×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 26 de outubro de 2021

Salvador ganha museu sobre a música baiana e sua influência no país

Salvador ganha museu sobre a música baiana e sua influência no paísFoto: Pixabay

Cidade da Música da Bahia é interativo e tem tecnologia de ponta

Publicado Em 25/09/2021 - 19:45 Por Denise Griesinger – Repórter Da Agência Brasil* - Brasília - 26/09/2021 - 09:51:30

Após mais de três anos em obras de recuperação, o Casarão dos Azulejos Azuis, na região do Comércio, em Salvador, abriga agora o mais novo museu da capital soteropolitana: a Cidade da Música da Bahia.

Próximo a cartões postais da cidade, como o elevador Lacerda e o Mercado Modelo, a construção da década de 1850 estava repleta de escombros oriundos do desabamento da cobertura do prédio.

No total, foram investidos mais de R$ 19 milhões em obras que incluíram a estabilização do imóvel e recuperação dos tradicionais azulejos portugueses azuis da fachada.

Para a coordenadora de comunicação do museu, Maria João Amado, a importância do novo espaço reformado passa, inclusive, pela autoestima dos moradores da capital baiana: “É um edifício belíssimo que estava muito degradado. As pessoas passavam e pensavam ‘puxa, que pena que está assim’”.

Agora, a cidade que é berço de grandes artistas da MPB, samba-reggae, rock, pagode e axé, oferece uma experiência musical completa ao visitante, distribuída em quatro pavimentos totalmente recuperados do edifício.

Espaços

O piso térreo conta com hall de entrada, recepção e bilheteria, salão de estar, café, loja, biblioteca, midiateca, centro de pesquisa, além da área de infraestrutura do centro cultural.

Os pavimentos superiores abrigam acervos permanentes e estão sob as curadorias do antropólogo Antonio Risério e do arquiteto e artista Gringo Cardia.

No primeiro andar, a exposição A Cidade de Salvador e Sua Música retrata bairros da cidade e suas músicas, histórias, depoimentos e novas tendências. O local abriga uma grande maquete interativa, três grandes telas de projeção, estações de consulta e estúdio para gravação de depoimentos.

No segundo pavimento, o tema é a Tropicália e abriga a exposição História da Música na Bahia com nove cabines de vídeos, além de três salas: A Magia da Orquestra , com conteúdo voltado para a música clássica; A Nova Música da Cidade , com uma tela de 80 polegadas que exibe vídeos com grupos novos, cantores em ascensão e grupos periféricos de música; e, por fim, a sala Quem Faz a Música da Bahia , que exibe 260 depoimentos das pessoas mais importantes e representativas da música baiana.

O terceiro andar é dedicado a entretenimentos educativos, com estúdio e cabine de mixagem. No espaço karaokêteka, o visitante vira cantor. Escolhe um fundo para seu vídeo e, ao final, tem um clipe pronto para postar nas redes sociais. Uma estação de vídeo exibe todos os clipes já gravados. O conteúdo é acumulativo e dá para pesquisar quem gravou.

Pandemia

Com a vacinação avançando no país e o turismo sendo retomado, o museu é mais uma opção para o turista que visita Salvador. “Salvador é uma cidade vocação musical e a expectativa é a melhor possível para o turista que terá mais essa opção na capital baiana”, conta Maria José.

Segundo a coordenadora, em função dos cuidados sanitários com a pandemia de covid-19, a visitação à Cidade da Música da Bahia deve ser agendada no site do museu.

Neste momento, a capacidade diária é de 400 visitantes, divididos em grupos de até 80 pessoas, em cinco horários ao longo do dia, sendo o primeiro às 10h e o último às 16h. As visitas têm duração de aproximadamente uma hora e meia.

“Como o museu tem um acervo de quase 800 horas de gravação, é impossível esgotar todo o conteúdo em uma única visita”, diz Maria José, ao encorajar o visitante a retornar mais vezes ao local.

