×
ContextoExato

Contexto Exato

Brasil - Brasília - Distrito Federal - 17 de janeiro de 2022

Voltam a valer regras antigas para remarcação de passagens

Voltam a valer regras antigas para remarcação de passagensFoto: © Tania Rego

A medida entrou em vigor a partir de 1º de janeiro

Por Agência Brasil - Brasília - 03/01/2022 - 17:25:20

As antigas regras para alteração e cancelamento de voos por passageiros e companhias aéreas votaram a valer no dia 1º de janeiro deste ano. Com o término da validade da Lei nº 14.174/2021, as regras que estavam em vigor durante o auge da pandemia de covid-19 não serão mais aplicadas em função do fim da flexibilização.

Durante a pandemia, o consumidor que cancelasse uma passagem para viagens entre 19 de marco de 2020 e 31 de dezembro de 2021, estava isento da cobrança de multa, e o valor pago era convertido em crédito para próxima viagem. Quem optasse pelo reembolso, teria até um ano para receber o valor, que seria corrigido pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Com a volta da vigência da Resolução nº 400/2016, da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), o passageiro que fizer o cancelamento pode ter que pagar multas previstas no contrato de prestação de serviços e ter o restante do valor restituído em 7 dias ou creditado de acordo com as regras da empresa.

No caso de cancelamento por parte da companhia aérea, os passageiros têm direito de optar pelo reembolso total ou reacomodação em outro voo, além da prestação do serviço por outras modalidades.

No site da Anac é possível tirar dúvidas sobre as regras de reembolso e remarcações de passagens aéreas

Comentários para "Voltam a valer regras antigas para remarcação de passagens":

Deixe aqui seu comentário

Preencha os campos abaixo:
obrigatório
obrigatório
Estados vão avaliar áreas turísticas suscetíveis a desastres

Estados vão avaliar áreas turísticas suscetíveis a desastres

Decisão foi tomada após tragédia em Capitólio

Viagens de verão aquecem setor de hotelaria e turismo

Viagens de verão aquecem setor de hotelaria e turismo

Quais cuidados tomar para contratar um seguro-viagem?

Aposta nos municípios para alavancar o turismo no Brasil

Aposta nos municípios para alavancar o turismo no Brasil

O grupo de trabalho atuará na elaboração de políticas públicas por meio de quatro eixos: estruturação, inteligência mercadológica, qualificação e promoção

Covid-19: Entenda o direito do consumidor que teve voo cancelado

Covid-19: Entenda o direito do consumidor que teve voo cancelado

Situação é provocada pelo afastamento de pilotos, copilotos e aeromoça

Especialistas recomendam atenção aos cuidados para encarar o verão diante do avanço da Covid-19

Especialistas recomendam atenção aos cuidados para encarar o verão diante do avanço da Covid-19

Testes devem ser realizados sempre que algum sintoma de síndrome gripal surgir

Centenas de voos são cancelados em meio a avanço de Covid-19 e gripe

Centenas de voos são cancelados em meio a avanço de Covid-19 e gripe

Dispensas médicas por covid-19 entre pilotos e copilotos aumentaram

Acesso ao Santuário do Caraça está impedido devido ao transbordamento do rio Taboões

Acesso ao Santuário do Caraça está impedido devido ao transbordamento do rio Taboões

A equipe do Santuário do Caraça está entrando em contato com as pessoas que fizeram a reserva para este final de semana e orienta os visitantes para que não se dirijam ao local até que um novo comunicado seja realizado.

Píer Mauá deve deixar de receber 25 mil turistas

Píer Mauá deve deixar de receber 25 mil turistas

Cruzeiros foram suspensos na segunda-feira

Aeroporto de Recife é o mais pontual do Brasil e o quinto do mundo, aponta levantamento

Aeroporto de Recife é o mais pontual do Brasil e o quinto do mundo, aponta levantamento

Terminal ficou entre os cinco primeiros na lista dos aeroportos de médio porte.

Aumentam casos de Covid-19 nos navios de cruzeiros na costa brasileira

Aumentam casos de Covid-19 nos navios de cruzeiros na costa brasileira

Nos navios monitorados há mais de 200 casos reportados, diz Anvisa

Procon exige que empresas de cruzeiros garantam direitos do consumidor

Procon exige que empresas de cruzeiros garantam direitos do consumidor

Notificação vem após notícia de casos de covid-19 em embarcações