×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 26 de outubro de 2021

'Se queremos voltar a viajar, tem de ser necessariamente sem aglomeração'

'Se queremos voltar a viajar, tem de ser necessariamente sem aglomeração'Foto: Mônica Nobrega

No feriado da virada de ano circulou nas redes sociais um post que dizia que havia mais gente de folga em praias desertas do que existem praias desertas no Brasil todo

Por Mônica Nobrega, O Estado De S.paulo - 12/01/2021 - 15:30:44

No feriado da virada de ano circulou nas redes sociais um post que dizia que havia mais gente de folga em praias desertas do que existem praias desertas no Brasil todo.

Alô, pessoal da praia deserta: aqui da nossa casinha alugada no Litoral Norte de São Paulo , eu e a minha família convidamos todo mundo a admitir que é verdade. Essas praias para as quais nós escapamos em busca de ilusão estão cheias de gente como a gente. Gente que sempre soube que esse deserto estaria repleto de outros desesperados esperançosos encharcados de álcool em gel.

Ocorre que eu não sou – e acredito que você também não é – negacionista da pandemia. A covid-19 está aí, em expansão e mutação. Não dá para descuidar mesmo, não há exceção. A vacina está próxima; precisamos ficar saudáveis e manter os outros vivos até a picadinha da redenção.

A essa altura, sabemos que o distanciamento social é fundamental, decisivo, incontornável para evitar a propagação ainda maior do vírus. Vale para o turismo. Se queremos voltar a viajar, tem de ser necessariamente sem aglomeração. Nesse sentido, a minha praia, Santiago, na cidade de São Sebastião , mesmo longe de ser deserta, se mostrou bastante promissora.

Espremida entre Toque-Toque Pequeno e Maresias, Santiago é isolada por um morro ao sul e um costão rochoso ao norte. Pitica, tem 600 metros de uma faixa de areia larga, muita sombra de amendoeiras, água doce fresca de uma bica que desce o morro até o canto esquerdo e um mar transparente que vez ou outra fica bravo, mas, na maioria dos dias, é suficientemente tranquilo para crianças.

O bairro tem uma única ruazinha principal, outras quatro sem saída. Trinta casas no máximo. Uma pousada (Nai, uma graça, desde R$ 590 a diária para duas pessoas) e um camping (do Cacau, R$ 60 por pessoa, por noite). E uma guarita na única entrada.

A guarita é da Sociedade de Preservação Ambiental da Praia de Santiago. É essa associação que garante o cumprimento de regras de convivência, como a maravilhosa proibição às caixas de som. Santiago, além de linda, é uma praia onde se pode escutar o som do mar. Pode haver cenário melhor?

Pois nessa praia idílica e nem tão deserta assim, para garantir o isolamento social, alugamos uma casa enorme, ventilada, com um quarto com banheiro para cada família. Fomos à praia sempre muito cedo, até as 10 horas, antes de encher. E no fim do dia, para o pôr do sol, de máscara.

Para viajar na pandemia, é preciso ser realista. Agora, em pleno verão, não existe essa tal praia deserta no Brasil. A proposta deste espaço, a partir de agora, será a de pensar e buscar sugestões práticas de como – e mesmo se – é possível viajar com a covid-19 entre nós.

Comentários para "'Se queremos voltar a viajar, tem de ser necessariamente sem aglomeração'":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Bonito, no Mato Grosso do Sul, sedia primeiro museu subaquático de água doce do Brasil

Bonito, no Mato Grosso do Sul, sedia primeiro museu subaquático de água doce do Brasil

Localizado a quatro metros de profundidade, novo atrativo integra turismo, meio ambiente e arte com a natureza

Mais de dois terços dos brasileiros planejam viajar em breve, aponta pesquisa

Mais de dois terços dos brasileiros planejam viajar em breve, aponta pesquisa

Avanço da vacinação no país aumenta confiança dos viajantes e tem efeitos positivos na retomada econômica do setor de turismo

Gestores do turismo poderão realizar curso em turismo gastronômico

Gestores do turismo poderão realizar curso em turismo gastronômico

Formação online é resultado de parceria entre o Ministério do Turismo e o Instituto Federal de Brasília e oferecerá 300 vagas

Manaus: Os 352 anos da porta de entrada da Amazônia brasileira

Manaus: Os 352 anos da porta de entrada da Amazônia brasileira

Viaje com a gente e saiba um pouco mais sobre o rico e diversificado turismo na capital do Amazonas

Ministério do Turismo institui Fórum de Segurança Turística

Ministério do Turismo institui Fórum de Segurança Turística

Colegiado terá a missão de formular políticas e iniciativas que promovam a segurança nos destinos nacionais.

Capital de Goiás, Goiânia completa 88 anos

Capital de Goiás, Goiânia completa 88 anos

Goiânia completa 88 anos no domingo (24.10).

No Rio, Museu do Pontal inaugura neste domingo horta/jardim sensorial

No Rio, Museu do Pontal inaugura neste domingo horta/jardim sensorial

Espaço servirá para cultivar ervas e realizar eventos educativos

Rio das Ostras Jazz & Blues Festival será evento-teste com 30 shows presenciais

Rio das Ostras Jazz & Blues Festival será evento-teste com 30 shows presenciais

Em virtude dos impactos gerados pela covid-19, o festival também é um fator fundamental para a recuperação econômica do Município e de toda a região da Costa do Sol, fomentando uma de suas principais atividades: o turismo.

Belo Horizonte pode ganhar parque em mata de 200 mil m² de Mata Atlântica, após 12 anos de luta

Belo Horizonte pode ganhar parque em mata de 200 mil m² de Mata Atlântica, após 12 anos de luta

Câmara aprovou projeto que reconhece valor ecológico, paisagístico, cultural e comunitário da Mata do Planalto

Pesquisa revela que turistas preferem viajar de carro

Pesquisa revela que turistas preferem viajar de carro

Segundo Bruno Mantovani, empresário e dono de uma empresa de turismo receptivo, a preferência pelo interior se dá pelo motivo dos turistas buscarem experiências ligadas ao bem-estar e contato com a natureza.

"Viagem" à pré-história: Sítios arqueológicos com pinturas rupestres viram atração em Alagoas

Os 43 sítios arqueológicos do Assentamento Nova Esperança guardam pinturas cujo significado ainda é um mistério para os pesquisadores