×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 22 de maio de 2022

Relatores da ONU dizem que chegou a hora de fechar a prisão de Guantánamo

Relatores da ONU dizem que chegou a hora de fechar a prisão de GuantánamoFoto: Foto: ONU/ Jean-Marc Ferré

Em comunicado conjunto, nove especialistas em direitos humanos pediram ao próximo governo dos Estados Unidos que acabe com o presídio e disse que os detidos no local correm risco de morte devido à deterioração da saúde e as condições desumanas de detenção

Onu News - 12/01/2021 - 14:20:49

Um grupo de relatores de direitos humanos* pediu o fim da prisão de Guantánamo. Num comunicado, os relatores dizem que os detidos, que permanecem no local, correm risco de morte por terem sua saúde deteriorada.

Os especialistas afirmam que os detentos sofrem efeitos de idade avançada e prejuízos à saúde física e mental no local, que de acordo com o comunicado abriga “condições desumanas e cruéis” de encarceramento.

Ataques de 11 de setembro

Para o grupo, a prisão de Guantánamo é um lugar de “arbitrariedade e abuso, onde os maus tratos e a tortura predominaram e se tornaram institucionalizados, onde o Estado de direito foi efetivamente suspenso e a justiça negada”.

Os relatores emitiram o apelo para marcar o 19º aniversário da prisão em 11 de janeiro de 2002. O local serviu para prender acusados de terrorismo após os atentados de 11 de setembro de 2001, nos Estados Unidos.

Com a pandemia da Covid-19, a situação da saúde dos presos especialmente a dos mais velhos piorou.

Os especialistas da ONU dizem que a existência da prisão de Guantánamo é uma “desgraça para os Estados Unidos e a comunidade internacional como um todo”. Para eles, o local deveria ter sido fechado há muitos anos.

Relatores da ONU têm insistido em pedir o fim das Comissões Militares e o fechamento de Guantánamo afirmando que a prisão não é compatível com as obrigações dos Estados Unidos sob o direito internacional

Limbo

Em 2003, a prisão tinha 700 detentos. Hoje, 19 anos depois, pelo menos 40 presos continuam em Guantánamo, mas apenas nove foram indiciados ou condenados por crimes.

Os relatores da ONU têm insistido em pedir o fim das Comissões Militares e o fechamento de Guantánamo afirmando que a prisão não é compatível com as obrigações dos Estados Unidos sob o direito internacional. Eles lembram que os detentos estão num limbo.

As Comissões Militares continuam realizando os procedimentos preliminares aos julgamentos sobre moções, que segundo os relatores, estão suprimindo evidências de tortura.

Esses trâmites jurídicos podem durar vários anos e não existe nenhum julgamento sendo esperado para o futuro próximo.

Imparcialidade

Para os relatores as Comissões violam os requisitos de imparcialidade, independência e não-discriminação quando os presos deveriam ter direito a uma audiência pública e justa por um tribunal competente.

Os especialistas pediram às autoridades americanas que processem os acusados em pleno acordo com a lei de direitos humanos ou que libertem e repatriem os detentos imediatamente.

Segundo ele, com a iminência de um novo governo nos Estados Unidos e a proximidade do aniversário de 20 anos dos ataques terroristas ao país, em 11 de setembro, chegou a hora de Guantánamo “ser fechada para sempre”.

*Os relatores de direitos humanos são independentes das Nações Unidas e não recebem salário pelo seu trabalho.

Comentários para "Relatores da ONU dizem que chegou a hora de fechar a prisão de Guantánamo":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Mídia internacional critica encontro entre Musk e Bolsonaro

Mídia internacional critica encontro entre Musk e Bolsonaro

Durante o evento, o presidente disse que a Amazônia é

Varíola de macacos: Brasileiro é 1º diagnosticado com a doença na Alemanha

Varíola de macacos: Brasileiro é 1º diagnosticado com a doença na Alemanha

O Instituto de Microbiologia das Forças Armadas da Alemanha confirmou o caso após ter detectado a presença do vírus no paciente durante a última quinta-feira

Dia Mundial da Abelha lembra ação dos polinizadores para alimentação e saúde

Dia Mundial da Abelha lembra ação dos polinizadores para alimentação e saúde

Abelhas e outros insetos polinizadores apoiam a produção de alimentos para 2 bilhões de pequenos agricultores

Embaixadora dos Estados Unidos no Brasil 'garante' eleições justas, apesar de Bolsonaro

Embaixadora dos Estados Unidos no Brasil 'garante' eleições justas, apesar de Bolsonaro

O Senado dos EUA sabatinou, nesta quarta-feira (18), a diplomata Elizabeth Bagley. Ela foi questionada sobre as eleições no Brasil e a política ambiental do governo de Jair Bolsonaro.

Embaixadora americana indicada ao Brasil buscará colaborar para 'reduzir drasticamente desmatamento'

Embaixadora americana indicada ao Brasil buscará colaborar para 'reduzir drasticamente desmatamento'

Bagley falou em sua audiência para confirmação, no Comitê de Relações Exteriores do Senado americano.

Uso de máscara em aeroportos e voos não é mais obrigatório na Europa

Uso de máscara em aeroportos e voos não é mais obrigatório na Europa

Tal decisão foi confirmada e divulgada mundialmente por meio de um comunicado realizado pela Agência de Segurança da Aviação da União Europeia

Polícia investiga uso de estudantes de Medicina como 'mulas' do tráfico

Polícia investiga uso de estudantes de Medicina como 'mulas' do tráfico

Segundo o delegado, os traficantes pagam por volta de R$ 20 mil por quilo para comprar a droga e passam a comercializá-la no Brasil

"Democracia latino-americana está envenenada", afirma ex-presidente uruguaio Pepe Mujica

Em evento no Uruguai, o político aposentado cobrou uma união da população para barrar governos autoritários

Dia Internacional das Famílias destaca impacto da urbanização sobre os lares

Dia Internacional das Famílias destaca impacto da urbanização sobre os lares

A ONU marca em 15 de maio o Dia Internacional das Famílias com foco na urbanização e como melhorar a vida das pessoas nas cidades

Coreia do Norte confirma 21 novas mortes suspeitas de Covid-19

Coreia do Norte confirma 21 novas mortes suspeitas de Covid-19

Apesar das medidas restritivas para evitar a circulação de pessoas entre cidades, as descrições da mídia estatal norte-coreana indicam que a população não está confinada.

Espera de entrevista para visto norte-americano chega a 354 dias em SP

Espera de entrevista para visto norte-americano chega a 354 dias em SP

Nos demais consulados no país a demora é menor