×
ContextoExato
Responsive image

Seca do rio Tapajós forma o 'Caribe amazônico'

Seca do rio Tapajós forma o 'Caribe amazônico'Foto:

A vazante de um dos afluentes do Rio Amazonas dá forma às praias de areias brancas de Alter do Chão (PA) e marca o início da alta temporada, que vai até dezembro

Por Arthur Caldeira - Destak Jornal - 11/09/2019 - 16:24:19

Em agosto, as águas esverdeadas do rio Tapajós começam a recuar. A vazante de um dos afluentes do Rio Amazonas dá forma às praias de areias brancas de Alter do Chão (PA) e marca o início da alta temporada, que vai até dezembro.


As belas praias de água doce, que renderam o apelido de "Caribe Amazônico" à vila de pescadores, são a principal atração do local, um dos dez melhores destinos de 2019, segundo pesquisa do jornal "O Estado de S. Paulo".

Fundada há 260 anos, Alter do Chão mistura o clima descontraído das praias com a exuberância da Floresta Amazônica. Distante 40 km da cidade de Santarém (PA), a vila é ideal para quem busca relaxar em meio à natureza.


De barco
No início de agosto, a famosa Ilha do Amor, cartão postal de Alter do Chão, só pode ser acessada de barco. "Mas quando o rio seca, dá para ir a pé", conta Abraão de Oliveira, um dos inúmeros barqueiros que ficam no cais em frente à igreja de Nossa Senhora da Saúde, construída no final do século XIX e patrimônio histórico da cidade. Por motivos óbvios, a melhor maneira de se conhecer a região é de barco.

Comentários para "Seca do rio Tapajós forma o 'Caribe amazônico'":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
...