×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 12 de agosto de 2022

Robôs na disputa por contratos. Ministério Público de Contas em Brasília está de olho em fraudes

Robôs na disputa por contratos. Ministério Público de Contas em Brasília está de olho em fraudes

Foto: Ministério Público de Contas do DF

Robôs na disputa por contratos

Por Ana Maria Campos-correio Braziliense - 29/06/2019 - 11:19:46

O novo procurador-geral do Ministério Público de Contas do DF, Marcos Felipe Pinheiro Lima, está de olho em fraudes praticadas em licitações por meio de programas de computador que dão lances automáticos em pregões eletrônicos. São os chamados robôs que disputam contratos pela internet. São softwares que apresentam lances mais rapidamente que qualquer ser humano. O MP de Contas, revela Marcos Felipe, já detectou o esquema em, pelo menos, um órgão do governo, a Secretaria de Cultura do DF. A disputa fere o caráter competitivo de uma licitação pública.

Primeiro passo no Congresso para a paridade


O primeiro passo no Congresso para a paridade da Polícia Civil do DF aos salários da Polícia Federal foi dado nesta semana. A Comissão Mista de Orçamento (CMO) aprovou os PL 01 e 02 que incluem as despesas com os reajustes na LDO e no Orçamento de 2019, uma exigência do Ministério da Economia para enviar a Medida Provisória que trata diretamente dos aumentos. Trata-se de uma previsão de gastos para as recomposições salariais também da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros do DF. Neste caso, no entanto, ainda não há proposta do governo Ibaneis. Há em andamento um estudo na Secretaria de Fazenda, Planejamento, Orçamento e Gestão. Membro da CMO, o senador Izalci Lucas (PSDB-DF) é um dos parlamentares que têm trabalhado a questão. O secretário de Segurança Pública do DF, Anderson Torres, e representantes dos sindicatos da Polícia Civil também estão engajados. Só falta agora uma decisão política do governo Bolsonaro. Mas o reajuste só será discutido depois da aprovação da reforma da Previdência.



Siga o dinheiro


R$ 1.587.723,48


Valor do contrato com dispensa de licitação entre a Secretaria de Turismo e a Capital DF Administração de Centro de Convenções S/A para acomodar a pasta.





Voando sob aplausos


O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, foi aplaudido no voo ontem de Brasília a São Paulo, onde esteve para receber, no Palácio dos Bandeirantes, a Ordem do Ipiranga, a mais importante comenda do estado de São Paulo das mãos do governador João Doria (PSDB). Moro se sentou na primeira fila do avião e estava acompanhado de policiais federais. Para facilitar a vida do ministro, o avião não parou no finger e sim na pista, onde dois carros da PF o aguardavam do lado da escada. Em São Paulo, o ex-juiz da Lava-Jato ouviu do tucano a afirmação: “Mais Moro e menos Lula”




Nem Marielle, nem Lava-Jato


O diretor-geral da Câmara dos Deputados, Sérgio Sampaio, pediu a retirada das placas alusivas a movimentos políticos, como a defesa da Lava-Jato e a homenagem à vereadora Marielle Franco. Sampaio disse que placas que se projetam nos corredores “podem colocar em risco a população circulante nos edifícios da Casa, bem como passar a errônea impressão de nomeação oficial de espaços, o que só é possível por resolução”.



Sem risco


Entre os deputados que adotaram a moda, estão Fernanda Melchionna (Psol-RS) e Professora Rosa Neide (PT-MT) que homenagearam a vereadora assassinada e Marcel Van Hattem (Novo-RS), com a Lava-Jato. Melchionna não gostou e reagiu nas redes sociais: “Não há nenhum perigo na manutenção dela, visto que a placa está no mesmo lugar, com mais de dois metros de distância do chão, desde o início do mandato”. Ela ainda não tirou. O assunto será discutido na bancada do PSol.




Mais serviço voluntário como salário extra


Depois dos policiais civis, os servidores da Defesa Civil também terão direito a serviço voluntário remunerado. A Câmara Legislativa aprovou projeto de lei do Executivo que estabelece o procedimento que amplia a capacidade operacional da Defesa Civil e ainda representa uma ajuda financeira para a categoria. Pelo projeto, já em fase de redação final, a indenização devida ao servidor será de R$ 50 por hora, sem incidência de imposto de renda.





