×
ContextoExato
Responsive image

Sergio Moro acusa governo Bolsonaro de abandonar a proposta sobre segunda instância

Sergio Moro acusa governo Bolsonaro de abandonar a proposta sobre segunda instânciaFoto: Tribuna da Internet

Moro defende a aprovação da emenda pelo Congresso

Wesley Oliveira - Correio Braziliense/tribuna Da Internet - 27/10/2020 - 15:21:27

O ex-ministro da Justiça Sergio Moro participou do debate sobre a Proposta de Emenda à Constituição 199, conhecida como a PEC da segunda instância, realizado nesta terça-feira (27) pela Secretaria de Relações Internacionais da Câmara. Moro defendeu a aprovação da PEC e acusou o governo Bolsonaro de ter abandonado a matéria.

Moro disse também ser favorável à aplicação da prisão em segunda instância mesmo para processos anteriores à aprovação da lei. O relator da PEC na Câmara, deputado Fábio Trad (PSD-MS), comentou no mesmo debate a pressão para limitar o alcance da proposta.

MAIS ABRANGENTE – “Eu preferia que a PEC fosse mais abrangente, mas se esse é o custo para aprovar, eu acho razoável. É hipocrisia reprovar a proposta por causa da questão temporal”, defendeu o ex-ministro.

Sobre a articulação do governo pela aprovação da matéria, Sergio Moro afirmou que “não vê ninguém participando desse debate. “Dentro do governo, eu era a única pessoa que falava da PEC. Desde que deixei o ministério, nunca mais se falou sobre. É lamentável que o governo tenha abandonado a execução em segunda instância”, atacou o ex-ministro.

A visão do ex-ministro foi rechaçada pelo deputado Alex Manete, que cobrou um posicionamento por parte do presidente Jair Bolsonaro. “É importante ressaltar que já cobramos do vice-presidente Hamilton Mourão, do presidente Jair Bolsonaro, que de fato eles se posicionem e colaborem. Essa pauta inclusive os conduziu para o processo vitorioso de 2018”, completou o deputado.

###
NOTA DA REDAÇÃO
– Moro está cansado de saber que Bolsonaro não aceita prisão após segunda instância, por causa dos filhos, que têm contas a prestar à Justiça. No Congresso e no Supremo, a maioria também é a favor da impunidade. Ou seja, os três Poderes estão unidos contra essa proposta. Está tudo dominado, como se diz hoje em dia. (C.N.)

Comentários para "Sergio Moro acusa governo Bolsonaro de abandonar a proposta sobre segunda instância":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório