×
ContextoExato
Responsive image

Seca revela palácio de mais de 3 mil anos no Iraque

Seca revela palácio de mais de 3 mil anos no IraqueFoto: Divulgação/ University of Tübingen eScience Cente/Kurdistan Archaeology Organization

Ruínas do palácio foram descobertas após uma seca reduzir o nível de água do reservatório da represa de Mosul. Palácio foi escavado por equipe curdo-alemã

Opinião & Noticia - 10/07/2019 - 10:55:28

Um palácio de 3.400 anos emergiu de um reservatório na região curda do Iraque, depois que o nível de água baixou devido à seca.

A descoberta das ruínas no reservatório da represa de Mosul, às margens do rio Tigre, inspirou uma escavação arqueológica espontânea que melhorará a compreensão do Império Mittani, um dos impérios menos pesquisados do Antigo Oriente, disse a equipe curdo-alemã de pesquisadores em um comunicado à imprensa.

“É uma das descobertas arqueológicas mais importantes da região nas últimas décadas”, disse o arqueólogo curdo Hasan Ahmed Qasim. O palácio teria originalmente ficado a apenas 15 metros do rio em um terraço elevado. Uma parede do terraço de tijolos de barro foi posteriormente adicionada para estabilizar o edifício, acrescentando a arquitetura imponente.

Ivana Puljiz, arqueóloga do Instituto de Estudos do Antigo Oriente da Universidade de Tübingen, descreve o palácio, conhecido como Kemune, como um edifício cuidadosamente projetado com paredes de tijolos de barro de até dois metros de espessura.

Algumas das paredes têm mais de dois metros de altura e vários quartos têm paredes rebocadas, acrescentou ela. A equipe também encontrou pinturas nas paredes em tons de vermelho e azul, que provavelmente eram uma característica comum dos palácios da época, mas raramente foram encontradas preservadas.

Dez tabletes de argila cobertos de escrita cuneiforme, um antigo sistema de escrita, também foram descobertos e enviados à Alemanha para tradução.

“A partir dos textos, esperamos obter informações sobre a estrutura interna do Império Mittani, sua organização econômica e a relação da capital Mittani com os centros administrativos nas regiões vizinhas”, disse Puljiz à CNN.

Os arqueólogos ficaram sabendo do local em 2010, quando os níveis de água no reservatório eram baixos, mas esta é a primeira vez que eles conseguiram escavar. No entanto, o local ficou submerso logo após a escavação, disse Puljiz, acrescentando: “Não está claro quando ele surgirá novamente”.

Medindo um quilômetro de comprimento e 500 metros de largura, a antiga área urbana tem grandes casas, um palácio, uma extensa rede rodoviária e um cemitério.

Fontes:
CNN-Ancient palace emerges from drought-hit Iraq reservoir

Comentários para "Seca revela palácio de mais de 3 mil anos no Iraque":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório