×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 25 de junho de 2022

Tribunal publica acórdão e desmente discurso de investigados na Operação Drácon

Tribunal publica acórdão e desmente discurso de investigados na Operação DráconFoto:

A ementa, confeccionada pelo desembargador Roberval Casemiro Belinati, contradiz o discurso da presidente afastada da Câmara Legislativa

Redação com informações do TJDFT - 05/11/2016 - 12:18:22

A ementa, confeccionada pelo desembargador Roberval Casemiro Belinati, contradiz o discurso da presidente afastada da Câmara Legislativa. ...

O Tribunal de Justiça divulgou ontem (4/11), as ementas dos acórdãos que mantiveram o afastamento de Celina Leão da Presidência da Câmara Legislativa e permitiram o retorno dos demais integrantes da Mesa Diretora aos seus cargos.

.

Disse o TJDFT: “deve ser mantida a decisão que acolheu pedido do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios para suspender cautelarmente o exercício das funções públicas da presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal, tendo em vista a presença dos requisitos de garantia da ordem pública e conveniência da instrução criminal”.

Consta do acórdão que “a existência de investigação criminal por fatos graves supostamente cometidos no exercício das funções de Presidente da Câmara Legislativa autoriza o afastamento cautelar da requerida, a fim de que seja garantida a efetividade da instrução e mantida a lisura dos trabalhos legislativos”.

A manutenção da deputada Celina Leão na Presidência da Câmara Legislativa mostra-se incompatível com a preservação da finalidade pública do cargo eletivo e indica a probabilidade de que ela venha a influenciar testemunhas que possam colaborar com as investigações, utilizando-se das condições de seu cargo, disseram os Desembargadores do TJDFT.

A presidente afastada propala aos quatro ventos que o processo é político, todavia, o Tribunal de Justiça afirmou que “embora os elementos colhidos já demonstrem, em cognição sumária, a ocorrência de ilícitos criminais, é certo que a investigação ainda se encontra pendente de análise pormenorizada do vasto material probatório obtido nas diligências realizadas”.

Em resumo, o Tribunal de Justiça do Distrito Federal, em ementa confeccionada pelo desembargador Roberval Casemiro Belinati diz que existem indícios de comentimento de crime.

Na decisão que determinou o retorno dos demais integrantes da Mesa Diretora da Câmara Legislativa do DF aos seus cargos, ainda consta a relevante informação de que foram realizadas diligências importantes, tais como a implantação de escutas ambientais. Eis, pois, a justificativa para a segunda diligência de busca e apreensão. Na segunda vez que estiveram na casa, a polícia e o Ministério Público foram buscar as escutas ambientais.

Na conjugação das ementas, recém-publicadas, resta claro que existem fortes provas e indícios de cometimento de crimes por parlamentares, crimes, vale dizer, contra a combalida saúde pública do Distrito Federal.

Comentários para "Tribunal publica acórdão e desmente discurso de investigados na Operação Drácon":

    • Sergio Oliveira

      Segunda-Feira, 07 de Novembro de 2016 -

      Caro Sombra. Parabéns pelo blog, mas com relação ao tema colocado, é fácil uma dedução: a bela deputada é uma versão mais linda, mas não menos igual que Eurides Britto. A diferença entre as duas está na estética, de resto, é tudo a mesma coisa. Era questão de tempo uma repetir a outra, sem a bolsa. Quem sabe, mochila de frequentadora de academia né?

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Passagens aéreas sobem 123% em 12 meses e lideram com as maiores altas

Passagens aéreas sobem 123% em 12 meses e lideram com as maiores altas

Os dados fazem parte da pesquisa divulgada nesta sexta-feira, 24 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

ANS amplia cobertura de tratamentos de transtornos globais do desenvolvimento

ANS amplia cobertura de tratamentos de transtornos globais do desenvolvimento

A nota técnica que baseia a decisão cita manual do Sistema Único de Saúde

Minas Gerais é campeão na geração de energia solar

Minas Gerais é campeão na geração de energia solar

Estado é líder com mais de 16% da participação nacional

Reconhecimento de firma poderá ser feito on-line

Reconhecimento de firma poderá ser feito on-line

MP dos Cartórios também pretende atuar no processo de modernização com o objetivo de unificar os registros cartorais de todo o país

Passageiros terão de se acostumar com passagens mais caras, diz Iata

Passageiros terão de se acostumar com passagens mais caras, diz Iata

A entidade está realizando nesta semana, no Catar, seu encontro anual.

Brasil começa a tratar energia e sustentabilidade como temas prioritários

Brasil começa a tratar energia e sustentabilidade como temas prioritários

O IPCC também aponta que, nos próximos oito anos, 132 milhões de pessoas (especialmente de países mais vulneráveis, incluindo regiões da América do Sul) podem cair na extrema pobreza.

Turismo fatura R$ 15,4 bi só em março, segundo FecomercioSP

Turismo fatura R$ 15,4 bi só em março, segundo FecomercioSP

Buscas por viagens aumentam no primeiro semestre

Começa a 3ª fase da Pesquisa Nacional de Saúde Bucal

Começa a 3ª fase da Pesquisa Nacional de Saúde Bucal

As primeiras visitas aos cidadãos aconteceram em março, no estágio denominado arrolamento, em que agentes comunitários de saúde visitam setores sorteados em busca do público-alvo da sondagem.

Classes B, C, D e E no Brasil têm menos acesso a computadores desde a pandemia

Classes B, C, D e E no Brasil têm menos acesso a computadores desde a pandemia

Pesquisa TIC Domicílios foi divulgada hoje por centro de estudos

Aneel reajusta bandeiras tarifárias em até 64%

Aneel reajusta bandeiras tarifárias em até 64%

Consumidores não pagarão mais porque bandeira está verde

Procuradora de Registro espancada revela que 'tinha medo' de colega

Procuradora de Registro espancada revela que 'tinha medo' de colega

“Foi exposta a minha dignidade. Como mulher, fui desrespeitada, assim como servidora pública”, afirmou a procuradora-geral de Registro (SP)