×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 20 de agosto de 2022

TSE reforça ao longo dos anos tradição de diálogo com corpo diplomático internacional

TSE reforça ao longo dos anos tradição de diálogo com corpo diplomático internacional

Foto: Tribunal Superior Eleitoral

As reuniões e eventos com embaixadores, observadores e visitantes internacionais acontecem historicamente para ampliar a transparência do sistema eleitoral

Tribunal Superior Eleitoral - 19/07/2022 - 08:58:28

A Justiça Eleitoral (JE) completou 90 anos de existência em fevereiro deste ano. Nesse período, sempre foi uma determinação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) estreitar relações com o corpo diplomático estrangeiro localizado em Brasília. E o objetivo principal dessas reuniões sempre foi o de prestar informações e trazer esclarecimentos sobre o processo eleitoral brasileiro aos representantes das diversas nações.

Ao longo dos anos, ocorreram diversos encontros e seminários antes das eleições gerais e municipais. O evento realizado em 31 maio deste ano, por exemplo, não foi apenas sobre urna eletrônica, mas abordou também diversos aspectos do sistema eleitoral.

Na ocasião, os diplomatas estrangeiros ouviram exposições feitas por ministros e secretários da Corte sobre o calendário das eleições, estatísticas e voto no exterior, bem como o sistema eletrônico de votação. Em suma, o evento buscou qualificar o diálogo entre os especialistas de diversos setores do TSE e os diplomatas estrangeiros interessados em acompanhar as eleições brasileiras em outubro.

Encontros ao longo dos anos

Tradicionalmente, o TSE recebe embaixadores, observadores e visitantes internacionais para as eleições, de modo a ampliar a transparência do sistema eleitoral e possibilitar atividades de cooperação. Assim, além de contar com a participação de diversas instituições do país, os pleitos brasileiros também são acompanhados por representantes de inúmeras organizações estrangeiras, que, ao final do processo, produzem relatórios com todas as informações colhidas durante as missões.

Em 2011 – ano não eleitoral –, o TSE realizou o I programa de Interc â mbio em Mat é ria Eleitoral do Foro Comunidade dos Paí ses de Lí ngua Portuguesa (CPLP). Participaram do evento embaixadores do México, Uruguai, Palestina, Moçambique, Peru e Angola.

Já em 2012, ano de eleições municipais, a Corte Eleitoral recebeu representantes das embaixadas da Angola, Argentina, Cabo Verde, Colômbia, Portugal, México, Peru, entre outros. Em 2013, o TSE também convidou dezenas de embaixadas para um evento que debateu o financiamento eleitoral.

E as reuniões não pararam por aí. De 2014 a 2016, durante a presidência do ministro Dias Toffoli, foram promovidos diversos eventos e visitas, como os da delegação de Botsuana, Moçambique e da Suprema Corte Turca; dos membros da Comissão de Constituição do Parlamento Sueco, entre outros. Em 2016, o TSE e o Instituto Internacional para a Democracia e Assistência Eleitoral (Idea) realizaram a VIII Conferê ncia Ibero-Americana de Cortes Eleitorais e Organismos Eleitorais .

Já na gestão do ministro Gilmar Mendes, a Corte Eleitoral realizou o programa de visitantes internacionais para as Eleições Municipais de 2016 com a presença de autoridades de 14 países e da Organização dos Estados Americanos (OEA), além de representantes de embaixadas, que foram recebidos em Brasília e em Goiânia para conhecerem de perto o sistema eleitoral brasileiro e presenciarem o pleito.

Em 2018, por sua vez, o TSE apresentou o sistema de votação brasileiro a embaixadores europeus. Na época, 22 embaixadores de países da União Europeia se reuniram na Corte para conhecer de perto o sistema.

O presidente à época, ministro Luiz Fux, apresentou aos diplomatas um panorama geral sobre o papel da Justiça Eleitoral como órgão do Estado responsável pela organização das eleições e garantidor das boas condições de todo o processo eleitoral e da democracia.

