×
ContextoExato
Responsive image

Sergio Moro continua a ser um juiz de carreira, sério e competente, que acreditou em um mentiroso

Sergio Moro continua a ser um juiz de carreira, sério e competente, que acreditou em um mentirosoFoto: Tribuna da Internet

O traço marcante do caráter(?) do mentiroso é trair aos que não concordam com seu comportamento indecente. Trair, trair e trair sempre.

Celso Serra - Tribuna Da Internet - 03/12/2020 - 11:45:19

Eu ainda continuo vendo Sérgio Moro como um juiz de carreira, concursado, que em 2018 acreditou em um mentiroso – que foi eleito dizendo que fortaleceria a Lava-Jato na luta contra a corrupção. E o tempo, senhor da razão e pai da verdade, se encarregou de mostrar que o mentiroso se uniria aos corruptos e a magistrados nomeados por corruptos para enterrar a Lava-Jato e garantir a impunidade dos familiares, dos velhos corruptos amigos e dos corruptos que antes se encontravam no poder.

O traço marcante do caráter(?) do mentiroso é trair aos que não concordam com seu comportamento indecente. Trair, trair e trair sempre.

DEMOCRACIA CORRUPTA – Vamos sintetizar nossa democracia, aqui na República Tabajara que vivemos: a) não pode existir candidato avulso, sem partido político, a lei não permite; b) os partidos políticos colocam corruptos como candidatos; c) o povo não tem alternativa, é obrigado a votar em corruptos; d) corruptos são eleitos, elaboram a aprovam leis que protegem a corrupção e seus agentes; e) corruptos, eleitos, nomeiam juízes para os Tribunais Superiores; f) esses juízes nomeados pelos corruptos, em ação contínua de reconhecimento e gratidão, passam a proteger a corrupção e os corruptos, mantendo-os impunes, graciosamente ou não.

O cidadão decente, aquele que foi obrigado a votar nos corruptos selecionados pelos partidos políticos, apenas paga elevada carga tributária e mantém o esgoto em volume crescente.

LONGE DO POVO – Em país subdesenvolvido, os Poderes não podem ficar distantes do povo, mas é justamente isso o que ocorre desde que o Distrito Federal foi transferido para Brasília, que se tornou a capital mundial da corrupção impune.

Por mais que queira, não consigo esquecer a frase do republicano Ruy Barbosa, 25 anos após o regime republicano instalado no país, ao se referir a atuação de Pedro II e a monarquia que o Brasil vivia: “… o homem que tinha certa nódoa em sua vida era um homem perdido para todo o sempre, as carreiras políticas lhe estavam fechadas.”

Hoje “as carreiras políticas” aceitam os imundos corruptos de braços abertos. Peço desculpas aos amigos aqui do Blog, porém o que escrevo não é um desabafo, e sim o que vi e assisti em quase 80 anos de vida. As quadrilhas que se instalaram no poder após a transferência da capital para Brasília me levaram a perder a esperança no futuro do Brasil.

Comentários para "Sergio Moro continua a ser um juiz de carreira, sério e competente, que acreditou em um mentiroso":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório