×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 27 de novembro de 2021

Sindicato dos Professores do DF critica possibilidade de retorno 100% presencial das aulas

Sindicato dos Professores do DF critica possibilidade de retorno 100% presencial das aulasFoto: Acácio Pinheiro/Agência Brasília

Sindicato aponta que 136 escolas públicas no DF registraram casos de contaminação por covid-19. Fotos: Acácio Pinheiro/Agência Brasília

Roberta Quintino - Brasil De Fato - Brasília/df - 21/10/2021 - 12:17:40

Governador defende retorno total após conclusão do ciclo de imunização de 70% da população.

“Quase que diariamente há notificação de gente infectada nas escolas”, a declaração é da diretora do Sindicato dos Professores no Distrito Federal (Sinpro-DF), Rosilene Correa, que tem acompanhado a crescente de casos e mortes por covid-19 na rede pública de ensino.

Recentemente, o governador Ibaneis Rocha (MDB) declarou que as aulas nas escolas da rede pública do Distrito Federal serão 100% presencial após conclusão do ciclo de imunização de 70% da população da cidade.

Para a sindicalista, a declaração do governador é “no mínimo precipitada”. Ela destaca que o DF ainda tem um quadro bastante preocupante. “Todos os dias têm gente sendo infectada e todo dia tem gente morrendo aqui no DF”.

De acordo com o Sinpro-DF, após o retorno às aulas, no dia 5 de agosto, 136 escolas públicas da cidade registraram casos de contaminação por covid-19. A entidade registrou ainda a morte de professores pela doença.

Um mês após a volta presencial, o professor Joseli Gomes de Farias, do CED Stella dos Cherubins Guimarães Trois, em Planatina, faleceu vítima de covid-19. No início de outubro, a professora Cleudiliz da Cruz Rodrigues de Oliveira, de 47 anos, que atuava na Escola Classe 18 de Ceilândia também morreu em decorrência da doença. Ambos estavam imunizados.

“A realidade é que a vacina é indispensável, mas ela não nos dá uma segurança absoluta, ainda mais que não será 100% da população vacinada. As escolas conseguiram se organizar de tal forma que o ideal é manter as coisas como estão. Não dá pra correr o risco de jogar por terra todo esforço feito até aqui e arriscar perder mais vidas”, ressalta Correa.

Segundo a dirigente, as entidades que compõem o Comitê de Monitoramento de Retorno às Aulas Presenciais avaliam que para “dar maior segurança para todos”, a melhor medida é encerrar o ano na atual modalidade.

Em nota, o Sinpro-DF aponta que as escolas são espaços que potencializam a transmissão, “pelo elevado número de pessoas que ali circulam e pela própria natureza da atividade, que envolve contato entre as pessoas”.

A Secretaria de Saúde do DF informou que espera atingir a marca de dois milhões de pessoas imunizadas com o ciclo de segunda dose completo até o final de outubro. A cidade possui mais de 2,5 milhões de população vacinável com 12 anos ou mais. No momento, cerca de 86% receberam a primeira dose da vacina e apenas 58% completaram o ciclo de imunização.

Questionada sobre a possibilidade da ampliação da terceira dose aos professores da rede pública, a Secretaria respondeu apenas que segue as orientações do Ministério da Saúde.

Para receber nossas matérias diretamente no seu celular clique aqui.

Edição: Márcia Silva

Comentários para "Sindicato dos Professores do DF critica possibilidade de retorno 100% presencial das aulas":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Campanha de multivacinação no Distrito Federal continua até terça-feira, dia 30

Campanha de multivacinação no Distrito Federal continua até terça-feira, dia 30

Secretaria de Saúde recomenda que pais ou responsáveis levem os filhos para se imunizarem

DF começa a aplicar dose de reforço em maiores de 40 anos contra Covid-19

DF começa a aplicar dose de reforço em maiores de 40 anos contra Covid-19

Para ser imunizado, é preciso ter completado ciclo vacinal há 5 meses

Ceasa inaugura espaço exclusivo para venda de morango no DF

Ceasa inaugura espaço exclusivo para venda de morango no DF

A Morangolândia vai facilitar o escoamento da produção no DF, praticamente inviabilizada pela falta de um espaço para o comércio da fruta

Aplicativo Detran Digital agora faz emissão da CNH-e, no Distrito Federal

Aplicativo Detran Digital agora faz emissão da CNH-e, no Distrito Federal

Uma parceria com a Senatran torna disponível novo serviço aos condutores, que podem acessá-lo de forma simples e intuitiva

Escolas públicas com contas em dia podem se inscrever para receber recursos

Escolas públicas com contas em dia podem se inscrever para receber recursos

Edital do projeto “Participe da cidade: o patrimônio público é nosso!” fica aberto até 10 de janeiro. Para participar, é preciso comprovar regularidade na prestação de contas e ter contas do Pdaf aprovadas

Operação Genebra: MPDFT consegue a condenação de mais seis réus

Operação Genebra: MPDFT consegue a condenação de mais seis réus

Servidores públicos agiram ilegalmente para obter benefício econômico na contratação da Cruz Vermelha de Petrópolis

População negra é a principal atingida pelo desemprego no DF

População negra é a principal atingida pelo desemprego no DF

As mulheres e homens negros entre 18 e 24 anos correspondem ao maior grupo dentre os desempregados

Vacinação completa contra Covid-19 será obrigatória em eventos no DF

Vacinação completa contra Covid-19 será obrigatória em eventos no DF

Com cobertura vacinal de 74% da população apta à imunização e índice de transmissão de 0,76, novo decreto modifica regras de prevenção

Emoção na festa de 10 anos do Hospital da Criança

Emoção na festa de 10 anos do Hospital da Criança

Atendido pelo HCB desde o ano passado, Luiz Felipe Rodrigues, de 4 anos, cantou a música “O caderno”, de Toquinho, acompanhado do pai e da musicoterapeuta que o atende há seis meses

Pessoas a partir de 57 anos já podem tomar dose de reforço contra a covid no DF

Pessoas a partir de 57 anos já podem tomar dose de reforço contra a covid no DF

Dia D da vacinação ficou abaixo do esperado no último sábado, em diversos pontos do DF

Pescadores organizam ações no DF para denunciar violações de direitos humanos e socioambientais

Pescadores organizam ações no DF para denunciar violações de direitos humanos e socioambientais

Mais de 600 pescadores e pescadoras se reúnem em Brasília para participarem de atividades de mobilizações e incidências políticas durante a semana do Grito da Pesca