×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 26 de outubro de 2021

Saiba quais são os países que ainda restringem a entrada de brasileiros na pandemia

Saiba quais são os países que ainda restringem a entrada de brasileiros na pandemiaFoto: Nas Américas, o Equador exige exame PCR realizado pelo menos 72 horas antes da viagem

Nas Américas, o Equador exige exame PCR realizado pelo menos 72 horas antes da viagem

Catarina Barbosa - Belém (pa) | Brasil De Fato - 09/09/2021 - 10:38:57

Ministério das Relações Exteriores divulgou nova lista com base em informações atualizadas pelas embaixadas; confira

Uma das formas de evitar a contaminação pelo novo coronavírus é manter as medidas de distanciamento social. Em escala global isso significa fechar fronteiras como forma de conter o avanço do vírus.

Atualmente, alguns impõem restrições à entrada de brasileiros, uma vez que no Brasil, a variante Delta, que é até 70% mais transmissível do que outras mutações tem sido motivo de alerta.

:: Testes, vacinação e quarentena: conheça as regras para a entrada de brasileiros na Europa ::

Um levantamento do Ministério das Relações Exteriores (MRE) traz uma relação com base em informações repassadas pelas embaixadas. Confira aqui.

A lista informa a data das medidas, uma vez que elas são constantemente atualizadas. Dessa forma, o Ministério "recomenda a confirmação [das informações] junto à embaixada/consulado do país estrangeiro de interesse antes de se organizar qualquer tipo de viagem ao exterior".

Confira a relação abaixo por ordem alfabética.


África do Sul

Não há proibição nem de voos e nem de viajantes provenientes do Brasil. Nesse caso, todos devem apresentar, na chegada ao país, certificado de teste RT-PCR com resultado negativo feito até 72 horas antes do embarque, além de "declaração de saúde", que pode ser preenchida eletronicamente.

Passageiros que, por alguma razão, embarcarem no país sem apresentar o certificado de teste negativo, terão que realizar o teste na chegada e precisarão arcar com o valor do teste estando ainda sujeitos a quarentena obrigatória de dez dias, também custeada com meios próprios, caso testem positivo.


O mesmo se aplica a passageiros em sistema de escala que desembarcarem no país.

Alemanha

O país classifica o Brasil como “zona de variante” , devido ao avanço da mutação delta. Logo, quem esteve nos últimos dez dias em países que pertencem ao grupo, como é o caso do Brasil, precisa apresentar teste negativo, independentemente se a pessoa já tenha se vacinado. Além disso, é exigida uma quarentena de 14 dias, que pode ser flexibilizada se a vacinação for de marcas reconhecidas no país.

Argentina

Quem tem interesse em visitar o país será obrigado a fazer dupla testagem: exame RT-PCR até 72 horas antes do embarque e teste de antígeno na chegada ao país -, além de cumprimento de quarentena obrigatória, segundo regras de cada província, e realização de novo exame PCR aos sete dias contados a partir da data de chegada ao país.

Austrália

Está proibido o ingresso de brasileiros e qualquer estrangeiro no país desde março de 2020. Só pode entrar em território australiano cidadãos do país, residentes permanentes, familiares de australianos ou quem saiu da Nova Zelândia e ficou no país por pelo menos 14 dias.


Bolívia

Não há restrição a voos ou passageiros oriundos do Brasil. Aos brasileiros se aplica a regra para países limítrofes de apresentação de RT-PCR com resultado negativo feito até três dias antes da data de entrada na Bolívia.

Canadá

Está proibida (com exceções) a entrada de estrangeiros no Canadá para fins opcionais ou discricionários (por ordem da lei).

:: Coronavírus: Brasil fecha fronteira e venezuelanos são impedidos de voltar a Roraima ::

Todos os passageiros, independentemente da procedência ou da nacionalidade, devem apresentar resultado negativo de teste PCR realizado não mais de 72 horas antes do embarque para o país, e baixar aplicativo e preencher com informações sobre plano de quarentena também antes do embarque.

Catar

Até o momento, não há registro de medidas restritivas específicas para voos ou passageiros provenientes do Brasil, a quem se aplicam as regras gerais. Ou seja, apresentação do resultado negativo de teste PCR realizado não mais de 72 horas antes do embarque para o país, e baixar aplicativo e preencher com informações sobre plano de quarentena também antes do embarque.