Só papos



“O presidente do Brasil que está aqui não é como os anteriores, que vieram aqui (G20) para serem advertidos. A situação aqui é de respeito

para com o Brasil”


Presidente Jair Bolsonaro




“A atenção sobre o Brasil é grande, após as respostas de Merkel e Macron aos absurdos de Bolsonaro. Pra piorar, Bolsonaro responde grosseiramente. O Brasil vai se isolando porque seu presidente não está à altura do cargo. Seus erros nos custarão caro”


Deputado Alessandro Molon (PSB-RJ ), líder da oposição na Câmara dos Deputados

Comentários para "Robôs na disputa por contratos. Ministério Público de Contas em Brasília está de olho em fraudes":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Últimas Notícias
Artistas fazem festa para os 80 anos de Milton Nascimeto

Artistas fazem festa para os 80 anos de Milton Nascimeto

MP aciona TCU para barrar salários de até R$ 1 milhão recebido por militares

MP aciona TCU para barrar salários de até R$ 1 milhão recebido por militares

PF mira grupo que fez 245 saques para desviar recursos do Fundeb e do SUS em AL

PF mira grupo que fez 245 saques para desviar recursos do Fundeb e do SUS em AL

Saiba como identificar os recenseadores do IBGE

Saiba como identificar os recenseadores do IBGE

Margareth Dalcolmo é eleita para integrar a Academia Nacional de Medicina

Margareth Dalcolmo é eleita para integrar a Academia Nacional de Medicina

Dia Internacional da Juventude busca pontes com outras faixas etárias

Dia Internacional da Juventude busca pontes com outras faixas etárias

Ato na UnB marca leitura de carta em defesa da democracia e do sistema eleitoral

Ato na UnB marca leitura de carta em defesa da democracia e do sistema eleitoral

Em Brasília, estudantes vão às ruas em protesto contra o governo Bolsonaro

Em Brasília, estudantes vão às ruas em protesto contra o governo Bolsonaro

Casas sustentáveis: Entenda como esse modelo de residência gera economia

Casas sustentáveis: Entenda como esse modelo de residência gera economia

Trabalho remoto é o futuro na área da tecnologia

Trabalho remoto é o futuro na área da tecnologia

Alexandre diz que atos por democracia reforçam 'orgulho do sistema eleitoral'

Alexandre diz que atos por democracia reforçam 'orgulho do sistema eleitoral'

Celso de Mello: Manifesto representa 'severa advertência ao presidente Bolsonaro'

Celso de Mello: Manifesto representa 'severa advertência ao presidente Bolsonaro'

"Carta bate com o que faço aqui", diz professor que levou documento para Londres

Jovens ainda sofrem com recuperação lenta do mercado de trabalho, diz OIT

Jovens ainda sofrem com recuperação lenta do mercado de trabalho, diz OIT

José Carlos Dias destaca união do capital e trabalho e lê carta da Fiesp

José Carlos Dias destaca união do capital e trabalho e lê carta da Fiesp

Ação contra fraude notifica cinco postos de combustível no DF

Ação contra fraude notifica cinco postos de combustível no DF

Saiba o que são e como preparar as PANCs, plantas alimentícias não convencionais

Saiba o que são e como preparar as PANCs, plantas alimentícias não convencionais

Alvaro Vargas Llosa: 'O idiota latino-americano se reinventou'

Alvaro Vargas Llosa: 'O idiota latino-americano se reinventou'

'Os manifestos geram poder para a resistência', afirma Celso Lafer

'Os manifestos geram poder para a resistência', afirma Celso Lafer

No DF, políticos e militantes de esquerda têm sido vítimas de violência nas ruas

No DF, políticos e militantes de esquerda têm sido vítimas de violência nas ruas

DF é condenado a indenizar aluno que sofreu reação alérgica após ingerir alimento

DF é condenado a indenizar aluno que sofreu reação alérgica após ingerir alimento