×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 17 de outubro de 2021

Terremoto no Haiti afetou 1,2 milhão de haitianos, metade são crianças

Terremoto no Haiti afetou 1,2 milhão de haitianos, metade são criançasFoto: UNICEF/Haiti

Antes do terremoto, equipe do Unicef visita família em Dame-Marie, no Haiti

Portal Onu News De Noticias - 18/08/2021 - 18:57:35

Fundo das Nações Unidas para a Infância, Unicef, informa que os departamentos mais atingidos pelo sismo são Nippes e Grand’Anse; situação foi agravada com a passagem da tempestade tropical Grace, na segunda-feira.

Pelo menos 540 mil crianças foram atingidas pelo terremoto no Haiti, no sábado. A informação é do Unicef.

Feridos após o terremoto no Haiti buscam assistência em hospital

Foto: © UNICEF/George Harry Rouzie

Feridos após o terremoto no Haiti buscam assistência em hospital

Os serviços de resgate continuam as buscas pelos escombros após o tremor de 7.2 na escala Richter, que matou pelo menos 2 mil pessoas, segundo agências de notícias, e deixou 7 mil feridos.

Chuvas

A agência da ONU disse que o sismo atingiu cerca de 1,2 milhão de haitianos.

Os departamentos de Nippes e Grand’Anse fôram os mais severamente castigados pelo terremoto e pela passagem da tempestade tropical Grace, na segunda-feira, que levou fortes chuvas e deslizamentos.

Com isso, os serviços de água e abrigo também foram interrompidos e complicando a resposta humanitária a famílias afetadas.

O tremor destruiu mais de 84 mil casas assim como hospitais, escolas e pontes.

Um hotel em Gele foi destruído após o terremoto no Haiti

© UNICEF/George Harry Rouzie

Um hotel em Gele foi destruído após o terremoto no Haiti

Mesmas áreas

O representante do Unicef no Haiti, Bruno Maes, que está em Les Cayes, contou ter visto fortes ventos e chuvas fortes nas mesmas áreas que já sofriam com os estragos do terremoto de sábado.

O socorro humanitário também está sendo complicado pela violência e criminalidade. A principal via de acesso da capital Porto Príncipe para o sul do Haiti é controlada, no momento, por criminosos e bandidos.

Mesmo assim, o Unicef conseguiu avançar com a entrega de ajuda e um caminhão com seis kits de ajuda médica aos hospitais de Les Cayes chegou ao destino final com equipamentos de proteção, medicamentos e antibióticos para tratar 30 mil vítimas nos próximos três meses.

Famílias e crianças

Unicef e seus parceiros estão distribuindo abrigos de emergências, latrinas e reservatórios de água, kits de higiene menstrual, sabonetes e tabletes de purificação de água.

Material educativo e de recreação será entregue pelo Unicef, que está preparando atividades para evitar separação de famílias e crianças.

A agência precisará de US$ 15 milhões para responder às necessidades mais urgentes de pelo menos 385 mil pessoas incluindo 167 mil crianças menores de cinco anos pelos próximos dois meses.

Fundo de US$ 8 milhões

O secretário-geral da ONU, António Guterres, expressou solidariedade ao povo haitiano e disse que uma equipe do ONU está atuando com o governo do país caribenho para que a assistência humanitária possa chegar a quem precisa.

Na segunda-feira, o Fundo de Resposta de Emergência alocou US$ 8 milhões para cuidados essenciais e ações imediatas para os afetados pelo terremoto e pela tempestade tropical.

Comentários para "Terremoto no Haiti afetou 1,2 milhão de haitianos, metade são crianças":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Aplicativo vai ajudar crianças e adolescentes a denunciar violências

Aplicativo vai ajudar crianças e adolescentes a denunciar violências

Plataforma será ligada à Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos

Campanha contra insegurança alimentar ilumina Congresso Nacional

Campanha contra insegurança alimentar ilumina Congresso Nacional

Campanha global lembra o Dia Mundial da Alimentação, no próximo sábado

Campanha

Campanha "Tenho Sede" conta com doações para construir 1 milhão de cisternas no Semiárido

Na campanha, mulheres do semiárido contam suas histórias sobre como o acesso à água através das cisternas transformou as suas vidas

Campanha da ASA busca doações para construir 1 milhão de cisternas no Semiárido brasileiro

Campanha da ASA busca doações para construir 1 milhão de cisternas no Semiárido brasileiro

Consideradas tecnologias simples e baratas, cisternas tendem a gerar benefícios para famílias e comunidades do semiárido

Dia Nacional do Idoso: Conheça políticas públicas para essa população

Dia Nacional do Idoso: Conheça políticas públicas para essa população

Pessoas com mais de 60 anos representam quase 18% dos brasileiros

Itamaraty não fará nada sobre deportação de crianças brasileiras dos EUA para Haiti, diz professor

Itamaraty não fará nada sobre deportação de crianças brasileiras dos EUA para Haiti, diz professor

A Sputnik Brasil conversou Thiago Rodrigues, professor do Instituto de Estudos Estratégicos da Universidade Federal Fluminense (UFF), sobre a grave crise de migração que levou milhares de haitianos à cidade texana de Del Rio.

Cerca de 930 milhões de toneladas de comida vão parar no lixo, alerta FAO

Cerca de 930 milhões de toneladas de comida vão parar no lixo, alerta FAO

2,5 milhões de pessoas na República Centro-Africana passam fome.

Balé muda vida de adolescentes em favelas brasileiras

Balé muda vida de adolescentes em favelas brasileiras

Dançar da favela para o mundo na plataforma da nuvem, é um sonho para todos os jovens bailarinos do Balé Paraisópolis em São Paulo no Brasil.

CNJ aprova política para atender pessoas em situação de rua: O que muda na prática?

CNJ aprova política para atender pessoas em situação de rua: O que muda na prática?

De acordo com o IPEA, no início da pandemia já chegava a 222 mil o número de pessoas vivendo em situação de rua no Brasil

Projeto Cultura Doadora realiza Semana da Doação de Órgãos entre os dias 26 e 1º de outubro

Projeto Cultura Doadora realiza Semana da Doação de Órgãos entre os dias 26 e 1º de outubro

O projeto Cultura Doadora preparou uma programação intensa para a Semana da Doação de Órgãos

Quase 9 mil vivem nas ruas de BH:

Quase 9 mil vivem nas ruas de BH: "A única coisa que eu quero é um lar para meus filhos”

Construção civil não para de anunciar novos empreendimentos em BH, mas não há indícios de que imóveis vão resolver problema habitacional