Chile

A entrada de estrangeiros não residentes, salvo exceções previstas em lei, está sujeita a permissão de autoridade consular chilena . Ao ingressar no território, mantém-se a obrigatoriedade de quarentena de 10 dias, as quais, para chilenos e residentes vacinados no país, poderá ser cumprida no domicílio.

China

A China não adotou, até o presente momento, medidas restritivas para aeronaves e passageiros procedentes do Brasil, aplicando-se as regras gerais, lembrando que não há voos regulares entre Brasil e China.

Colômbia

Não regras proibitivas de ingresso de passageiros estrangeiros. Mesmo a apresentação de exame RT-PCR deixou de ser exigida e os viajantes foram dispensados do preenchimento de formulário no aplicativo ("CoronApp"), permanecendo apenas a necessidade de registro no aplicativo "Check-Mig".

:: Após 100 milhões de testes e suspensão de voos, China volta a zerar casos de covid ::

Coreia do Sul

Não há voos diretos entre Coreia do Sul e Brasil. Passageiros oriundos do Brasil devem submeter-se a novo teste RT-PCR imediatamente após o desembarque na Coreia e devem sujeitar-se às regras de completo isolamento obrigatório determinadas pelas autoridades locais.

Emirados Árabes Unidos

Aplicam-se as regras gerais, que incluem quarentena, além de teste RT-PCR no desembarque, caso este se dê no aeroporto de Dubai.

Equador

Passageiros oriundos do Brasil devem apresentar teste tipo RT-PCR com resultado negativo para COVID-19, feito 72 horas antes do embarque para o voo. O teste negativo deve ser apresentado mesmo se o passageiro estiver completamente vacinado.

Além disso, deverão realizar quarentena de 10 dias em sua residência ou em outra hospedagem escolhida, às custas do viajante, independentemente do resultado do
resultado do teste PCR apresentado.

Espanha

Estão suspensos os voos oriundos de qualquer aeroporto situado no Brasil com destino a qualquer aeroporto na Espanha, com ou sem escalas.

EUA

Para entrar nos Estados Unidos é necessário mostrar exame negativo para Covid-19.

Etiópia

O governo etíope não instituiu medidas restritivas específicas a voos, passageiros e tripulação aérea oriundos do Brasil.

:: OMS: Terceira dose da vacina gera "falsa sensação de segurança" ::

França

Para passageiros oriundos de Brasil, África do Sul, Índia e Reino Unido, a entrada na França está diretamente relacionada a seu "status" de vacinação. Os viajantes
vacinados desses quatro países devem apresentar para ingressar na França: comprovante de ciclo de vacinação completo com vacina aprovada pela Agência Europeia de Medicamentos (EMA); e declaração de honra atestando não ter sintomas de COVID-19 e não constituir caso-contato.

Índia

Não há voos diretos entre Brasil e Índia. Aos passageiros com passagem pelo Brasil nos últimos 14 dias, exigem-se teste PCR (72h) no embarque e no desembarque.

Itália

Aos passageiros provenientes do Brasil, solicita-se: apresentação, no embarque, de teste RT-PCR ou de antígeno, realizado nas 72 horas anteriores ao ingresso na Itália; realização de teste PCR ou de antígeno no momento da chegada à Itália ou em até 48 horas após a entrada em território italiano; cumprimento de quarentena de 10 dias; e realização de teste PCR ou de antígeno ao final da quarentena.


Marrocos

O Marrocos proibiu , em 19/01/2021 e por prazo indeterminado , a entrada de quaisquer aviões e passageiros provenientes do Brasil.

México

O México não adotou restrição a voos ou a passageiros procedentes do Brasil.

Países Baixos e Panamá

Ambos consideram o Brasil de "risco muito alto" , assim, é proibida a entrada de brasileiros com algumas exceções. Caso permitido o ingresso, é obrigatório o
cumprimento de quarentena por dez dias, redutível a cinco dias mediante apresentação de teste negativo. O teste é obrigatório independentemente da pessoa ter sido vacina ou não.

Paraguai

Aplicam-se as regras gerais (que incluem quarentena), além de teste RT-PCR no desembarque.

Peru

Desde o dia 5 de setembro de 2021, o Peru permite a entrada de brasileiros desde que seja apresentado teste de exame tipo RT-PCR feito em até 72 horas antes da viagem e/ou o comprovante de imunização completo emitido pelo ConectSUS em espanhol.

