×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 27 de outubro de 2021

Relatório sobre desafios da educação cita Brasil e Moçambique

Relatório sobre desafios da educação cita Brasil e MoçambiqueFoto: Unicef/UN0304588/Arcos

Situação gerada pela entrada de refugiados nos vizinhos Brasil, Colômbia, Equador e Peru aumentou a necessidade de apoio a atividades de educação

Agência Onu News De Noticias - 05/10/2021 - 15:54:12

Nova publicação do fundo “Educação Não Pode Esperar” chama a atenção para o aumento de crises afetando crianças e adolescentes; 4,6 milhões de alunos receberam apoio em mais de 30 crises humanitárias no mundo.

Por ocasião do Dia Mundial do Professor, neste 5 de outubro, o fundo “Educação Não Pode Esperar” anunciou que cerca de 4,6 milhões de crianças e adolescentes foram alcançados com educação de qualidade em mais de 30 crises humanitárias em todo o mundo.


Cerca de 48% desse total são meninas, de acordo com a iniciativa global das Nações Unidas que promove a educação em emergências e crises prolongadas.

Brasil e Moçambique

O Relatório de Resultados Anuais “Vencendo a corrida humana” enfatiza a importância de se investir no corpo docente para apoiar e promover os resultados de aprendizagem de qualidade para alunos afetados pela crise de saúde.


Em nível global, a iniciativa recrutou e apoiou financeiramente mais de 150 mil professores, incluindo 41 mil mulheres.
Adolescentes estudam em uma escola na região afetada pelo conflito de Cabo Delgado, em Moçambique

Unicef/Daniel Timme

Adolescentes estudam em uma escola na região afetada pelo conflito de Cabo Delgado, em Moçambique

Brasil e Moçambique são os únicos países de língua portuguesa onde a iniciativa apoiou ações locais realizadas por outras entidades.

Em território brasileiro, o destaque é para a situação gerada pela entrada de refugiados, tal como nos vizinhos Colômbia, Equador e Peru. Com este cenário aumentou a necessidade de apoio a atividades de educação.

Em todo o Brasil, foram apoiados 11.890 refugiados, sendo que 48% são meninas. Pelo menos 9,3 mil professores e outros profissionais do setor foram capacitados para servir em contextos de emergência e a crianças indígenas.

Ensino

Em Moçambique, a iniciativa global apoiou aulas pela TV e rádio durante o fechamento de escolas na pandemia. No país africano, foram reabilitadas salas de aulas beneficiando cerca de 15.510 alunos.

Na emergência pós-ciclone, materiais de ensino e aprendizagem chegaram a mais de 142 mil estudantes moçambicanos.

Em todo o mundo, o fundo entregou materiais de aprendizagem a mais de 2,6 milhões de crianças e adolescentes afetados por emergências e crises prolongadas.

Apelo aos líderes mundiais é que acelerem e garantam um financiamento adequado para a educação dedicada a todas as meninas

Acnur/Reynesson Damasceno

Apelo aos líderes mundiais é que acelerem e garantam um financiamento adequado para a educação dedicada a todas as meninas

Em tempo de pandemia, cerca de 29,2 milhões de menores em situação de fragilidade e 310 mil professores vivendo em situações de crise e emergência receberam auxílio.

Foram apoiadas soluções de ensino a distância, divulgadas mensagens e “produtos integrados para garantir a educação continuada e proteger a saúde e o bem-estar de crianças, professores e suas comunidades durante a crise”.

Mas a Covid-19 também aumentou os riscos para os grupos mais vulneráveis, particularmente meninas, crianças e adolescentes com deficiência.

Conflitos armados

O enviado da ONU para Educação Global, Gordon Brown, destaca o drama de milhões de menores marginalizados e já afetados por conflitos armados, deslocamento forçado, desastres devido a mudanças do clima e crises prolongadas.

Para Brown, a Covid-19 foi uma “crise dentro de outra crise já em curso”, na qual a educação de uma geração inteira enfrenta perdas irreversíveis em emergências e crises prolongadas.

Movimentação forçada de pessoas também afeta estabilidade da comunidade e acesso de menores às escolas

Unmiss

Movimentação forçada de pessoas também afeta estabilidade da comunidade e acesso de menores às escolas

Os desafios incluem cerca de 20 milhões de meninas deslocadas, principalmente adolescentes, vivendo em risco. Para ele, a nova publicação ilustra “como se pode resistir às ameaças e permanecer mais firmes para vencer a corrida humana”.

O apelo aos líderes mundiais é que acelerem e garantam um financiamento adequado para a educação dedicada a todas as meninas, crianças e adolescentes apoiados pela "missão coletiva" de educá-los

Comentários para "Relatório sobre desafios da educação cita Brasil e Moçambique":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Baseado em fatos reais: Livro conta histórias inspiradoras

Baseado em fatos reais: Livro conta histórias inspiradoras

Projeto Pretinhas Leitoras incentiva educação através da leitura

Inep prorroga prazo de inscrição para certificadores do Enem 2021

Inep prorroga prazo de inscrição para certificadores do Enem 2021

Profissionais cuidam da aplicação da avaliação

Prorrogado o período de matrícula na rede pública de ensino do DF

Prorrogado o período de matrícula na rede pública de ensino do DF

Escola Parque da 308 Sul, no Plano Piloto.

Condenados por ocupar reitoria, estudantes da UFSCar lançam

Condenados por ocupar reitoria, estudantes da UFSCar lançam "vaquinha" para pagar indenização

A advogada Bibiana Barreto Silveira, que assumiu a defesa dos estudantes, aponta o direito constitucional à livre manifestação, sobretudo por se tratar de uma ocupação pacífica

Retorno das aulas presenciais motivou alunos nos estudos, mostra pesquisa

Retorno das aulas presenciais motivou alunos nos estudos, mostra pesquisa

Para os pais, estudantes estão evoluindo melhor nas aulas presenciais

Reta final: Enem será aplicado em um mês; conteúdo gratuito auxilia na revisão

Reta final: Enem será aplicado em um mês; conteúdo gratuito auxilia na revisão

Khan Academy, plataforma educacional, disponibiliza material para estudo

Google encerra inscrições para curso gratuito de tecnologia nessa sexta (22/10)

Google encerra inscrições para curso gratuito de tecnologia nessa sexta (22/10)

As aulas estão previstas para ocorrer entre 8 de novembro e 19 de dezembro

Rede de hamburguerias seleciona universitários para programa de trainee

Rede de hamburguerias seleciona universitários para programa de trainee

Programa Trainee Burger King e Popeyes 2022 recebe inscrições até o dia 21/10

Escolas planejam pós-pandemia com natureza, convivência e tecnologia

Escolas planejam pós-pandemia com natureza, convivência e tecnologia

A escola, que fica em meio à natureza na zona norte, viu a procura aumentar por causa dos espaços abertos. “Antes, tinha pai que reclamava que as crianças pegariam friagem.”

Pesquisa mostra confiança da população mundial nos professores; profissão ficou em 1º lugar

Pesquisa mostra confiança da população mundial nos professores; profissão ficou em 1º lugar

Instituto Ipsos ouviu mais de 19 mil entrevistados em 28 países

Cursos gratuitos profissionalizantes para as mulheres

Cursos gratuitos profissionalizantes para as mulheres

Inscrição para o projeto Jornada da Mulher Empreendedora, no Itapoã, é gratuita e pode ser feita até 22 de outubro pelo site da Secretaria de Trabalho