Vale ressaltar também que, em 2019, o TSE realizou o Seminário Internacional Fake News e Eleições. Estiveram presentes no evento participantes dos Estados-Membros da União Europeia, bem como outras autoridades nacionais e internacionais. O evento teve como objetivo debater formas de impedir ou minimizar a divulgação de notícias falsas nas eleições municipais de 2020, levando em conta a experiência adquirida durante o pleito anterior, em 2018.

IC/DM

Comentários para "TSE reforça ao longo dos anos tradição de diálogo com corpo diplomático internacional":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Últimas Notícias
Toffoli chama de 'suicidas' empresários que teriam defendido golpe no WhatsApp

Toffoli chama de 'suicidas' empresários que teriam defendido golpe no WhatsApp

Desigualdade emperrou chegada da vacina contra a Covid-19 em regiões mais pobres do Brasil

Desigualdade emperrou chegada da vacina contra a Covid-19 em regiões mais pobres do Brasil

Número de candidaturas no DF é menor que em 2018

Número de candidaturas no DF é menor que em 2018

“Trabalho para o ACNUR porque acredito no que estou dizendo”

“Trabalho para o ACNUR porque acredito no que estou dizendo”

Vale prevê mais 13 anos para eliminar barragens como Brumadinho

Vale prevê mais 13 anos para eliminar barragens como Brumadinho

STF veta lei mais branda a condenados, mas admite em processos não julgados

STF veta lei mais branda a condenados, mas admite em processos não julgados

Canadian planeja fábrica de US$ 9 bilhões na China para fabricação de polissilício

Canadian planeja fábrica de US$ 9 bilhões na China para fabricação de polissilício

Cochilos diurnos frequentes aumentariam risco de hipertensão e AVC

Cochilos diurnos frequentes aumentariam risco de hipertensão e AVC

Atenção! A Varíola do Macaco é completamente diferente da Covid-19

Atenção! A Varíola do Macaco é completamente diferente da Covid-19

Campanha Agosto Lilás e os 16 anos da Lei Maria da Penha

Campanha Agosto Lilás e os 16 anos da Lei Maria da Penha

Vocês não estão sós: Vitória brasileira no Festival de Locarno tem recado para artistas do país

Vocês não estão sós: Vitória brasileira no Festival de Locarno tem recado para artistas do país

Debate insosso: Correio Braziliense e TV Brasília se esforçaram, mas o elenco não ajudou

Debate insosso: Correio Braziliense e TV Brasília se esforçaram, mas o elenco não ajudou

Justiça Federal cancela liminar e maior porta-aviões do Brasil não poderá voltar ao país

Justiça Federal cancela liminar e maior porta-aviões do Brasil não poderá voltar ao país

RD Congo: Uso de fake news está causando mortes, diz comandante da Missão

RD Congo: Uso de fake news está causando mortes, diz comandante da Missão

Internacionalização do PCC: Como enfrentar o avanço do 'profissionalismo de gestão' da facção?

Internacionalização do PCC: Como enfrentar o avanço do 'profissionalismo de gestão' da facção?

Datafolha: Lula tem 51% dos votos válidos contra 35% de Bolsonaro

Datafolha: Lula tem 51% dos votos válidos contra 35% de Bolsonaro

Adeus aos sacoleiros: O Brasil virou o Paraguai dos paraguaios?

Adeus aos sacoleiros: O Brasil virou o Paraguai dos paraguaios?

“Vandalismo”: Senado aprova projeto que altera área da Floresta Nacional de Brasília

“Vandalismo”: Senado aprova projeto que altera área da Floresta Nacional de Brasília

Para evitar rejeição, candidatos omitem partido na propaganda

Para evitar rejeição, candidatos omitem partido na propaganda

Recenseadores do IBGE denunciam ameaças e violência em entrevistas do Censo 2022

Recenseadores do IBGE denunciam ameaças e violência em entrevistas do Censo 2022

Vereador Gabriel Monteiro é cassado pela Câmara do Rio por quebra de decoro

Vereador Gabriel Monteiro é cassado pela Câmara do Rio por quebra de decoro