Projetos futuros


Recém-aberto ao público, a Cidade da Música da Bahia já tem projetos ambiciosos para o futuro, na área de educação.

“A ideia é oferecer cursos variados como de percussão, história da música, dentre outros relacionados à expressão musical”, conta Maria José.

Segundo ela, há a expectativa de construção de um anexo ao edifício onde serão ministrados os cursos de formação educativa. Não há ainda previsão para o início das obras.

Serviço

O museu funciona de terça a domingo. O ingresso custa R$ 20. Têm direito à meia entrada (R$ 10) estudantes, idosos (acima de 60 anos) e residentes em Salvador, que devem apresentar comprovante de residência.

A Cidade da Música da Bahia fica na Praça Visconde de Cayru, número 19, no bairro Comércio.

*Com informações da prefeitura de Salvador

Comentários para "Salvador ganha museu sobre a música baiana e sua influência no país":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Bonito, no Mato Grosso do Sul, sedia primeiro museu subaquático de água doce do Brasil

Bonito, no Mato Grosso do Sul, sedia primeiro museu subaquático de água doce do Brasil

Localizado a quatro metros de profundidade, novo atrativo integra turismo, meio ambiente e arte com a natureza

Mais de dois terços dos brasileiros planejam viajar em breve, aponta pesquisa

Mais de dois terços dos brasileiros planejam viajar em breve, aponta pesquisa

Avanço da vacinação no país aumenta confiança dos viajantes e tem efeitos positivos na retomada econômica do setor de turismo

Gestores do turismo poderão realizar curso em turismo gastronômico

Gestores do turismo poderão realizar curso em turismo gastronômico

Formação online é resultado de parceria entre o Ministério do Turismo e o Instituto Federal de Brasília e oferecerá 300 vagas

Manaus: Os 352 anos da porta de entrada da Amazônia brasileira

Manaus: Os 352 anos da porta de entrada da Amazônia brasileira

Viaje com a gente e saiba um pouco mais sobre o rico e diversificado turismo na capital do Amazonas

Ministério do Turismo institui Fórum de Segurança Turística

Ministério do Turismo institui Fórum de Segurança Turística

Colegiado terá a missão de formular políticas e iniciativas que promovam a segurança nos destinos nacionais.

Capital de Goiás, Goiânia completa 88 anos

Capital de Goiás, Goiânia completa 88 anos

Goiânia completa 88 anos no domingo (24.10).

No Rio, Museu do Pontal inaugura neste domingo horta/jardim sensorial

No Rio, Museu do Pontal inaugura neste domingo horta/jardim sensorial

Espaço servirá para cultivar ervas e realizar eventos educativos

Rio das Ostras Jazz & Blues Festival será evento-teste com 30 shows presenciais

Rio das Ostras Jazz & Blues Festival será evento-teste com 30 shows presenciais

Em virtude dos impactos gerados pela covid-19, o festival também é um fator fundamental para a recuperação econômica do Município e de toda a região da Costa do Sol, fomentando uma de suas principais atividades: o turismo.

Belo Horizonte pode ganhar parque em mata de 200 mil m² de Mata Atlântica, após 12 anos de luta

Belo Horizonte pode ganhar parque em mata de 200 mil m² de Mata Atlântica, após 12 anos de luta

Câmara aprovou projeto que reconhece valor ecológico, paisagístico, cultural e comunitário da Mata do Planalto

Pesquisa revela que turistas preferem viajar de carro

Pesquisa revela que turistas preferem viajar de carro

Segundo Bruno Mantovani, empresário e dono de uma empresa de turismo receptivo, a preferência pelo interior se dá pelo motivo dos turistas buscarem experiências ligadas ao bem-estar e contato com a natureza.

"Viagem" à pré-história: Sítios arqueológicos com pinturas rupestres viram atração em Alagoas

Os 43 sítios arqueológicos do Assentamento Nova Esperança guardam pinturas cujo significado ainda é um mistério para os pesquisadores