×
ContextoExato

Real Forte Príncipe da Beira, em Rondônia, está em obras

Real Forte Príncipe da Beira, em Rondônia, está em obrasFoto:

As obras emergenciais visam preparar o Forte Príncipe da Beira, em Costa Marques (RO), para as efetivas obras de revitalização, que devem ser concluídas em um prazo de cinco anos.

Da Assessoria De Comunicação / Do Iphan / Foto: Acervo / Iphan - 26/12/2018 - 08:09:19

Uma das mais importantes fortificações do Brasil Colônia, o Forte Príncipe da Beira, em Costa Marques (RO), já está passando por uma grande obra em sua imponente estrutura. A empresa Hidronorte Construções e Comércio LTDA, que venceu a licitação aberta pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), já iniciou as obras emergenciais nas áreas internas da edificação. O conjunto conhecido como poterna/latrina foi escolhido para o início dos trabalhos por ser, atualmente, único acesso viável para execução de qualquer outra ação. As portenas são portas secundárias e, quase sempre, dissimuladas nas muralhas de uma fortificação que permite a entrada e saída de seus ocupantes sem chamarem atenção. No Real Príncipe da Beira, esta é, também, uma das estrutura que concentra grande parte dos desafios que serão encontrados até a completa revitalização do Forte, que deve ser concluída em um prazo de cinco anos.

Esta etapa, visa preparar o Forte para as efetivas obras de revitalização. Nos primeiros dias de trabalho, além da instalação de canteiro e tapume, já foram executadas a limpeza da área do fosso e da poterna, com a desinfestação de morcegos e marimbondos. As prospecções arqueológicas também já foram iniciadas, objetivando conhecer o sistema de drenagem e verificar o estado de conservação das estruturas.  Nestas primeiras semanas estão sendo realizados testes para argamassas e, ainda, a proteção de piso e das estruturas do edifício. O projeto das obras emergenciais inclui, também a proteção dos remanescentes de pisos em tijoleiras e divisórias em taipa que ficaram expostos às ações das intempéries. 

O Iphan, em parceria com o Exército Brasileiro, tem trabalhado no desenvolvimento de um processo que promova, além da recuperação física do forte, a sustentabilidade para sua a futura gestão e a garantia de que as referências culturais associadas ao bem serão preservadas. Com o cumprimento dessa primeira etapa de restauração, será possível a realização de futuros projetos de preservação, como as demais obras previstas e a implantação do Canteiro Modelo de Conservação, projeto que, além de abrigar as atividades cotidianas dos serviços de restauração, irá promover oficinas de capacitação, pesquisas arqueológicas e de fomento desenvolvidos junto à sociedade, inventários participativos, entre outras.

O Real Forte Príncipe da Beira faz parte do Conjunto de Fortificações candidato a Patrimônio Mundial da UNESCO. Com um perímetro de mais de 900 metros, é uma das maiores obras edificadas pela engenharia militar portuguesa no Brasil Colonial. Está localizado às margens do rio Guaporé, em Costa Marques, uma região estratégica para a defesa das fronteiras entre o Brasil e a Bolívia, disputadas por Espanha e Portugal, durante o período do Brasil Colonial, no século XVII.

Comentários para "Real Forte Príncipe da Beira, em Rondônia, está em obras":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório