×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 25 de junho de 2022

Veterinário conta problemas de viver com animais em apartamento e casas pequenas

Veterinário conta problemas de viver com animais em apartamento e casas pequenasFoto:

Segundo o veterinário Jorge Morais, a falta de condições apropriadas para o animal interfere na saúde física e emocional dos bichos

Do Canal Do Pet - Ig / Do Portal Ig / Foto: Pública - Pixabay - 01/12/2018 - 10:41:57

Atualmente, morar com animais em apartamento e casas pequenas faz parte do cotidiano de quem mora em cidade. As pessoas cada vez mais optam por espaços reduzidos e as razões são variadas, por exemplo, a facilidade em cuidar de um local pequeno. Por esse motivo, os pets estão sendo obrigados a se adaptar a uma nova realidade.

Contudo, ir morar com animais em apartamento e casas pequenas exige uma série de cuidados, coisa que a maioria dos donos não faz. Segundo o veterinário Jorge Morais, fundador da Rede Animal Place Care, a falta de condições apropriadas para o animal interfere na saúde física e emocional dos bichos.

Em relação aos gatos, embora não aparentem se incomodar com apartamentos ou casas menores, também pode desenvolver fobias e depressão se ficarem muito tempo trancados

Antes de adentrar nesse assunto, é preciso levar em conta o tipo e tamanho do animal, assim como suas características comportamentais e necessidades. Afinal, um local pequeno para um São Bernardo pode não ser encarado da mesma forma por um gatinho.

"Se tratando de cães especificamente, eles são pets mais exigentes na questão de espaço e deve-se ter muita atenção aos animais de grande porte criados em ambientes pequenos, com piso inadequado e falta de contato com o sol, pois podem desenvolver sérios problemas", explicou o profissional.

Além dos transtornos emocionais, como depressão, existem diversas consequências que a falta de cuidados gera. Osteodistrofia (deformidades ósseas relacionas ao crescimento), doenças articulares, atrofias musculares, obesidade (quando associada a alimentação errada), doenças relacionadas a falta de higiene, dermatopatias (doenças de pele) e principalmente com a falta de sol são alguns exemplos.


Como resolver esse problema?

Se você seguir essas dicas, morar com animais em apartamento ou casas pequenas não será um problema

"A maior dica ainda é o bom senso antes de adquirir o pet. Parar e analisar os três pontos básicos, como espaço, tempo e condição financeira, pois é necessário os três. Caso seja uma condição imposta, onde o pet já faz parte da sua vida, dedique tempo para compensar a falta de espaço, organizando uma rotina de passeios e de higiene no local", esclareceu Jorge.

Quando a situação é cachorro em apartamento ou casa pequena, é fundamental levá-lo para passear de uma a duas vezes por dia, independente se for de porte grande ou pequeno. Se possível, aproveite o momento para estimular o contato com outros animais.

Em relação aos gatos, embora não aparentem se incomodar com espaços pequenos, também podem desenvolver fobias e depressão se ficarem muito tempo trancados. É importante que os gatos de apartamento e casas menores adquiram o hábito de passear com os donos sem medo ou agressividade.

Por último, outra dica é incluir na rotina brinquedos e exercícios lúdicos para ajudar no alívio do estresse. Como o dia a dia dos tutores é corrido, uma opção é apostar em creches apropriadas, que contam com programação e atividades que estimulam a interação com outros bichos, fundamental para o processo psicológico do animal.

Se você seguir essas dicas, morar com animais em apartamento ou casas pequenas não será um problema. Ele terá uma vida tranquila como qualquer outro bichinho.

Link deste artigo: https://canaldopet.ig.com.br/cuidados/dicas/2018-11-26/animais-em-apartamento-e-casas-pequenas.html

Comentários para "Veterinário conta problemas de viver com animais em apartamento e casas pequenas":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Operação da Polícia Federal combate uso irregular de animais em espetáculos no Rio

Operação da Polícia Federal combate uso irregular de animais em espetáculos no Rio

Investigados podem responder por crimes ambientais

Polícia Rodoviária Federal resgata mais de 500 aves silvestres no Rio

Polícia Rodoviária Federal resgata mais de 500 aves silvestres no Rio

Seis pessoas foram presas na operação

Zee.Dog vai além dos acessórios e aposta em ração superpremium

Zee.Dog vai além dos acessórios e aposta em ração superpremium

Para o consumidor, o preço da ração superpremium lançada pela companhia vai variar entre R$ 90 e R$ 130 por embalagem de 1,6 kg - o valor por quilo é seis vezes maior do que o de uma ração tradicional para cães.

Tartaruga-verde deixa lista de espécies ameaçadas de extinção

Tartaruga-verde deixa lista de espécies ameaçadas de extinção

Relação mostra melhora de situação de mais 3 espécies de tartarugas

Saiba como proteger sua pele nos dias frios

Saiba como proteger sua pele nos dias frios

Temperaturas mais baixas exigem cuidados específicos com a pele, especialista explica principais queixas e como preveni-las

Ararinhas-azuis são soltas na natureza 20 anos depois de extinção

Ararinhas-azuis são soltas na natureza 20 anos depois de extinção

Soltura de oito ararinhas-azuis ocorreu com sucesso

Pets podem doar sangue e salvar outros animais em situação crítica

Pets podem doar sangue e salvar outros animais em situação crítica

O procedimento é seguro, indolor, minimamente invasivo e dura entre 15 e 20 minutos

Aberto cadastro para pets doadores de sangue no DF

Aberto cadastro para pets doadores de sangue no DF

O Hvep faz a campanha para cadastramento de pets doadores como alternativa efetiva para atender a demanda de cerca de 30 transfusões mensais

Como escolher a ração adequada para filhotes de gato

Como escolher a ração adequada para filhotes de gato

O que procurar na ração

Amor de Dog. A infinita delicadeza entre homem e animais

Amor de Dog. A infinita delicadeza entre homem e animais

O que diriam os haters e os supremacistas de hoje dessa infinita delicadeza entre homem e animais?

Animais podem estar evoluindo 4 vezes mais rápido do que pensávamos, concluem cientistas

Animais podem estar evoluindo 4 vezes mais rápido do que pensávamos, concluem cientistas

Pesquisadores estudaram cerca de 2,6 milhões de horas de dados de campo sobre a informação genética de animais, tratando-se do maior estudo do gênero já feito.