×
ContextoExato
Responsive image

Tribunal de Contas do DF aprova inspeção, e auditores vão investigar a situação dos hospitais

Tribunal de Contas do DF aprova inspeção, e auditores vão investigar a situação dos hospitaisFoto: Hugo Barreto - Metrópoles

A Justiça local determinou, recentemente, ao governo do DF que desse publicidade às informações sobre ocupação de leitos de UTIs

Lilian Tahan - Metrópoles - 09/07/2020 - 14:11:36

Os conselheiros do Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) aprovaram, durante sessão remota nessa quarta-feira (8/7), a realização de inspeção em hospitais e unidades de saúde do DF. A medida vai permitir que auditores do TCDF se dediquem, a partir dos próximos dias, a conferir a real situação sobre a disponibilidade de leitos de UTIs, insumos e acessórios utilizados para o tratamento da Covid-1 9 nos hospitais.

A decisão foi tomada após representação de autoria do deputado distrital Leandro Grass (Rede) que pedia cautelar obrigando o GDF a informar dados sobre o sistema que regula a ocupação dos leitos de UTI na capital da República.

A cautelar não foi concedida, porque os conselheiros, seguindo orientação do corpo técnico, consideram que essa obrigação já estava satisfeita por ordem judicial. A Justiça local determinou, recentemente, ao governo do DF que desse publicidade às informações sobre ocupação de leitos em tempo real nas unidades de saúde da capital.

Em vez da cautelar, o relator da ação no TCDF, Inácio Magalhães, aceitou sugestão do conselheiro Renato Rainha para a realização de inspeção nas unidades de saúde.

Rainha argumentou que “muito mais importante neste momento é conferir se o que está sendo informado corresponde, de fato, à realidade”. O conselheiro reforçou ainda que os auditores do TCDF possuem especialização que corpo técnico de nenhum outro órgão tem para promover inspeções: “Este é o nosso dia a dia, temos gente capacitada e em número suficiente para realizar estas auditorias”.

Durante sua fala na sessão, Rainha reportou a história de uma moradora de Ceilândia que, após ser atropelada, foi encaminhada para o hospital da cidade. No local, a vítima pegou Covid-19 e precisou de UTI, mas acabou falecendo à espera de um leito. “Ela morreu dentro do Hospital Regional de Ceilândia. E o sistema dizia que havia oito leitos de UTI disponíveis naquele momento”, salientou o conselheiro.

O relator Inácio Magalhães acolheu a sugestão, e os demais conselheiros se posicionaram a favor das apurações nos hospitais.

Comentários para "Tribunal de Contas do DF aprova inspeção, e auditores vão investigar a situação dos hospitais":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório