×
ContextoExato
Responsive image

Sindilegis repudia mensagens racistas em grupo de advogados no DF

Sindilegis repudia mensagens racistas em grupo de advogados no DFFoto: Pixabay

Sindilegis repudia mensagens racistas contra vaga exclusiva para afrodescendentes

Sindicato Dos Servidores Do Poder Legislativo Federal E Do Tribunal De Contas Da União - 09/05/2021 - 06:02:48

Estágio é ofertado pelo escritório Telesca e Advogados Associados, um dos prestadores de serviços jurídicos do Sindicato

Neste sábado (8), uma troca de mensagens no WhatsApp reforçou de forma assustadora o racismo ainda presente na sociedade. O escritório Telesca e Advogados Associados, que presta serviços jurídicos ao Sindilegis, abriu processo seletivo de estágio para uma vaga exclusiva a afrodescendentes. Contudo, a iniciativa foi vítima de mensagens racistas, discriminatórias e chacotas em um grupo de WhatsApp formado por bacharéis em direito, com piadas de cunho discriminatórios, utilizando memes e emojis, além de frases de duplo sentido. As mensagens podem ser acessadas na matéria publicada pelo Jornal Metrópoles clicando aqui.

De acordo com Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o impacto da pandemia no mercado de trabalho fez com que a diferença da taxa de desemprego entre brancos e pretos aumentasse e atingisse seu maior nível desde 2012. Outros indicadores evidenciam como a renda, o número de horas trabalhadas e a taxa de participação no mercado de trabalho também caíram mais para esses grupos do primeiro para o segundo trimestre do ano, de acordo com os dados da FGV Social, com base na Pnad Contínua.

O Sindilegis recebeu com perplexidade e as mensagens enviadas pelo grupo de advogados. Segundo o presidente Alison Souza, os responsáveis precisam ser punidos pela Organização dos Advogados do Brasil (OAB) devido à gravidade das mensagens, que configuram crime. O presidente da OAB-DF, Délio Lins e Silva Jr., por sua vez, afirmou que a questão será encaminhada ao Tribunal de Ética para providências.

Comentários para "Sindilegis repudia mensagens racistas em grupo de advogados no DF":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório