×
ContextoExato
Responsive image

Quem tem medo de Sergio Fernando Moro?

Quem tem medo de Sergio Fernando Moro?Foto: Coluna Ponto Final

Apelidados de “bolsonaristas” e sem qualquer intimidade com a convivência democrática, alguns militantes estão passando por uma perigosa metamorfose.

Carlos Honorato - 01/08/2020 - 11:48:23

A sugestão do presidente do STF, Dias Toffoli, para que juízes tenham uma quarentena de oito anos para poderem entrar na política foi visto como uma possível lei para prejudicar o ex-juiz Sérgio Moro. Em princípio, o presidente à Câmara, Rodrigo Maia, foi até simpático à ideia. Só que corrigiu depois: “Não pretendo votar nenhuma lei que prejudique uma pessoa que já largou o Judiciário e já tomou a decisão de participar do processo político”. No geral, a sugestão de Toffoli foi vista como um “exagero e fora de hora”. Só que abriu um debate para várias categorias, tipo policiais, pastores, comunicadores etc. O vice-presidente Hamilton Mourão foi curto e grosso: tal fato transformaria juízes em cidadãos de segunda classe. Em resumo, tem muita gente com medo de Sergio Moro numa disputa eleitoral, principalmente o presidente Jair Bolsonaro.

Mais ricos

Enquanto no Brasil a Polícia Federal, Ministério Público etc travam uma dura contra os ladrões, os chamados bilionários lucraram com os desmazelos provocados pela pandemia. Só para se ter uma ideia, os 73 bilionários da América Latina e caribe conseguiram aumentar suas fortunas em 17%, algo m torno de US$ 48,2 bilhões. Já no Brasil os bilionários – fala-se em 42 – tiveram suas fortunas aumentadas em US$ 34 bilhões.

Pesquisas

As próximas pesquisas de avaliação do governo Bolsonaro poderão trazer novidades, principalmente em função da concessão do auxílio emergencial. Especialistas da área de pesquisas acreditam que a performance do governo pode ter uma ligeira alta.

Polêmica

Uma ideia polêmica do deputado Leandro Grass no sentido de dar mais transparência a Câmara Legislativa na relação de seus parlamentares com o poder público. O parlamentar quer proibir a contratação de empresas prestadoras de serviços ou fornecedores de bens de parlamentares e dos seus parentes. Não é a primeira vez que o tema entra em debate na CLDF.

Suspeita

O ex-presidente Lula, 74 anos, está convencido de que o presidente Jair Bolsonaro inventou que estava contaminado pelo coronavírus para fazer propaganda da cloroquina. A suspeita do ex-presidente foi levantada durante uma entrevista online com correspondentes estrangeiros. E mais: “Não sei se ele é sócio, mas se comporta como se fosse dono da fábrica que faz o remédio”.

“Escritório”

Exageros à parte, muitas pessoas achando que Augusto Aras está querendo transformar a Procuradoria Geral da República em uma espécie de “grande escritório de advocacia” sob o seu comando. Em função das peculiaridades do Ministério Público Federal é uma missão impossível.

“Espionagem”

Um relatório sigiloso sobre atuação de 500 servidores públicos da área de segurança – seriam integrantes de movimentos antifascismo e contrários do governo Bolsonaro – colocou o Ministério da Justiça em situação delicada. Os mais exagerados falam no surgimento de uma “polícia política” a serviço do governo.

Reduzir gasto

O Congresso não aceita aumentar ou criar novos impostos. Que tal abrir o debate para reduzir os gastos no Legislativo, um dos mais caros do planeta. Um bom tema para o falante presidente da Câmara, Rodrigo Maia, começar a debater.

Salários

Enfermeiros que trabalham no Hospital de Santa Maria vivem uma situação curiosa. Eles estão sem receber salários há dois meses. A suspeita é a de que a empresa terceirizada Domed não estaria repassando os pagamentos. O GDF garante que a empresas tem recebido em dia.

Ameaças

Apelidados de “bolsonaristas” e sem qualquer intimidade com a convivência democrática, alguns militantes estão passando por uma perigosa metamorfose. Sem argumentos para um debate de ideias, alguns militantes estão ameaçando pessoas contrárias ao governo com promessa de atos violentos.

Comentários para "Quem tem medo de Sergio Fernando Moro?":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório