×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 09 de agosto de 2022

Tolerância Zero está dando certo e os homicídios caem 25% no Rio de Janeiro

Tolerância Zero está dando certo e os homicídios caem 25% no Rio de Janeiro

Foto: Twitter

No caso do Estado do Rio, isso significa que a política de Tolerância Zero do governo estadual realmente está dando resultados.

Por Carlos Newton-tribuna Da Internet - 31/05/2019 - 09:17:07

Os dados sobre a queda da criminalidade no Estado do Rio de Janeiro – divulgados pelo Instituto de Segurança Pública (ISP) – revelam que os casos de homicídios dolosos tiveram redução de 25% em abril, na comparação com o mesmo mês em 2018. É o quarto mês seguido de queda.

EM QUEDA – O número de homicídios vem diminuindo. Houve menos 488 ocorrências nos quatro primeiros meses de 2019, na comparação com o mesmo período do ano passado. Além disso, de janeiro a abril deste ano, 2904 armas foram apreendidas em todo o estado, sendo 241 delas fuzis. E outros destaques positivos foram as quedas de 25% nos roubos de carga e de 19% nos roubos de veículos em abril de 2019, na comparação com o mesmo mês do ano passado.

Quando há redução da criminalidade num mês ou noutro, e depois volta a subir, não há indicativo confiável. Mas quando as ocorrências vêm diminuindo em quadro meses seguidos, em relação ao ano anterior, passa a haver indicativo de viés de baixa.

BONS RESULTADOS – No caso do Estado do Rio, isso significa que a política de Tolerância Zero do governo estadual realmente está dando resultados. Houve queda até nos roubos de rua, que englobam assaltos a pedestres, em ônibus e roubos de aparelhos celulares. Foram 11.067 no mês de abril, com 830 ocorrências a menos do que em março, quando chegaram a 11.897 registros.

Segundo os especialistas, quando aumenta a repressão aos crimes mais graves, geralmente ocorre alta dos roubos de rua, porque os criminosos buscam alternativas de sobrevivência mais fáceis e rápidas. No entanto,, também os roubos de ruas tiveram diminuição em abril.

A MÍDIA DESPREZA –Seria de se esperar que essa notícia da redução da criminalidade, tão ansiosamente esperada pela população do Rio de Janeiro, fosse manchete da imprensa mídia local e repercutisse no país inteiro, mas não foi exatamente isso que aconteceu.

As emissoras de rádio e televisão, assim como os três maiores jornais do Estado – O Globo, O Dia e Extra – simplesmente desprezaram a redução das ocorrências. Ao invés da registrar a queda da criminalidade em todos os itens, a mídia preferiu destacar a informação de que o número de mortos em confrontos com a Polícia aumentara 23% em abril, em relação ao mesmo mês do ano passado.

ERA ESPERADO – Realmente esse dado é verdadeiro e deveria ser até esperado. Quando se aumenta a repressão ao crime, é claro que o número de criminosos mortos em confrontos tende a aumentar. Entretanto, de acordo com o Instituto de Segurança Pública, Também este indicador está em queda desde o começo do ano. Em janeiro, foram 160 mortes em confrontos; em fevereiro, 145, em março, 129; e em abril 124.

O pior comportamento foi de O Globo. Além de não dar destaque à queda da criminalidade, na quarta-feira o jornalão publicou um editorial lamentando a violência policial, sob o título “Redução de homicídios é relevante, mas mortes por policiais preocupam”.

###
P.S. –
Os tempos estão sempre mudando, há um permanente vaivém das ideias e teses. Agora, apesar de Bolsonaro estar no poder com sua política de combate ao crime, parece que mesmo assim voltou à moda defender os direitos humanos dos criminosos, ao invés de defender as vítimas. (C.N.)

Comentários para "Tolerância Zero está dando certo e os homicídios caem 25% no Rio de Janeiro":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Últimas Notícias
Quais são os principais riscos da automedicação?

Quais são os principais riscos da automedicação?

São Paulo e Portugal sediam concurso internacional de azeites extravirgens

São Paulo e Portugal sediam concurso internacional de azeites extravirgens

Mulheres ganham 24% menos no setor da saúde

Mulheres ganham 24% menos no setor da saúde

Inscrições abertas para a Semana Universitária de 2022

Inscrições abertas para a Semana Universitária de 2022

MPDFT vistoria administrações para verificar cumprimento de decisão judicial

MPDFT vistoria administrações para verificar cumprimento de decisão judicial

Operação Res Capta: MPF denuncia 27 pessoas por corrupção, associação criminosa e crimes ambientais

Operação Res Capta: MPF denuncia 27 pessoas por corrupção, associação criminosa e crimes ambientais

Ministro suspende novo decreto que reduziu IPI de produtos que concorrem com os produzidos na ZFM

Ministro suspende novo decreto que reduziu IPI de produtos que concorrem com os produzidos na ZFM

“O TSE não está só, porque a sociedade não tolera o negacionismo eleitoral”, afirma Fachin

“O TSE não está só, porque a sociedade não tolera o negacionismo eleitoral”, afirma Fachin

Estudo mostra alta da pobreza em regiões metropolitanas

Estudo mostra alta da pobreza em regiões metropolitanas

60 anos da psicologia é marcada por manifestações em defesa da democracia

60 anos da psicologia é marcada por manifestações em defesa da democracia

Roubo de celular vira ‘porta de entrada’ para invasão a contas e cartões

Roubo de celular vira ‘porta de entrada’ para invasão a contas e cartões

Por que as eleições deste ano podem ser as mais atípicas já vistas no Brasil?

Por que as eleições deste ano podem ser as mais atípicas já vistas no Brasil?

“É mito que o álcool faz bem para a saúde”, diz médica da Opas

“É mito que o álcool faz bem para a saúde”, diz médica da Opas

TSE e Kwai estreiam Central das Eleições

TSE e Kwai estreiam Central das Eleições

Preso sob acusação de matar Marielle é condenado por tráfico de armas

Preso sob acusação de matar Marielle é condenado por tráfico de armas

UnB divulga nota à comunidade sobre a doença Monkeypox

UnB divulga nota à comunidade sobre a doença Monkeypox

Internautas cobram cassação do registro de Damares por fake news contra Lula

Internautas cobram cassação do registro de Damares por fake news contra Lula

Prazos processuais judiciais voltam a fluir no TJDFT

Prazos processuais judiciais voltam a fluir no TJDFT

MPDFT apresenta resultados da aplicação de medidas alternativas em 2021

MPDFT apresenta resultados da aplicação de medidas alternativas em 2021

Golpes bancários disparam e devem gerar prejuízos de R$ 2,5 bilhões neste ano

Golpes bancários disparam e devem gerar prejuízos de R$ 2,5 bilhões neste ano

Ministério da Saúde lança Campanha Nacional de Vacinação

Ministério da Saúde lança Campanha Nacional de Vacinação