUA: Republicanos ameaçam isenção fiscal da Disney por oposição a leis anti-LGBT

Alguns republicanos temem que as iniciativas possam sair pela culatra com eleitores moderados, que não concordam com uma agenda anti-LGBT.

OMS continua investigando causas de hepatite aguda em crianças na Europa

OMS continua investigando causas de hepatite aguda em crianças na Europa

Criança recebe vacina contra hepatite B, porém casos recentes não foram associados aos vírus tradicionais.