×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 04 de dezembro de 2021

Violência contra a mulher: TJ do DF renova termo de cooperação com a PMDF

Violência contra a mulher: TJ do DF renova termo de cooperação com a PMDFFoto: Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios – TJDFT

O Comandante Geral da PMDF destacou que este ano foram realizados 11 mil atendimentos pelo PROVID – 50% a mais em relação a 2017.

Tribunal De Justiça Do Distrito Federal E Dos Territórios – Tjdft - 17/12/2019 - 19:49:43

O presidente do TJDFT, desembargador Romão C. Oliveira, recebeu nessa segunda-feira, 16/12, o Comandante Geral da Polícia Militar do Distrito Federal – PMDF, Coronel Julian Rocha Pontes, para assinatura da renovação do Termo de Cooperação que regulamenta o Policiamento de Prevenção Orientada à Violência Doméstica - PROVID, uma parceria mantida entre esta Casa e o DF, desde 2014.

O documento tem como objetivo estabelecer um regime de cooperação mútua entre os partícipes, na atuação em conjunto dos atendimentos de famílias em contexto de violência doméstica e familiar, em casos encaminhados pelos Juizados de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher do Distrito Federal. Os ditames do termo são amparados na Lei 11.340/2006 (Lei Maria da Penha) e na filosofia de Polícia Comunitária, conforme definido na Portaria PMDF Nº 985/15, que regulamenta o PROVID.


O presidente saudou os presentes e enfatizou a necessidade de se investir na educação para reverter o quadro de violência contra a mulher que, na sua grande maioria, não é comunicada. “É com absoluta satisfação que assino esse Termo. Tenho certeza que a PMDF cumprirá, como sempre o fez, o seu papel, pois se trata de instituição muito eficiente”, ressaltou o desembargador.

O Comandante Geral da PMDF destacou que este ano foram realizados 11 mil atendimentos pelo PROVID – 50% a mais em relação a 2017. Por outro lado, lembrou que, segundo dados da Secretaria de Segurança Pública/DF, 70% das vítimas de feminicídio não foram à delegacia prestar queixa das agressões. “Não levantaram sua voz contra o agressor. E o PROVID corrige essa falha. O PROVID é o Estado indo até as residências, é o Estado buscando se aproximar dessas vítimas. A prevenção primária hoje é a tônica da PMDF, que procura investir no policiamento de proximidade. Estar junto à comunidade é o nosso lema e a nossa meta”, garantiu.

A 2ª Vice-Presidente, desembargadora Ana Maria Amarante Brito, salientou a relevância da parceria para diminuir os números da violência de gênero. “É importante continuarmos aprofundando essa política de interoperabilidade e interinstitucionalidade. Temos que nos dar as mãos para oferecer resultados e obter maior confiança da população”, declarou a magistrada. Por fim, referendou o trabalho executado pelos policiais do DF: “Hoje, nós mulheres temos o conforto de saber que a primeira instituição chamada para o enfrentamento dos momentos de violência, que é a polícia militar, cada vez mais se aperfeiçoa. A PMDF é farol para todo o Brasil e recebe de braços abertos a nossa Justiça, que disponibiliza cursos, promove a troca de experiências, boas práticas e vivências, atitude fundamental para o crescimento de todos e bom atendimento à população”.

Também compareceram à assinatura do documento a 1ª Vice-Presidente, desembargadora Sandra De Santis; a titular do Juizado de Violência Doméstica e Familiar do Riacho Fundo e coordenadora do NJM, juíza Fabriziane Zapata; o juiz assistente da Presidência Paulo Giordano; o Subcomandante do Comando Geral da PMDF, Coronel Sérgio Luiz Ferreira de Souza; o Chefe de Estado Maior da PMDF, Coronel Claudio Condi; e a Chefe do Centro de Políticas Públicas da PMDF, Coronel Cynthiane Maria da Silva Santos.

PROVID

O PROVID atua com o objetivo de efetuar um trabalho preventivo no âmbito da segurança pública, com uma proposta de intervenção policial que vai além do modelo de atuação unicamente repressivo. Iniciada em 2014, a parceria entre o Núcleo Judiciário da Mulher – NJM/TJDFT e o PROVID possibilita, de um lado, que os policiais recebam informações atualizadas e importantes para um atendimento assertivo e, de outro, auxilia no acompanhamento das medidas protetivas de urgência concedidas pelos juízes de violência doméstica.

Responsável pela gestão desse acordo, o NJM atua, principalmente, em três atividades junto ao PROVID: organização e apoio nas formações das equipes; realização de pesquisa de satisfação com as mulheres ofendidas atendidas e elaboração dos relatórios da parceria. Na interação entre judiciário e executivo, magistrados e servidores do NJM participam de palestras relativas ao policiamento orientado à violência doméstica.

Fotos: Alex Ferreira de Oliveira - Proforme/Divulgação TJDFT


Comentários para "Violência contra a mulher: TJ do DF renova termo de cooperação com a PMDF":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Quarteto feminino bate recorde mundial de natação master na prova do revezamento

Quarteto feminino bate recorde mundial de natação master na prova do revezamento

Time verde e amarelo cravou 8min42s32 no revezamento 4x200 livre

Peng Shuai: China mostra irritação com suspensão de torneios de tênis

Peng Shuai: China mostra irritação com suspensão de torneios de tênis

Relações Exteriores diz ser contra politização do esporte

Justiça do DF condena dono de empresa que cometeu assédio contra funcionária

Justiça do DF condena dono de empresa que cometeu assédio contra funcionária

A defesa do réu argumentou que ele deveria ser absolvido pois não haviam provas para incriminá-lo.

Ações para eliminar violência de gênero reúne atletas e casos reais

Ações para eliminar violência de gênero reúne atletas e casos reais

Uma em cada três mulheres com 15 anos ou mais, cerca de 736 milhões, é submetida algum tipo de violência durante a vida

Ação de agências da ONU pretende empoderar refugiadas venezuelanas

Ação de agências da ONU pretende empoderar refugiadas venezuelanas

Programa ocorre em Roraima e vai até dezembro de 2023

Carta aberta à Miraildes: Uma das maiores jogadoras que o Brasil já viu em campo

Carta aberta à Miraildes: Uma das maiores jogadoras que o Brasil já viu em campo

Miraildes, jogadora de futebol, mais conhecida como Formiga.

Judô: Beatriz Souza fica com o ouro no Grand Slam de Abu Dhabi

Judô: Beatriz Souza fica com o ouro no Grand Slam de Abu Dhabi

Brasileira bate francesa campeã europeia júnior e vai ao topo do pódio

Ketleyn Quadros fica com o bronze no Grand Slam de Abu Dhabi

Ketleyn Quadros fica com o bronze no Grand Slam de Abu Dhabi

Atleta bateu a tcheca Renat Zachova e foi ao pódio nos Emirados Árabes

Professor que perguntou se aluna vai levar lubrificante 'quando for estuprada' é demitido no PA

Professor que perguntou se aluna vai levar lubrificante 'quando for estuprada' é demitido no PA

Movimentos que atuam na defesa dos direitos das mulheres realizaram atos de repúdio, cobrando punição do agressor

Congresso é iluminado de laranja pelo fim da violência contra a mulher

Congresso é iluminado de laranja pelo fim da violência contra a mulher

Campanha 16 dias de ativismo começou nesta quinta-feira

Patrícia Vanzolin: 'Eleição da OAB foi uma quebra de paradigmas'

Patrícia Vanzolin: 'Eleição da OAB foi uma quebra de paradigmas'

Patrícia considera que sua vitória é também do gênero.