×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 26 de outubro de 2021

Social-democrata vence eleição presidencial no Panamá

Social-democrata vence eleição presidencial no PanamáFoto: Pixabay

O opositor social-democrata Laurentino "Nito" Cortizo, do Partido Revolucionário Democrático (PRD), venceu nesse domingo (5), por pequena vantagem, as eleições presidenciais do Panamá.

Por Agência Brasil* Brasília - 06/05/2019 - 10:33:44

Contados 92% dos votos, o Tribunal Eleitoral considerou a tendência irreversível, apesar da diferença de apenas dois pontos percentuais de Cortizo sobre o empresário Rômulo Roux, líder do partido de direita Mudança Democrática (CD, em espanhol).

"A vitória é nossa. Graças a Deus, o Panamá decidiu o seu futuro, o Panamá ganhou! Apelo a todos os panamianos que se unam para resgatar o país e construir pontes que nos levem adiante", disse o ex-ministro da Agricultura, de 66 anos, a apoiadores, em seu discurso da vitória.


Já Roux, apoiado pelo ex-mandatário Ricardo Martinelli, que está detido, anunciou que não reconhecerá os resultados. "Nós não vamos aceitar nenhum resultado das eleições para presidente", disse. "Temos informação de irregularidades, e não vamos reconhecer o resultado até termos contado tudo", acrescentou.

O social-democrata obteve 33,08% dos votos, contra 31,06% de Roux. Menos de 40 mil votos separam os dois principais candidatos, segundo dados oficiais. A apuração mostra em terceiro lugar o candidato livre Ricardo Lombana, com pouco mais de 19% dos votos, enquanto na quarta posição aparece o candidato governista José Blandón, com mais de 10% dos votos.

A vitória do ex-ministro trouxe de volta ao Poder Executivo o histórico Partido Revolucionário Democrático, depois de dez anos na oposição. Na corrida à presidência, Cortizo apresentou um discurso nacionalista, com promessas de governar com autonomia e firmeza, para reorientar o Estado por meio de uma reforma legislativa constitucional e reduzir a corrupção, depois de um escândalo envolvendo a empreiteira Odebrecht.

A empresa brasileira admitiu ter distribuído ao menos US$ 100 milhões em propinas a servidores públicos entre 2006 e 2014. A Odebrecht concordou em compensar o Panamá com US$ 220 milhões em reparações ao longo de 12 anos, o que levou ao arquivamento do processo contra a construtora.

Esta foi a sexta eleição geral desde a queda do presidente Manuel Noriega, em 1989, e a primeira após a reforma do Código Eleitoral, em 2017.

Durante os meses que antecederam as eleições presidenciais, legislativas e locais, a população do Panamá, com cerca de 3,8 milhões de habitantes, demonstrou preocupação com questões como o combate à corrupção, uma nova Constituição e o combate ao crime, ao desemprego e ao alto custo de vida.


*Com informações da Deutsche Welle (agência pública da Alemanha)

Edição: Graça Adjuto

Comentários para "Social-democrata vence eleição presidencial no Panamá":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Biden será 1º presidente dos EUA a participar da cúpula da ASEAN em 4 anos

Biden será 1º presidente dos EUA a participar da cúpula da ASEAN em 4 anos

Erdogan muda de ideia quanto a expulsão de embaixadores após escândalo diplomático

Ministério Público da Argentina recomenda suspensão de trigo transgênico discutido no Brasil

Ministério Público da Argentina recomenda suspensão de trigo transgênico discutido no Brasil

Iniciativas tentam barrar o trigo transgênico no Brasil e na Argentina; trigo HB4 já é cultivado em cinco províncias do país vizinho.

China vai defender paz mundial, diz presidente Xi no aniversário do retorno à ONU

China vai defender paz mundial, diz presidente Xi no aniversário do retorno à ONU

Ministros e líderes partidários são detidos no Sudão

Rússia bate novo recorde de mortes por Covid-19

Rússia bate novo recorde de mortes por Covid-19

A Rússia foi o primeiro país do mundo a autorizar uma vacina contra covid-19 com o lançamento do Sputnik V em agosto de 2020

Moscou adotará medidas de lockdown para conter alta da Covid-19

Moscou adotará medidas de lockdown para conter alta da Covid-19

Regras entram em vigor a partir do dia 28

130ª Feira de Cantão: China continua a abertura e compartilha oportunidades com o mundo

130ª Feira de Cantão: China continua a abertura e compartilha oportunidades com o mundo

Em sua carta, Xi observou que a feira fez contribuições significativas para facilitar o comércio internacional, o intercâmbio externo-interno e o desenvolvimento econômico desde sua criação em 1957

Paraguai reforça segurança na fronteira com Brasil

Paraguai reforça segurança na fronteira com Brasil

Congressistas americanos pedem recuo na relação com Brasil

Desenvolvimento é a força motriz da erradicação da pobreza na China

Desenvolvimento é a força motriz da erradicação da pobreza na China

Entre 1990 e 2010, no contexto da arrancada industrial, proporção de população pobre chinesa passou de 66,3% para 11,2%, de acordo com o Banco Mundial

China emite selos comemorativos da COP15

China emite selos comemorativos da COP15

Foto tirada em 11 de outubro de 2021 mostra os detalhes de um selo comemorativo para a 15ª reunião da Conferência das Partes da Convenção das Nações Unidas sobre Diversidade Biológica (COP15) realizada em Kunming, Província de Yunnan, sudoeste da China.

ONG austríaca denuncia Jair Bolsonaro a tribunal internacional por 'crimes contra a humanidade'

ONG austríaca denuncia Jair Bolsonaro a tribunal internacional por 'crimes contra a humanidade'

O tribunal não tem obrigação de julgar todos os casos apresentados.

Veja o que dizem os presidentes latino-americanos flagrados com empresas em paraísos fiscais

Veja o que dizem os presidentes latino-americanos flagrados com empresas em paraísos fiscais

As Ilhas Virgens Britânicas são consideradas um dos principais paraísos fiscais do mundo, possuem apenas 152km² e 400 mil empresas registradas, recebendo cerca de US$ 60 bilhões anualmente