×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 16 de maio de 2022

Unodoc: países estão “ansiosos para enfrentar a corrupção”

Unodoc: países estão “ansiosos para enfrentar a corrupção”Foto: Twitter

A corrupção do setor privado também é abordada.

Onu News - 16/12/2019 - 17:16:36

Conferência dos Estados Partes na Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção deve reunir mais de 1,3 mil participantes a partir desta segunda-feira; atos do tipo no esporte e em crimes florestais estão entre os temas que serão discutidos.

A 8ª sessão da Conferência dos Estados Partes da Convenção da ONU Contra Corrupção inicia nesta segunda-feira, 16 de dezembro, em Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes Unidos, EAU.


A Conferência é uma das maiores reuniões anticorrupção do mundo e reúne representantes dos Estados-membros, parlamentos, organizações intergovernamentais, sociedade civil, setor privado e mídia.

Convenção

Durante cinco dias, será analisada a implementação da Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção, o único instrumento universal anticorrupção legalmente vinculativo.

A Convenção entrou em vigor em dezembro de 2005 e foi ratificada pela maioria dos países-membros das Nações Unidas. Ela abrange diferentes formas de corrupção, como suborno, comércio de influência e abuso de funções, assim como vários atos deste tipo de crime no setor privado.

Sob a Convenção, os países são legalmente obrigados a prevenir e criminalizar a corrupção, promover a cooperação internacional, recuperar e devolver bens roubados e melhorar a assistência técnica e o intercâmbio de informações nos setores público e privado.

Os Estados também assumem o compromisso de criminalizar essas ações, incluindo não apenas atos clássicos de corrupção, como suborno e apropriação indébita de fundos públicos, mas também comércio de influência, ocultação e lavagem de dinheiro.

A corrupção do setor privado também é abordada.

Preocupação

O diretor da Divisão de Assuntos de Tratado da Agência das Nações Unidas sobre Drogas e Crime, Unodoc, John Brandolino, disse que grandes avanços já foram feitos na área e que atualmente muito se ouve “sobre a corrupção porque ela se tornou uma preocupação pública.” Para ele, os países estão “ansiosos para enfrentar a corrupção”.

Cerca de 90% dos Estados fizeram alterações legislativas, um terço melhoraram a cooperação internacional e fluxo de informações, e dois terços criaram medidas preventivas. Brandolino acredita que todos devem se envolver no combate a este tipo de crime, incluindo as empresas.

Conferência

A Conferência se reúne a cada dois anos e adota resoluções e decisões em cumprimento de seu mandato. A expectativa este ano é que o evento tenha mais de 1,3 mil participantes.

Entre os objetivos está melhorar a capacidade dos países para a implementação da Convenção, aumentar a cooperação entre os Estados e promover e revisar a implementação da Convenção.

Também serão discutidos temas como prevenção, cooperação internacional e recuperação de ativos.

Eventos

À margem da conferência em Abu Dhabi, ocorrerão ainda vários eventos especiais cobrindo tópicos como a proteção do esporte contra a corrupção e suborno transnacional. A ONU considera este tipo de crime como um grande obstáculo aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, ODSs.

Todos os Estados que ratificaram a Convenção fazem parte da conferência e os signatários têm o direito de participar como observadores. Organizações não-signatárias, intergovernamentais e não-governamentais podem solicitar o status de observador nas sessões.

Comentários para "Unodoc: países estão “ansiosos para enfrentar a corrupção”":

    • Erasmo

      Segunda-Feira, 16 de Dezembro de 2019 -

      Todos os Países não. No Brasil o Congresso e o STF NÃO DEIXAM.

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Dia Internacional das Famílias destaca impacto da urbanização sobre os lares

Dia Internacional das Famílias destaca impacto da urbanização sobre os lares

A ONU marca em 15 de maio o Dia Internacional das Famílias com foco na urbanização e como melhorar a vida das pessoas nas cidades

Coreia do Norte confirma 21 novas mortes suspeitas de Covid-19

Coreia do Norte confirma 21 novas mortes suspeitas de Covid-19

Apesar das medidas restritivas para evitar a circulação de pessoas entre cidades, as descrições da mídia estatal norte-coreana indicam que a população não está confinada.

Espera de entrevista para visto norte-americano chega a 354 dias em SP

Espera de entrevista para visto norte-americano chega a 354 dias em SP

Nos demais consulados no país a demora é menor

"Sem Caribe, não há América": campanha busca visibilizar a necessidade da integração regional

Economista haitiano propõe uma "pedagogia das revoluções" como estratégia contra o domínio imperialista em toda a região

Filmes, livros e contos são recursos para quem quer saber mais sobre o Japão

Filmes, livros e contos são recursos para quem quer saber mais sobre o Japão

Conhecer alguns termos e palavras principais na língua japonesa também é uma forma de saber mais sobre o país, além de ajudar a se sentir mais próximo da cultura

Profissionais de MSF seguem detidos injustamente há 4 meses em Camarões

Profissionais de MSF seguem detidos injustamente há 4 meses em Camarões

Organização pede libertação imediata de enfermeira e motorista presos após socorrerem ferido

Norma internacional previne acidentes e incidência de doenças no trabalho

Norma internacional previne acidentes e incidência de doenças no trabalho

Campanha Abril Verde busca estimular a notificação de acidentes e doenças ocupacionais no país.

EUA: Republicanos ameaçam isenção fiscal da Disney por oposição a leis anti-LGBT

EUA: Republicanos ameaçam isenção fiscal da Disney por oposição a leis anti-LGBT

Alguns republicanos temem que as iniciativas possam sair pela culatra com eleitores moderados, que não concordam com uma agenda anti-LGBT.

OMS continua investigando causas de hepatite aguda em crianças na Europa

OMS continua investigando causas de hepatite aguda em crianças na Europa

Criança recebe vacina contra hepatite B, porém casos recentes não foram associados aos vírus tradicionais.

Macron é o 1º presidente reeleito na França em 20 anos; Le Pen reconhece derrota

Macron é o 1º presidente reeleito na França em 20 anos; Le Pen reconhece derrota

Cinco anos atrás, Macron conquistou uma vitória expressiva também sobre Marine. Na ocasião, ele se tornou o mais jovem presidente francês.

Dia da Terra: Prêmio global destina US$ 3 milhões a projetos sustentáveis

Dia da Terra: Prêmio global destina US$ 3 milhões a projetos sustentáveis

Prêmio Zayed de Sustentabilidade está com inscrições abertas para PMEs, ONGs e projetos de Escolas Secundárias para o ciclo de 2023