Portugal

Passageiros de vôos com origem no Brasil devem cumprir o requisito da essencialidade (do voo) e cumprir período de isolamento profilático de 14 dias.


Quênia

Não há medidas específicas relativas ao Brasil (aplicam-se as regras gerais). Passageiros provenientes do Brasil estão isentos de quarentena. Não há voos diretos do Brasil.


Reino Unido

Estão proibidos voo do Brasil até o país. O Reino Unido considera o Brasil um país da "lista vermelha", ou seja, de grande risco de contágio do novo coronavírus.

Suíça

Não há restrição de nenhum país, mas aplicam-se as regras gerais de apresentação de teste RT-PCR.


Turquia

Estão suspensos os voos diretos oriundos de Brasil, África do Sul, Índia, Nepal e SriLanla. A entrada de pessoas procedentes do Brasil está condicionada à apresentação de teste RT-PCR negativo feito até 72 horas antes da viagem e ao cumprimento de 14 dias de quarentena obrigatória em local designado pela governadoria do local de chegada a este país.

Uruguai

O Uruguai não impôs restrições específicas a voos, passageiros e tripulação aérea oriundos do Brasil.

Edição: Douglas Matos

Comentários para "Saiba quais são os países que ainda restringem a entrada de brasileiros na pandemia":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Casa Grande e Tulha, em Campinas, é tombada como Patrimônio Cultural do Brasil

Casa Grande e Tulha, em Campinas, é tombada como Patrimônio Cultural do Brasil

Casa Grande e Tulha é o segundo bem tombado pelo Iphan na cidade de Campinas (SP).

Bonito, no Mato Grosso do Sul, sedia primeiro museu subaquático de água doce do Brasil

Bonito, no Mato Grosso do Sul, sedia primeiro museu subaquático de água doce do Brasil

Localizado a quatro metros de profundidade, novo atrativo integra turismo, meio ambiente e arte com a natureza

Mais de dois terços dos brasileiros planejam viajar em breve, aponta pesquisa

Mais de dois terços dos brasileiros planejam viajar em breve, aponta pesquisa

Avanço da vacinação no país aumenta confiança dos viajantes e tem efeitos positivos na retomada econômica do setor de turismo

Gestores do turismo poderão realizar curso em turismo gastronômico

Gestores do turismo poderão realizar curso em turismo gastronômico

Formação online é resultado de parceria entre o Ministério do Turismo e o Instituto Federal de Brasília e oferecerá 300 vagas

Manaus: Os 352 anos da porta de entrada da Amazônia brasileira

Manaus: Os 352 anos da porta de entrada da Amazônia brasileira

Viaje com a gente e saiba um pouco mais sobre o rico e diversificado turismo na capital do Amazonas

Ministério do Turismo institui Fórum de Segurança Turística

Ministério do Turismo institui Fórum de Segurança Turística

Colegiado terá a missão de formular políticas e iniciativas que promovam a segurança nos destinos nacionais.

Capital de Goiás, Goiânia completa 88 anos

Capital de Goiás, Goiânia completa 88 anos

Goiânia completa 88 anos no domingo (24.10).

No Rio, Museu do Pontal inaugura neste domingo horta/jardim sensorial

No Rio, Museu do Pontal inaugura neste domingo horta/jardim sensorial

Espaço servirá para cultivar ervas e realizar eventos educativos

Rio das Ostras Jazz & Blues Festival será evento-teste com 30 shows presenciais

Rio das Ostras Jazz & Blues Festival será evento-teste com 30 shows presenciais

Em virtude dos impactos gerados pela covid-19, o festival também é um fator fundamental para a recuperação econômica do Município e de toda a região da Costa do Sol, fomentando uma de suas principais atividades: o turismo.

Belo Horizonte pode ganhar parque em mata de 200 mil m² de Mata Atlântica, após 12 anos de luta

Belo Horizonte pode ganhar parque em mata de 200 mil m² de Mata Atlântica, após 12 anos de luta

Câmara aprovou projeto que reconhece valor ecológico, paisagístico, cultural e comunitário da Mata do Planalto

Pesquisa revela que turistas preferem viajar de carro

Pesquisa revela que turistas preferem viajar de carro

Segundo Bruno Mantovani, empresário e dono de uma empresa de turismo receptivo, a preferência pelo interior se dá pelo motivo dos turistas buscarem experiências ligadas ao bem-estar e contato com a natureza.