×
ContextoExato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 21 de novembro de 2018


Teto caído, falta de água, rachadura: Condições de prédio do IBGE no DF são investigadas

Teto caído, falta de água, rachadura: Condições de prédio do IBGE no DF são investigadas

Em dia de racionamento, sanitários ficam sujos; teto do banheiro masculino caiu na terça e aguarda conserto. Condições precárias motivaram inquérito do Ministério Público do Trabalho

Por Braitner Moreira e Michele Mendes, G1 DF e TV Globo/Foto: Arquivo pessoal - 12/02/2018 - 17:42:16

Um dos prédios do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) em Brasília tem oferecido condições precárias de trabalho aos funcionários. Os problemas estão no edifício onde funciona a Supervisão de Documentação e Disseminação de Informações, na quadra 509 Sul.

O teto do banheiro masculino do primeiro andar caiu na manhã de terça-feira (6), mas não foi consertado durante a semana. O do feminino, que fica ao lado, tem infiltrações, e os trabalhadores ouvidos pelo G1 temem risco de desabamento.

Em uma das salas do prédio, há uma rachadura sobre a janela. Ali, a parede chega a apresentar deformações. Segundo um servidor que não quis se identificar, a fissura cresce há mais de um ano.

O prédio tem fluxo em torno de 100 pessoas por dia, mas possui uma caixa d'água com capacidade para apenas mil litros. Em dias de racionamento na Asa Sul, portanto, a repartição fica sem água.

"Temos de usar banheiros imundos, com urina de várias pessoas, até a água voltar no dia seguinte."
Até outubro de 2017, os servidores eram dispensados pelo IBGE nos dias de racionamento de água na região onde funciona a unidade. A medida, porém, foi revogada pelo instituto após a reportagem do G1.


Investigação em andamento


Diante dos problemas apresentados no edifício, o Ministério Público do Trabalho abriu investigação, em 1º de fevereiro, para avaliar as condições de trabalho.

A medida foi tomada pela procuradora Valesca Monte, que avaliou que a denúncia dos servidores é uma agressão "à ordem jurídico-trabalhista e aos direitos coletivos dos trabalhadores".

O G1 entrou em contato com o IBGE por e-mail e telefone desde quinta-feira (8). Até a última atualização desta reportagem, o órgão ainda não tinha pronunciado a respeito dos problemas no prédio e da investigação do Ministério Público do Trabalho.

Comentários para "Teto caído, falta de água, rachadura: Condições de prédio do IBGE no DF são investigadas":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório