×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 22 de outubro de 2021

Trabalhadores no Uruguai do setor de gás param e suspendem greve de fome

Trabalhadores no Uruguai do setor de gás param e suspendem greve de fomeFoto: Marieta Cazarré - Agência Brasil

O porta-voz do sindicato afirmou que a categoria iniciará greve geral, por tempo indeterminado.

Por Marieta Cazarré - Agência Brasil Montevidéu - 29/05/2019 - 18:34:31

O Sindicato dos Trabalhadores do Setor de Gás em Montevidéu anunciou uma paralisação de todos os funcionários da MontevideoGas, subsidiária da Petrobras, a partir do meio-dia de hoje (29). Durante o ato, eles anunciam o fim da greve de fome de dois trabalhadores, que durou 30 dias. O porta-voz do sindicato afirmou que a categoria iniciará greve geral, por tempo indeterminado.

O conflito entre os trabalhadores e a empresa se arrasta há meses. Em abril, a tensão aumentou após a Petrobras anunciar a intenção de sair do país e um plano de contingência que incluía demissões. Por outro lado, a situação se agravou após a invasão de trabalhadores à sede da empresa, o chamado controle operário, proibido pela Justiça uruguaia.

Desde então, os funcionários vêm se mobilizando, com trabalhadores em greve de fome e passeatas, na tentativa de garantir os empregos. Na semana passada, representantes do sindicato se reuniram com o presidente do Uruguai, Tabaré Vázquez, e pediram que os postos de trabalho fossem mantidos enquanto durar a saída da empresa do país.

Em documento divulgado ontem (8) à noite, a Petrobras diz que, após uma reunião com representantes do governo na sexta-feira passada (24), decidiu manter as sanções aplicadas a alguns trabalhadores que ocuparam a sede.

A empresa afirma que suas ações foram "moderadas" e que poderia, inclusive, ter demitido os funcionários que descumpriram os contratos de trabalho.

"A MontevideoGas logicamente tem direito a aplicar essas sanções diante do descumprimento das obrigações laborais que surgem do contrato de trabalho e da normativa vigente e desobediência a uma ordem judicial", diz o documento.

A empresa informou que está disposta a dialogar e propôs um acordo nos seguintes termos: definição de medidas que gerem redução de custos equivalente a 19 postos de trabalho (até 31 de dezembro deste ano) e não demitir ou enviar ao seguro-desemprego trabalhadores enquanto durar a negociação, que poderia começar imediatamente e ir até 30 de junho, podendo ser prorrogada de comum acordo.

O governo prometeu enviar, ainda esta semana, uma nova proposta à Petrobras. Os trabalhadores do gás, no momento, afirmam que mantêm a intenção de realizar uma greve geral por tempo indeterminado, mas que aguardarão a resposta da Petrobras à proposta do governo para definir a data da paralisação.


Saiba mais

Edição: Graça Adjuto


Comentários para "Trabalhadores no Uruguai do setor de gás param e suspendem greve de fome":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Moscou adotará medidas de lockdown para conter alta da Covid-19

Moscou adotará medidas de lockdown para conter alta da Covid-19

Regras entram em vigor a partir do dia 28

130ª Feira de Cantão: China continua a abertura e compartilha oportunidades com o mundo

130ª Feira de Cantão: China continua a abertura e compartilha oportunidades com o mundo

Em sua carta, Xi observou que a feira fez contribuições significativas para facilitar o comércio internacional, o intercâmbio externo-interno e o desenvolvimento econômico desde sua criação em 1957

Paraguai reforça segurança na fronteira com Brasil

Paraguai reforça segurança na fronteira com Brasil

Congressistas americanos pedem recuo na relação com Brasil

Desenvolvimento é a força motriz da erradicação da pobreza na China

Desenvolvimento é a força motriz da erradicação da pobreza na China

Entre 1990 e 2010, no contexto da arrancada industrial, proporção de população pobre chinesa passou de 66,3% para 11,2%, de acordo com o Banco Mundial

China emite selos comemorativos da COP15

China emite selos comemorativos da COP15

Foto tirada em 11 de outubro de 2021 mostra os detalhes de um selo comemorativo para a 15ª reunião da Conferência das Partes da Convenção das Nações Unidas sobre Diversidade Biológica (COP15) realizada em Kunming, Província de Yunnan, sudoeste da China.

ONG austríaca denuncia Jair Bolsonaro a tribunal internacional por 'crimes contra a humanidade'

ONG austríaca denuncia Jair Bolsonaro a tribunal internacional por 'crimes contra a humanidade'

O tribunal não tem obrigação de julgar todos os casos apresentados.

Veja o que dizem os presidentes latino-americanos flagrados com empresas em paraísos fiscais

Veja o que dizem os presidentes latino-americanos flagrados com empresas em paraísos fiscais

As Ilhas Virgens Britânicas são consideradas um dos principais paraísos fiscais do mundo, possuem apenas 152km² e 400 mil empresas registradas, recebendo cerca de US$ 60 bilhões anualmente

Brasil concede 80 vistos humanitários para cidadãos do Afeganistão

Brasil concede 80 vistos humanitários para cidadãos do Afeganistão

Estão em andamento mais 400 pedidos de vistos

Igreja Católica da França: 216.000 menores foram vítimas de abuso sexual em 70 anos, diz relatório

Igreja Católica da França: 216.000 menores foram vítimas de abuso sexual em 70 anos, diz relatório

Cerca de 3.000 pedófilos atuaram na Igreja Católica da França desde 1950, conforme um relatório da Comissão Independente Francesa sobre Abuso Sexual na Igreja.

Pelo menos 8 países apuram denúncias sobre uso de paraísos fiscais por líderes

Pelo menos 8 países apuram denúncias sobre uso de paraísos fiscais por líderes

Autoridades tributárias de Austrália, México, Espanha e Panamá fizeram comunicados públicos afirmando que estão acompanhando as denúncias reportadas e garantindo que investigarão possíveis crimes e indivíduos mencionados nos Pandora Papers.

BNDES captará US$ 500 milhões com banco dos Brics para projetos sustentáveis

BNDES captará US$ 500 milhões com banco dos Brics para projetos sustentáveis

O financiamento do NDB ao BNDES terá prazo total de 11 anos e seis meses. O banco brasileiro poderá usar os recursos para emprestar ao longo de quatro anos.